Cerco de Petropavlovsk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde agosto de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Cerco de Petropavlovsk
Guerra da Crimeia
Petropavlovsk-cannons.jpg
Canhões usados no cerco de Petropavlovsk
Data 28 de agosto a 7 de setembro de 1854
Local Petropavlovsk, na Península de Kamchatka
Desfecho Vitória russa
Combatentes
Rússia Império Russo França Império Francês
Reino Unido Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Comandantes
Vasily Zavoyko
Yevfimy Putyatin
Auguste Febvrier-Despointes
David Price
Frederick Nicolson

O Cerco de Petropavlovsk foi uma batalha disputada em Petropavlovsk, na Península de Kamchatka, durante a Guerra da Crimeia. Foi a maior operação no cenário do Pacífico durante a Guerra da Crimeia. Começou em 18 de agosto de 1854, quando um esquadrão aliado de três fragatas francesas e britânicas, uma corveta, um bergantim e um barco a vapor ancoraram na baía Avancha. O esquadrão era comandado por David Price e Fevrier de Point, e tinha 218 canhões à sua disposição, comparando com os 68 canhões dos defensores da principal cidade de Kamchatka.

Dois dias depois, os aliados desembarcaram 600 soldados a sul da cidade, mas foram repelidos pela guarda de 230 homens, que depois de duro combate, os obrigou a retirar. Em 24 de agosto, cerca de 970 homens desembarcaram a oeste de Petropavlovsk, mas foram facilmente repelidos por 360 russos. Três dias depois, ao esquadrão foi atribuída a ordem de abandono de águas russas. As baixas russas estimam-se em 100 soldados, e os aliados perderam 5 vezes mais. Em abril de 1855, Nikolay Muravyov decidia evacuar a cidade por não ter forças suficientes para repelir outro ataque.