Cerveja Menabrea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Menabrea é o nome de uma antiga marca de cerveja que é produzida por uma empresa que leva o mesmo nome, com sede histórica e a cervejaria localizados na cidade de Biella, na região de Piemonte na Itália.

Com a mesma marca - distribuído desde o início dos anos noventa, do grupo Cerveja Forst. São produzidos anualmente, em média, 1 milhão de litros de cerveja, parte da mesma destinada a exportação em vinte países.

Em mais de um século e meio de vida a Cerveja Menabrea conquistou importantes reconhecimentos, entre eles, só no ano de 1924 quatro grandes prêmios nas exposições de Milão, Roma, Bruxelas e Paris. Dos anos 30' é representada através de prestigiosas "tavernas" que levam o seu nome, situadas não apenas em Biella, mas também em numerosas cidades de Piemonte, entre elas Novara e Turim.

Dentro da fábrica existe o museu da cerveja, enriquecido com uma série artigos antigos e históricos, que mostram os diferentes sistemas e métodos para a produção dessa popular bebida.

História[editar | editar código-fonte]

Em torno ao nome Menabrea foi desenvolvido paralelamente a história de uma inteira dinastia de mestres cervejeiros.

A empresa foi fundada como laboratório para a produção de cerveja em 1846 no comando da família Welf Gressoney-La-Trinité em Valle d'Aosta e dos irmāos Antonio e Gian Battista caraccio, de origem de Bioglio e proprietários de uma cafeteria em Biella.

Entre os anos de 1854 e 1864, restando sozinhos na direção do laboratório reestruturado, os irmãos Caraccio primeiro alugaram e logo cederam a cervejaria por 95 mil Lira italiana, há Jean Joseph Menabrea e Antonio Zimmermann.

A empresa passou pertenceu somente à família Menabrea e seus filhos, em 1872 quando a razão social virou G. Menabrea & Figli.

A produção de um ótimo tipo de cerveja clara tipo Pilsener e de uma escura tipo Monaco (que era a preferida por um biellese ilustre, Quintino Sella, estudioso e fundador do Clube alpino italiano, fez ganhar em 1882 a Carlo Menabrea, filho de Giuseppe, que assumiu a direção da empresa depois da morte do pai, a nomeação de Cavalheiro da Ordem da Corao Itliana entregue pelo Rei Umberto I.

A reviravolta que aconteceu na propriedade da fábrica entre o XIX e o Século XX (1896-1899) - quando sub-entraram na condição empresarial os cunhados Emilio Thedy e Agostino Antoniotti, maridos respectivamente das herdeiras Menabrea, Eugenia e Albertina - não mudando a política da fábrica que pode atravessar - até os dias de hoje - todo o Século XX mantendo inalterada a própria fama.

O que garante a notoriedade desta empresa com o passar do tempo, sobretudo foi sempre um quantitativo maior na produçāo de cerveja, passando dos 80-10 mil litros anuais do ano de 1900 aos atuais 1 milhão de litros nos dias de hoje, nao diminuindo o nível de qualidade (e os numerosos prêmios recebidos, em particular na primeira metade dos anos 1900 são testemunhas diretas).

Dos anos 80', sempre sob direção dos herdeiros da família Thedy, a cerveja Menabrea incrementou ainda mais a própria atividade. O ampliamento da fábrica de Biella, junto com aumento da produção - até então capaz de uma produção em média de 360-400 mil litros - permitiu de sair de uma, pelo menos no plano produtivo, dimensão comercial provincial.

O ingresso no grupo Cerveja Forst em 1991, favorecido por uma antiga "amizade cervejeira", permitiu de manter a sua identidade e a sua independência, mantendo viva a cultura e a tradição cervejeira.

Em 1996 pelo festejamento do aniversário de 150 anos, foi criada uma edição especial das garrafas , caracterizadas pela escrita "150º anniversario" na etiqueta em torno ao gargalo.

Em 2005 a cervejaria criou um novo produto, a Strong - Duplo Malto com teor alcoólico de 6,5%, é o tipo com o maior teor alcoólico entre todas às cervejas que produz.

Ligação Externa[editar | editar código-fonte]