Cesareia de Filipe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruínas de Caesarea Philippi

Cesareia de Filipe (em latim Caesarea Philippi) era uma antiga cidade, localizada no sopé sudoeste do monte Hermon1 (em árabe Jebel esh-Sheikh), na atual região arqueológica de Banias. Por volta do ano 20 a.C. o rei Herodes, o grande, construiu aos pés do monte Hermon um templo branco de mármore, e dedicou a César Augusto. Quando Herodes morreu a cidade ficou nas mãos de seu filho, Herodes Filipe, que a ampliou, e embelezou, e a chamou de Cesareia de Filipe, para alcançar graça diante seu imperador Tibério César, e distingui-la da outra Cesareia, a capital romana na Judeia e porto marítimo muito mais conhecida, que ficava na costa. É hoje um local arqueológico perto da fronteira Israel-Síria, junto à nascente do rio Jordão.

A cidade é mencionada no Evangelho segundo São Mateus2 .

Cesareia sob Herodes Agripa II[editar | editar código-fonte]

Em 61 d.C., o Rei Agripa II renomeou a capital administrativa como Neronias em honra ao imperador romano Nero, mas este nome realizada somente até 68 d.C. Agripa também realizou melhorias urbanas.

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.