Château-Fort de Lourdes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Castelo de Lourdes, França: vista diurna.
Castelo de Lourdes, França: vista noturna.

O Château-Fort de Lourdes, na região do Midi-Pyrénées, localiza-se na cidade de Lourdes, no Sudoeste da França.

Ergue-se em posição estratégica à entrada dos sete vales do Lavedan. A poucos quilômetros da actual fronteira com a Espanha, é vizinho dos santuários católicos de Lourdes e do Parque Nacional dos Pirinéus, este último classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO.

História[editar | editar código-fonte]

O conjunto é anterior a 778, quando sofreu o assédio das forças de Carlos Magno. Tornou-se a residência dos condes de Bigorre nos séculos XI e XII.

No século XIII o castelo e seus domínios passaram para os condes de Champagne, parte do reino de Navarra, vindo a pertencer à Coroa Francesa durante o reinado de Filipe, o Belo. Foi cedido à Inglaterra pelos termos do Tratado de Brétigny (1360), para voltar aos domínios da França no início do século XV, após ter sofrido dois assédios.

No século XVII, o castelo tornou-se uma prisão real e, após a Revolução Francesa, uma prisão do Estado, função que manteve até ao início do século XX.

Em 1921, as suas instalações passaram a abrigar o Musée Pyrénéen, o maior e mais importante da região, que até hoje apresenta aos visitantes aspectos da arte e da vida cotidiana da região, desde a culinária local à indumentária. Encontra-se classificado como Monumento Histórico, pelo Ministério da Cultura Francês, desde 1933.

A primitiva estrutura do castelo sofreu ampliações e reformas ao longo dos séculos até atingir a sua atual conformação, com muralhas abaluartados.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um castelo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Château-Fort de Lourdes