Charcuteria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vitrine de uma charcuteria alemã, no município de Versmold.

Charcuteria ou charcutaria (do francês charcuterie, de chair, "carne" e cuit, "cozida"), salsicharia, também conhecida pelo termo italiano salumeria, é o ramo da indústria alimentar dedicado ao preparo e venda de produtos de carne de porco curada, como bacon, presunto, salsichas, terrinas, galantinas, patês e confits.[1] A charcuteria é parte do repertório de garde manger de um chef, originalmente criada como uma maneira de se preservar as carnes antes do advento da refrigeração.[2]

Uma charcutaria se caracteriza por vitrines ou mostradores transparentes, geralmente com refrigeração, onde se mostram os produtos à venda para o público.

Charcutaria e os enchidos : Os enchidos compreendem um género de alimentos produzidos ao encher as tripas de animais (previamente limpas)com diversos tipos de recheios. O produto resultante desta operação pode ser opcionalmente submetido a um fumeiro antes de ser consumido. A fumagem (fumeiro)submete estes alimentos à ação do fumo com o objetivo de os conservar, "curar" e potenciar-lhes o sabor. De igual modo prolonga a durabilidade, proporcionando um efeito bactericida.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ruhlman, 18.; The Culinary Institute of America, 3.
  2. Ruhlman, 19.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ruhlman, Michael and Polcyn, Brian. Charcuterie: The Craft of Salting, Smoking and Curing. New York: W.W Norton & Company, 2008. ISBN 978-0-393-05829-1