Charles Anthon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Anthon
Foto por Mathew Brady
Nascimento 19 de novembro de 1797
Nova Iorque
Morte 29 de julho de 1867 (69 anos)
Nova Iorque
Nacionalidade Estados Unidos Americano
Alma mater Columbia College, Universidade Columbia
Ocupação erudito clássico, professor, diretor da Columbia Grammar & Preparatory School

Charles Anthon (Nova Iorque, 19 de novembro de 1797 – Nova Iorque, 29 de julho de 1867) foi um erudito clássico americano.

Vida[editar | editar código-fonte]

Seu pai, George Christian Anthon, foi um médico alemão, que serviu no Exército Britânico durante a Revolução Americana até a rendição de Detroit em 1788. Alcançou o posto de cirurgião geral, demitiu-se, casou com a filha de um oficial francês, e estabeleceu-se em Nova Iorque.[1] O filho, depois de se graduar com honras no Columbia College, em 1815, começou o estudo do Direito, e em 1819 foi admitido como advogado, mas nunca exerceu a profissão. Em 1820 foi nomeado professor assistente de grego e latim em sua antiga faculdade, professor pleno dez anos mais tarde, e, ao mesmo tempo diretor da escola primária vinculada à faculdade, cujo posto ocupou até 1864.

Obras[editar | editar código-fonte]

Anthon produziu, para uso em faculdades e escolas, um grande número de obras clássicas, que gozaram de grande popularidade, apesar de suas edições de autores clássicos não serem muito aceitas por professores, devido à grande quantidade de auxílios, especialmente traduções, contidos nas notas. Escreveu também A Manual of Greek Literature from the Earliest Authentic Periods to the Close of Byzantine Era fornecendo uma lista de todos os escritores gregos daquele período, com um resumo de suas vidas e obras e uma bibliografia de edições então em uso. A sinopse global ainda é útil atualmente, apesar de desatualizada. Sua promessa de fornecer um volume similar de Literatura latina nunca foi cumprida.

O trabalho do Dr. Anthon foi continuado por seu sucessor, Henry Drisler.

Transcrição de Anthon[editar | editar código-fonte]

Charles Anthon é famoso entre os membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (também conhecidos como mórmons) por causa de suas interações com Martin Harris relativo a um fragmento da tradução do Livro de Mórmon por Joseph Smith. O fragmento foi mais tarde conhecido como a Transcrição de Anthon. De acordo com Harris, Anthon escreveu para Harris uma carta de autenticidade declarando que o fragmento continha verdadeiros caracteres egípcios. Foi também relatado que Anthon teria confirmado a tradução desses caracteres como correta. Quando informado de que um anjo de Deus havia revelado os caracteres a Joseph Smith, Anthon rasgou a autenticação. Anthon escreveu, sete anos mais tarde, a E. D. Howe, em 17 de fevereiro de 1834 - "A história toda acerca de eu ter dito que a inscrição Mórmon fosse hieróglifo do egípcio reformado é totalmente falsa... logo cheguei à conclusão de que tudo não passava de um truque um embuste talvez... O papel continha tudo menos hieróglifos egípcios."

Familiaridade com Poe[editar | editar código-fonte]

Anthon era amigo e correspondente de Edgar Allan Poe, que tentou se aproveitar da familiaridade com ele para obter reputação nacional na literatura e no jornalismo, além da publicação em 1845 das histórias colecionadas de Poe por meio da editora Harper and Brothers. Isto, porém, não teve êxito devido a uma acusação de plágio contra Poe.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Referências e obras educativas[editar | editar código-fonte]

  • Charles Anthon, Elements of Latin Prosody and Metre, Nova York: Swords (1824). online
  • A classical dictionary: containing a copious account of all the proper names mentioned in ancient authors etc., por John Lemprière, 5ª edição americana, corrigido e melhorado por Charles Anthon (1825). online
  • Richard Valpy, The Elements of Greek Grammar, com adições por C. Anthon, 8ª edição (1833). online
  • Charles Anthon, A Grammar of the Greek Language (1838). online; revista e corrigida pelo Rev. J.R. Major, D.D., Londres: Thomas Tegg (1840). online
  • Charles Anthon, A System of Greek Prosody and Metre: for the use of schools and colleges (1839). online; (1842) online
  • Charles Anthon, A System of Latin Prosody and Metre, from the Best Authorities, Ancient and Modern, Harper and Brothers (1842).online
  • Charles Anthon, First Greek lessons: containing all the inflexions of the Greek language, together with appropriate exercises in the translating and writing of Greek, for the use of beginners. Lições de grego de Anthon, Parte I (1842). online
  • Charles Anthon, An Introduction to Greek Prose Composition. Lições de grego de Anthon, Parte II (1842). online
  • Charles Anthon, First Latin Lessons, containing the most important parts of the grammar of the Latin language, together with appropriate exercises in the translating and writing of Latin, for the use of beginners. Gramática Latina de Anthon, Parte I (1838). online, (1846 printing)
  • Charles Anthon, An Introduction to Latin Prose Composition. Gramática Latina de Anthon, Parte II (1842). online
  • Charles Anthon, A Classical Dictionary, containing an account of the principal proper names mentioned in ancient authors, Harper and Brothers (1842). online
  • A new abridgement of Ainsworth's dictionary: English and Latin, for the use of grammar schools, por John Dymock, LL.D., nova edição americana com correções e melhorias de Charles Anthon, Filadélfia: Butler & Williams (1844). online
  • Charles Anthon, A System of Latin Versification, in a series of progressive exercises (1845). online
  • A school dictionary of Greek and Roman antiquities, reduzido do dicionário maior por William Smith, LL.D., com correções e melhorias de Charles Anthon, LL.D. (1846). online
  • Charles Anthon, A system of ancient and mediæval geography for the use of schools and colleges (1850). online
  • Charles Anthon, A Manual of Roman Antiquities, with numerous illustrations (1851). online
  • Charles Anthon, A Manual of Grecian Antiquities, with numerous illustrations (1852). online
  • Charles Anthon, A Manual of Greek Literature from the Earliest Authentic Periods to the Close of Byzantine Era (1853). online
  • A copious and critical English-Latin lexicon, baseado no dicionário Alemão-Latim do Dr. Charles Ernest Georges por Joseph Esmond Riddle e Thomas Kerchever Arnold, primeira edição americana, cuidadosamente revisada, e que contém um dicionário de nomes próprios abundantes das melhores fontes, por Charles Anthon, LL.D., Nova York: Harper and Brothers (1856). online
  • A Latin-English and English-Latin dictionary: for the use of schools, principalmente a partir dos léxicos de Wilhelm Freund, Georges, e Kaltschmidt, por Charles Anthon (1859). online
  • A School Grammar of the Latin Language por Karl Gottlob Zumpt, traduzido e adaptado por Leonhard Schmitz, corrigido e ampliado por Charles Anthon (1859). online
  • A new classical dictionary of Greek and Roman biography, mythology and geography, parcialmente baseado no Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology por William Smith, LL.D., revisado, com numerosas correções e adições, por Charles Anthon, LL.D. (1862). online

Edições escolares com comentários[editar | editar código-fonte]

  • C. Crispi Sallusti opera, omissis fragmentis, omnia: ad optimorum exemplarium fidem recensita, animadversionibus illustravit P. Wilson, LL.D., 4th ed. recensuit notasque suas adspersit Charles Anthon, Nova York: Carvill (1825). online; Charles Anthon, C. Crispi Sallustii de Catilinae conjuratione belloque Jugurthino Historiae, Nova York: Carvill (1829) online; 4ª ed., Boston (1833) online; Sallust's Jugurthine War and Conspiracy of Catiline, with an English Commentary, and Geographical and Historical Indexes, 6ª ed., Nova York: Harper and Brothers (1837) online; 6ª ed. (1838) online; 10ª ed. (1854) online
  • Charles Anthon, Caesar's Commentaries on the Gallic War; and The First Book of the Greek Paraphrase; with English Notes, Critical and Explanatory, Plans of Battles, Sieges, Etc., and Historical, Geographical, and Archaeological Indexes, Harper and Brothers (1838). online (1862 printing)
  • Charles Anthon, Q. Horatii Flacci Poëmata, Nova York: Carvill (1830). online; The Works of Horace, with English Notes, Critical and Explanatory, Harper and Brothers (1839); nova edição (1849) online (1857 printing)
  • The Greek Reader, por Frederic Jacobs, nova edição, com notas em inglês, críticas e explicativos, um índice de métrica de Homero e Anacreonte, e um léxico abundante. Por Charles Anthon. (1840). online
  • Charles Anthon, The Aeneid of Virgil, with English Notes, Critical and Explanatory, a Metrical Clavis, an Historical, Geographical, and Mythological Index, Harper and Brothers (1843). online
  • Charles Anthon, M. Tullii Ciceronis Orationes Selectae, ex recensione Johann August Ernesti, com um comentário em inglês, Londres: Priestley (1837) online; nova edição, Londres (1846) online; Select Orations of Cicero, with English Notes, Critical and Explanatory, nova edição, Nova York: Harper and Brothers (1845). online; nova edição (1849) online
  • Charles Anthon, The De senectute, De amicitia, Paradoxa, and Somnium Scipionis of Cicero, and the Life of Atticus by Cornelius Nepos, with English Notes, Critical and Explanatory (1848). online
  • Charles Anthon, The First Six Books of Homer's Iliad with English Notes, Critical and Explanatory, A Metrical Index, and Homeric Glossary, Harper and Brothers (1851). online; The first three books of Homer's Iliad, according to the ordinary text, and also with the restoration of the digamma, nova edição por Benjamin Davies, Londres (1854) online
  • Charles Anthon, The Anabasis of Xenophon, with English Notes, Critical and Explanatory, Harper and Brothers (1852). online
  • Charles Anthon, Cornelius Nepos with Notes, Historical and Explanatory, Harper and Brothers (1852). online (1871 printing)
  • Charles Anthon, The Germania and Agricola, and also Selections from the Annals, of Tacitus, with English Notes, Critical and Explanatory, (1847). online (1852 printing); (1853) online
  • Charles Anthon, The Satires of Juvenal and Persius with English Notes Critical and Explanatory, from the Best Commentators, Harper and Brothers, (1857). online
  • Hubert Ashton Holden, M.T. Ciceronis De Officiis libri tres, with marginal analysis and an English commentary, primeira edição americana corrigida e ampliada por Charles Anthon, (1859). online
  • Charles Anthon, An English commentary on the Rhesus, Medea, Hippolytus, Alcestis, Heraclidae, Supplices, and Troades of Euripides (1877). online

Irmãos[editar | editar código-fonte]

Seu irmão John Anthon foi um notável jurista. Seu irmão Henry Anthon (1795-1861) foi um notável clérigo.[1]

Notas

  1. a b Este artigo incorpora texto de uma publicação agora no domínio público: "Anthon, John". Appletons' Cyclopædia of American Biography. 1900.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]