Charles Bernstein

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Bernstein at Writers' and Literary Translators' International Conference (Stockholm, June 30, 2008)

Charles Bernstein (Nova Iorque, 4 de abril de 1950) é um poeta, crítico, editor e professor norte-americano. É um dos mais importantes membros da poesia "LANGUAGE", editor da antiga revista L=A=N=G=U=A=G=E e editor do website Sibila.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Charles Bernstein nasceu no seio de uma família judaica de Nova Iorque em 1950. Estudou na Bronx High School of Science e na Universidade de Harvard, graduando-se em 1972. Publicou seu primeiro livro, Asylums, em 1975. Entre 1978 e 1981 editou, juntamente com Bruce Andrews, os 13 números da revista L=A=N=G=U=A=G=E. No mesmo período, lançou três outros livros de poesia: Parsing (1976), Shade (1978) e Poetic Justice (1979). Em 1984, lança The L=A=N=G=U=A=G=E Book, uma seleção do que fora publicado nos três anos de revista.

De 1989 a 2003 lecionou na Universidade de Buffalo, estado de Nova Iorque, onde também co-fundou e dirigiu o Programa de Poética e o Electronic Poetry Center (EPC). Atualmente, é professor na Universidade da Pensilvânia, tendo lá iniciado o projeto PennSound.

Nas últimas décadas publicou dezenas de livros e antologias. Trabalhou com compositores como Ben Yarmolinsky, Dean Drummond e Brian Ferneyhough, para os quais escreveu o libreto de cinco óperas, e com vários artistas plásticos, dentre os quais Richard Tuttle, Mimi Gross e sua esposa, Susan Bee. É co-editor da revista literária brasileira Sibila, ao lado de Régis Bonvicino e amplo grupo de autores de renome internacional.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • Girly Man (University of Chicago Press, 2006)
  • Shadowtime (libreto para uma ópera de Brian Ferneyhough, baseada na vida de Walter Benjamin) (Los Angeles: Green Integer, 2005)
  • With Strings (Chicago: University of Chicago Press, 2001)
  • Republics of Reality: 1975-1995 (Los Angeles: Sun & Moon Press, 2000)
  • Dark City (Los Angeles: Sun & Moon Press, 1994)
  • Rough Trades (Los Angeles: Sun & Moon Press, 1991)
  • The Sophist (Los Angeles: Sun & Moon Press, 1987; reimpressão: Cambridge, Reino Unido: Salt Publishing, 2004)
  • Islets/Irritations (Nova Iorque: Jordan Davies, 1983; reimpressão: Nova Iorque: Roof Books, 1992)
  • The Nude Formalism, com Susan Bee (Los Angeles: Sun & Moon Press, 1989; reimpressão: Charlottesville, VA: Outside Voices, 2006)
  • Controlling Interests (Nova Iorque: Roof Books, 1980)
  • L E G E N D, com Bruce Andrews, Steve McCaffery, Ron Silliman, Ray DiPalma (Nova Iorque: L=A=N=G=U=A=G=E/Segue, 1980)
  • Poetic Justice (Baltimore: Pod Books, 1979)
  • Shade (College Park, MD: Sun & Moon Press, 1978)
  • Parsing (Nova Iorque: Asylum's Press, 1976)
  • Asylums (Nova Iorque: Asylum's Press, 1975)

Ensaios[editar | editar código-fonte]

  • My Way: Speeches and Poems (Chicago: University of Chicago Press, 1999)
  • A Poetics (Cambridge: Harvard University Press, 1992)
  • Content's Dream: Essays 1975-1984 (Los Angeles: Sun & Moon Press, 1986; reimpressão: Northwestern University Press, 2001)

Tradução[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Teses sobre a obra de Charles Bernstein[editar | editar código-fonte]