Charles De Wailly

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Charles De Wailly[1] (Paris, 9 de novembro de 1730 — 21 de novembro de 1798) foi um arquiteto e designer da França, uma das principais figuras do Neoclassicismo francês.

Castelo Real de Laeken(Bélgica).

Foi aluno de Jacques-François Blondel, Giovanni Niccolò Servandoni e Jean-Laurent Le Geay. Recebeu o Prêmio de Roma e foi se aperfeiçoar na Academia Francesa de Roma. Tornou-se amigo de Augustin Pajou e fez escavações nas Termas de Diocleciano. Voltando a Paris foi recebido Academia de Arquitetura e na Academia de Artes. Foi indicado arquiteto do Château de Fontainebleau, junto com Marie-Joseph Peyre, e trabalhou entre outros lugares no Castelo Real de Laeken, no Château de Menars, no Château des Ormes, no Château de Montmusard, no pequeno teatro Seneffe Casrelo, e foi nomeado conservador do museu da Academia de Artes e viajou aos Países Baixos para adquirir obras de arte. Reorganizou o centro urbano de Kassel e projetou o Palácio Sheremetev na Rússia. Sua obra principal é o Teatro Odéon, que projetou em parceira com Peyre.

Pequeno teatro de Seneffe Castelo (Bélgica).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. No seu caso a partícula De não se refere a uma origem nobre, tem origem holandesa e faz parte do seu sobrenome
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Charles De Wailly
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.