Charles Hudson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Hudson

Charles Hudson (4 de outubro de 1828 – Monte Cervino (Matterhorn), 14 de julho de 1865) foi um capelão anglicano e alpinista inglês, um dos primeiros da chamada idade de ouro do alpinismo.

Alpinista[editar | editar código-fonte]

À frente de uma expedição da qual faziam parte Edward John Stevenson, Christopher e James Grenville Smith, E. S. Kennedy, Charles Ainslie e G. C. Joad, fez em particular, em 1855, a primeira ascensão sem guia do Monte Branco depois de ter feito alguns dias em antes uma tentativa no Mont Blanc du Tacul.

O acidente[editar | editar código-fonte]

A tragédia do Monte Cervino em 14 de julho de 1865 - gravura de Gustave Doré

Depois de uma subida sem problemas do Matterhorn em 14 de julho de 1865, um jovem alpinista que o acompanhava, Hadow, escorregou, e apesar de ajuda de Michel Croz, arrasta na sua queda o próprio guia Croz, assim como Hudson e Douglas. A corda que ligava Douglas a Peter Taugwalder parte-se, salvando assim este e Edward Whymper que fechava a cordada e que na véspera tinha decidido acompanhar a expedição do reverendo.

Os corpos dos alpinistas mortos encontram-se no cemitério de Zermatt.


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Yves Ballu, Les alpinistes, Éditions Glénat, 1997

Referências