Charlie McCoy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charlie McCoy
Informação geral
Nome completo Charles Ray McCoy
Nascimento 28 de Março de 1941 (73 anos)
Local de nascimento Oak Hill, Virgínia Ocidental
 Estados Unidos
Gênero(s) Country
Ocupação(ões) Cantor e músico
Período em atividade 1961–presente
Gravadora(s) Monument, Step One, Koch Records
Afiliação(ões) Bob Dylan, Area Code 615, Barefoot Jerry, Elvis Presley, Johnny Cash

Charles Ray "Charlie" McCoy (Oak Hill, Virgínia Ocidental, 28 de março de 1941) é um músico americano conhecido por seu trabalho com uma grande variedade de instrumentos. Em sua carreira, McCoy tem apoiado vários músicos notáveis, incluindo Bob Dylan, Johnny Cash, Tom Astor, Elvis Presley, Chet Atkins e os Ween. Ele também já gravou trinta e sete álbuns de estúdio, incluindo quatorze para Monument Records. Treze de seus singles entraram nas paradas country da Billboard. Ele era um membro dos Area Code 615 e Barefoot Jerry.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido Charles Ray McCoy, sua família se mudou para a vizinha Fayetteville, quando ele era um menino e depois para Miami, Florida. Aos oito anos, começou a tocar a gaita e violão e mais tarde, em sua adolescência, ele também aprendeu a tocar baixo e trompete. Quando membros do corpo docente de Miami descobriram que ele estava tocando rock and roll para uma quadrilha eles o advertiram-no sobre continuar com este "forma inferior de música". McCoy respondeu que ele estava disposto a deixar seu trabalho na dança do celeiro se eles fossem lhe dar uma bolsa de estudos. O corpo docente rejeitou seu pedido.[1]

McCoy comprou uma bateria e se juntou à banda de John Ferguson, entretanto, não tiveram sucesso e logo eles se desfizeram. Ele se juntou aos Wayne Moss como baixista se apresentando em Fort Campbell, no Kentucky.[1] Chet Atkins ouviu uma das fitas demo de McCoy e imediatamente contratou ele em maio de 1961. Assim, sua primeira gravação como um tocador de gaita estava em uma canção, "I Just Don't Understand", de Ann-Margret pela RCA.[2]

Ele passou a tocar gaita para outros músicos, Elvis Presley, Perry Como, Joan Baez, Johnny Cash, Buffy Sainte-Marie, Kris Kristofferson, Paul Simon, Ringo Starr, Barefoot Jerry, o LP Gene Summers in Nashville e Ween.[3]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum US Country Billboard 200 Selo
1967 The World Monument
1972 The Real McCoy 2 98
Charlie McCoy 7 120
1973 Good Time Charlie 1 155
The Fastest Harp in the South 2 213
1974 The Nashville Hit Man 13
Christmas with Charlie
1975 Charlie My Boy 36
Harpin' the Blues 34
1976 Play It Again Charlie 48
1977 Country Cookin MG 7612'
Stone Fox Chase
1978 Greatest Hits
1979 Appalachian Fever
1988 13th Step One
1989 Beam Me Up Charlie
1992 Appalachian Fever
1995 American Roots Koch

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Posição no gráfico Álbum
US Country US
[4]
CAN Country
1961 "Cherry Berry Wine" 99 apenas singles
1972 "Today I Started Loving You Again" 16 13 The Real McCoy
"I'm So Lonesome I Could Cry" 23 21 Charlie McCoy
"I Really Don't Want to Know" 19 19
1973 "Orange Blossom Special" 26 101 24 Good Time Charlie
"Shenandoah" 33 37
"Release Me" 33 55 Fastest Harp in the South
1974 "Silver Threads and Golden Needles" 68 The Nashville Hit Man
"Boogie Woogie" (com Barefoot Jerry) 22 24
"I Can't Help It"
"Blue Christmas" Christmas with Charlie
1975 "Everybody Stand Up and Holler for the Union" Charlie My Boy
"Juke"
"Pots and Pans" Play It Again Charlie
"Columbus Stockade Blues" Harpin' the Blues
1976 "Wabash Cannonball" 97 Play It Again Charlie
1977 "Summit Ridge Drive" (com Barefoot Jerry) 98
"Amazing Grace" Country Cookin'
"Foggy River"
1978 "Fair and Tender Ladies" 30 35 Appalachian Fever
"Drifting Lovers" 96
1979 "Midnight Flyer" 94
"Ramblin' Music Man" 94
1981 "Until the Nights" (com Laney Smallwood) 94 apenas singles
1983 "The State of Our Union" (com Laney Smallwood como Laney Hicks) 74
1989 "I'm So Lonesome I Could Cry" (regravação) 13th
1990 "One O'Clock Jump"

Referências

  1. a b Billboard 21 de dezembro de 1974, His Monumental Ten Years by Bill Williams, Nielsen Business Media, página 41.
  2. Kosser, p. 101.
  3. Ankeny, Jason. Charlie McCoy - Album Highlights (em inglês) All Media Guide Allmusic. Visitado em 04 de fevereiro de 2014.
  4. Whitburn, Joel. Top Pop Singles 1955–2010 (em ). [S.l.]: Record Research, Inc, 2011. p. 584. ISBN 0-89820-188-8.
  • Kosser, Michael (2006), How Nashville Became Music City U.S.A: 50 Years of Music Row, Hal Leonard Corp.