Charlie Pace

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde setembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.


Charlie
Personagem de Lost
Dominic Monaghan 2003.jpg
Dominic Monaghan interpretou Charlie Pace.
Nome Charlie Pace
Residência
formal
Manchester, Inglaterra
Profissão (Formal) músico
Interpretado por(s) Dominic Monaghan
Projeto Lost

Charlie Pace é um personagem da série de televisão Lost, da ABC, interpretado por Dominic Monaghan.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.


Biografia[editar | editar código-fonte]

Anterior ao Vôo 815 da Oceanic[editar | editar código-fonte]

Charlie Hieronymus Pace é um músico de Manchester, Inglaterra. Ele é o ex-baixista e principal compositor da Drive Shaft, uma banda de rock que formou com seu irmão, Liam. Charlie originalmente fica muito hesitante de tirar proveito do sucesso crescente da Drive Shaft, mas é convencido, no final das contas, por Liam a participar do futuro da banda, depois que Liam explica que Charlie "é a banda". Charlie exige que Liam faça uma promessa de que eles dissolveriam a banda se, em algum momento, achassem que estava sendo demais do que podiam suportar. A fama da Drive Shaft aumenta e Charlie percebe que Liam está se tornando mais controlador em relação à banda e mais auto-destrutivo em seu vício com drogas. Pouco antes de uma apresentação, Charlie lembra a Liam de sua promessa de terminar a banda, mas Liam irrompe gritando que ele é a banda agora. Sozinho no camarim e atormentado ao perceber que ele deixou as coisas irem longe demais, Charlie usa o estoque de heroína de Liam ("The Moth").

O sucesso da Drive Shaft eventualmente desaparece e a banda é reduzida a usar seu sucesso, "You All Everybody", em um comercial de fraldas. Charlie começa a escrever novas canções num esforço de fazer a banda voltar ao topo. Porém, ele chega em casa um dia para descobrir que seu piano desapareceu. Liam diz a Charlie que ele o vendeu para comprar uma passagem de avião para Sydney, para onde a filha de Liam e sua mãe se mudaram, e aonde ele pretende entrar em uma clínica de reabilitação ("Fire + Water").

Sem a banda, Charlie recorre ao roubo para manter seu vício em heroína. Ele tem um romance com uma mulher rica chamada Lucy, em uma tentativa de roubá-la, mas desenvolve um amor sincero por ela. Seu relacionamento chega ao fim quando Lucy descobre as intenções originais de Charlie ("Homecoming"). Charlie encontra uma oportunidade para a Drive Shaft embarcar em uma turnê de oito semanas, abrindo os shows de outra banda, e vôa até a Austrália para convencer Liam a voltar à banda. Liam, agora casado, sóbrio e estável, declina a volta ao estilo de vida de uma estrela do rock. Liam tenta fazer com que Charlie permaneça em Sydney e entre em um programa de tratamento contra drogas, mas Charlie vai embora ("The Moth").

Na Ilha[editar | editar código-fonte]

1a Temporada[editar | editar código-fonte]

A Queda[editar | editar código-fonte]

Desde que chegou à ilha, Charlie se envolveu em várias decisões importantes. Ele lida com a abstinência de seu vício depois de queimar o resto do seu estoque em "The Moth". Então, ele e Claire são raptados por Ethan e ele quase morre quando Ethan o venda e deixa-o para morrer enforcado em uma árvore. Ele está quase em coma depois deste incidente, apenas conseguindo dizer "Eles queriam apenas a Claire". Rose eventualmente o ajuda a lidar com seus sentimentos. Depois da fuga de Claire, Ethan volta atrás dele com a ameaça de matar os sobreviventes restantes, um por um, até que entreguem Claire a ele. Quando Ethan prova que estava falando sério, matando Scott Jackson, os sobreviventes principais planejam capturá-lo. Na luta que se segue, Charlie resolve fazer justiça com suas próprias mãos e atira em Ethan, matando-o ("Homecoming"), dizendo que era o que tinha que ser feito, pois ele nunca deixaria de perseguí-los.

Caçada[editar | editar código-fonte]

Em "Exodus", Danielle Rousseau rapta a criança de Claire. Enqüanto a persegue, Charlie segue Sayid até o aeroplano onde Boone se feriu mortalmente. Sem saber que Charlie é um viciado em recuperação, Sayid casualmente menciona que a carga de heroína do aeroplano estava escondida dentro de estatuetas religiosas. Charlie pegou pelo menos sete das estátuas da Virgem Maria do aeroplano. Ele era muito protetor com elas.

Descoberta[editar | editar código-fonte]

Em "Adrift", Claire descobre a estátua da Virgem Maria na mochila de Charlie e pergunta de onde ela veio. Ele diz que a encontrou na selva, mas não menciona que ela contém heroína.

2a temporada[editar | editar código-fonte]

O Segredo Desconhecido[editar | editar código-fonte]

Depois que os outros personagens abrem a escotilha, Charlie se sente enganado em relação a todos os segredos da ilha, então ele segue Locke na esperança de receber algumas respostas, que Locke dá. Hurley entrega manteiga de amendoim para Charlie e ele a dá para Claire. Claire também menciona a Locke que Charlie tem uma estátua da Virgem Maria. Locke se surpreende porque achava que Charlie havia superado seu vício. Depois que Charlie comenta que Claire tem muito o que aprender sobre ser uma mãe e que está sendo "irresponsável", Locke diz que é uma coisa estranha para um viciado em heroína dizer. Charlie responde que é um viciado em recuperação.

Perda de Confiança[editar | editar código-fonte]

Em "The 23rd Psalm", Charlie diz a Eko que seu irmão o ajudou a começar a usar heroína e que ele tentou impedir que seu irmão se viciasse nela. Claire expulsa Charlie quando suspeita que ele voltou a se drogar. Charlie começa a juntar as estátuas em um lugar secreto na selva.

Tentando se Reconcilhar[editar | editar código-fonte]

Em "Fire + Water", Charlie tem uma série de sonhos que o levam a acreditar que Aaron está em perigo. Ele conversa com Eko, que sugere que Aaron pode precisar ser batizado. Mais tarde, Locke encontra Charlie com seu estoque com uma estátua nas mãos. Locke confisca as drogas e diz a Charlie que ele perdeu o privilégio de acreditarem nele. Naquela noite, Charlie começa um incêndio como distração, rouba Aaron de Claire e corre para o oceano. Claire vê Charlie e corre atrás dele, gritando. Charlie diz que está tentando batizar o bebê, mas logo é cercado. Ele entrega o bebê de volta a Locke, que o deixa com Claire. Locke então o soca na cara repetidamente. Charlie é deixado sozinho na beira da praia, cambaleante, enquanto os outros vão embora. De manhã, Jack costura pontos no rosto de Charlie, que admite que iniciou o incêndio, mas diz que não está usando heroína.

Excluidos[editar | editar código-fonte]

Em "The Long Con", Charlie ajuda Sawyer com seu golpe para conseguir todas as armas que estavam trancafiadas na escotilha, abduzindo Sun. Depois de tomar o controle da ilha, Sawyer oferece a ele uma das estátuas da Virgem Maria, mas Charlie a recusa e responde dizendo que teria roubado uma se quisesse. Ele diz que apenas participou do golpe de Sawyer para humilhar Locke por causa do que tinha acontecido antes.

Embora Charlie seja visto de maneira diferente pelos outros sobreviventes depois de ter seqüestrado Aaron, Sayid ainda o trata de maneira normal, principalmente porque lembra que Charlie quase foi morto por Ethan. Ele até se sente confortável a ponto de levar Charlie consigo na procura pelo balão de "Henry Gale". Charlie ajuda Mr. Eko em seu projeto de construção, embora, inicialmente, Mr. Eko não conte a ele que estão construindo uma igreja.

Redenção[editar | editar código-fonte]

Charlie tenta remediar seu relacionamento com Claire. Ele encontra vacinas na escotilha e as oferece a Claire, para que Aaron possa ser imunizado. Ela fica grata e até segura a mão de Charlie durante o funeral de Libby. Infelizmente, Eko decide interromper a construção da igreja, acreditanto que a escotilha e o botão sejam algo mais importante. Charlie fica bravo com a decisão de Eko, então tenta continuar a construção sozinho (sem muito sucesso). Vincent, o cachorro, leva até ele, para descrença de Charlie, outra estátua da Virgem Maria. Ele segue Vincent até o estoque descoberto de Sawyer, com as estátuas, mas Charlie decide atirá-las no oceano, cena que Locke testemunha.

Em "Live Together, Die Alone", Eko emerge da escotilha para pedir ajuda a Charlie. Locke e Desmond o expulsaram da escotilha e planejam não apertar o botão. Embora Charlie esteja irritado com Eko por abandonar a ele e à igreja, Eko o convence de que algo terrível acontecerá se o botão não for apertado. Charlie leva Eko até a dinamite restante do que foi usada para abrir a escotilha. Enquanto Charlie vê Eko colocando a dinamite no lugar onde a porta de metal selou a escotilha, ele tenta convencer Locke a abri-la, sem efeito algum. A dinamite é acesa e explode, lançando-o no ar quando Charlie tentava se proteger.

Charlie acorda mais tarde com um zumbido ensurdecedor em seus ouvidos. Eko ainda está inconsciente, então Charlie tenta acordá-lo. Enqüanto isso, a força eletromagnética da escotilha sai de controle porque o botão não foi apertado. Charlie começa a carregar Eko para fora, mas a tarefa é muito perigosa por causa dos objetos de metal agora voando pelo ar. Quando as portas da escotilha abrem novamente, Eko acorda e pede que Charlie fuja.

O que aconteceu depois à escotilha é desconhecido. Charlie escapou de alguma forma com ferimentos leves, incluindo uma aparente perda de audição. Ele não percebe que Locke, Eko e Desmond ainda estão desaparecidos, embora fique surpreso com o fato de que Locke e Eko ainda não voltaram. Naquela noite, Claire e Charlie se beijam.

3a temporada[editar | editar código-fonte]

Depois de tudo isso, Desmond volta da escotilha tendo flashes do futuro, e prevê a morte de Charlie. Desmond tenta evitar a morte de Charlie, mas a morte é inevitável, sabendo disso, Desmond fala com Charlie que tudo que ele fizer será inútil, porque a morte sempre virá de uma forma diferente. Depois de salvar a vida de Charlie diversas vezes, Desmond tem uma visão de Claire sendo resgatada da ilha por um helicóptero, mas, nessa visão, Charlie morre afogado em uma sala. Desmond explica para Charlie que a Claire só será resgatada se Charlie morrer assim como ele previu, porque se um fato for alterado, todo o resto será.

No meio de toda essa história, Desmond tem uma visão de que sua namorada Penny cai na ilha tentando resgata-lo e vai em busca dela. Tudo acontece como em sua visão, mas a mulher que caiu na ilha não era sua namorada, mas sim uma mulher que dizia ter sido mandada por Penny para resgatar Desmond. Essa mulher que caiu na ilha, Naomi, trouxe um telefone que mantém contato com um barco que está esperando seu sinal para achar a ilha, mas, Juliet diz que os hostis bloquearam o sinal de rádio da ilha, e que para poder religar esse sinal, tinham que nadar até uma estação no fundo do mar. Então, Charlie se oferece para religar esse sinal.

Desmond vai com Charlie até essa estação, chegando lá, Desmond diz que Charlie não precisava fazer aquilo, e tenta ir no lugar de Charlie para protegê-lo, mas Charlie da uma porrada na cabeça de Desmond e vai mesmo sabendo que pode morrer. Chegando nessa estação, ele encontra duas mulheres que tomam conta dessa estação, e elas prendem ele e ligam para o Ben que manda Mikhail para verificar a situação nessa estação. Depois disso, Desmond acorda e vai pra a estação, chegando lá, ele se esconde, até que chega Mikhail, e começa um confronto. No final Desmond e Charlie conseguem vencer todos, e Charlie Liga o sinal, enquanto Desmond tenta arranjar equipamentos de mergulho para sair da estação. Charlie consegue abrir sinal com Penny e ela diz que não tinha mandado barco nenhum. Desmond percebe que Mikhail, que ele pensava estar morto, aparece do lado de uma janela na cabine onde está Charlie e explode uma granada que faz a água entrar na estação, então Charlie tranca a porta de sua cabine, impedindo que a água inunde o resto da estação. Na porta dessa cabine tem uma janelinha de vidro, onde Charlie manda a seguinte mensagem para Desmond: "Not Penny's Boat" [não é o barco da Penny]. E então, Charlie morre afogado, assim como na visão de Desmond.

Fora da Ilha[editar | editar código-fonte]

Num flashfoward(Flash do futuro)onde Hurley está em uma loja de conveniência fora da ilha ele vê Charlie. Isso faz com que ele fuja, e é eventualmente detido pela polícia. Em uma quarto de interrogatorio, Hurley vê na janela que mostra o oceano alguem. Charlie,de capuz, nadando até a janela, e coloca a mão, que tem escrita "They Need You"(Eles precisam de voce) escrita por ele, similar ao estilo do "Not Penny's Boat"(Nao e o barco da Penny).E depois o vidro da sala explode,e começa encher com água,que era na verdade uma alucinaçao. Este incidente (Hurley e da reacção dele) faz com que hurley retorne ao hospital psiquiátrico, onde mais uma vez vê Charlie. Charlie fala com ele, e diz que ele mesmo(Charlie) está morto,e também que ele é real, e aparecendo para Hurley. Então diz Que Hurley tem alguma coisa para fazer. Hurley começa a contar ate cinco, dizendo que Charlie terá desaparecido quando ele terminar contagem. Charlie fica repetindo para Hurley que "eles precisam dele." Após a contagem de cinco, Hurley abre seus olhos e vê que Charlie desapareceu.

6ª Temporada[editar | editar código-fonte]

Charlie reaparece na realidade paralela(Realidade em que o voo 815 não cai na ilha)com um visual igual no episódio que Hurley vê ele no flashfoward.Charlie está no banheiro do avião fazendo uso de heroína quando o Jack é chamado para prestar socorro pois ele estava se asfixiando.Charlie sobrevive mas é detido.

Drive Shaft[editar | editar código-fonte]

Drive Shaft foi formada em Manchester, Inglaterra, pelos irmãos Charlie e Liam Pace. A banda experimentou um sucesso explosivo nas paradas depois que sua canção "You All Everybody" se tornou um hit tanto no Reino Unido quanto nos Estados Unidos. Os irmãos lutam com o vício em heroína, que acaba os separando. Depois de um intervalo parado, Charlie consegue arranjar uma turnê de oito semanas para a volta da banda, abrindo os shows da banda "Metal Coat" nos Estados Unidos. Infelizmente, Liam agora vive na Austrália com uma família. Charlie viaja para vê-lo, tentando persuadí-lo a se juntar à turnê de retorno, dizendo "eles não contratarão a Drive Shaft sem você". Quando Liam diz que não quer voltar, um Charlie furioso vai embora para pegar um vôo para Los Angeles, presumivelmente para começar a turnê de qualquer forma.

Trivia[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Charlie originalmente seria uma estrela de rock de quarenta e um anos que perdeu as graças do público, mas a equipe responsável pelo elenco gostou tanto do teste de Dominic Monaghan para Sawyer que ele recebeu o papel de Charlie.[carece de fontes?]
  • Os personagens Charlie e Liam na banda Drive Shaft têm como inspiração os Irmãos Gallagher (Liam e Noel) da banda Oasis.[carece de fontes?]