Joey Ramone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Charlotte Lesher)
Ir para: navegação, pesquisa

NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde novembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Joey Ramone
Informação geral
Nome completo Jeffrey Ross Hyman
Nascimento 19 de maio de 1951
Local de nascimento
 Estados Unidos
Origem Queens, Nova Iorque
Data de morte 15 de abril de 2001 (49 anos)
Gênero(s) Punk rock
Instrumento(s) vocal, Bateria
Período em atividade 1974 – 2001
Afiliação(ões) The Ramones
Página oficial JoeyRamone.com

Joey Ramone, nome artístico de Jeffrey Ross Hyman (Nova Iorque, 19 de maio de 1951Nova Iorque, 15 de abril de 2001) foi um vocalista norte-americano e letrista, sendo seu trabalho mais conhecido a banda de punk rock Ramones. Junto com seu companheiro de banda Johnny Ramone (John Cummings), foram os únicos membros que permaneceram desde o início da banda até o fim em 1996.

Hyman cresceu em Forest Hills, no Queens, em uma comunidade de judeus. Teve uma vida bastante conturbada, o que inspirou o som "We're A Happy Family", do álbum Rocket to Russia. Seus pais se divorciaram no começo de 1960. Sua mãe, Charlotte Lesher (1926-2007), encorajou um interesse na música em ambos os filhos: Joey e seu irmão mais novo, Mitchell (que atende pelo pseudônimo de Mickey Leigh).

Leigh, irmão de Joey, no DVD End of the Century: The Story of the Ramones, diz que Joey tinha TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e que ele era considerado esquisito e solitário. No mesmo DVD, Joey diz que a música salvou sua vida e seu irmão diz que ele se sentia bem e que ele era diferente ao cantar e que aquilo era um incentivo para ele deixar suas inseguranças e sua timidez de lado. Ele escreveu a música, "The KKK Took My Baby Away" devido ao Johnny Ramone lhe ter roubado a namorada, eles mal se falavam depois disso.

Joey morreu de linfoma em 15 de abril de 2001, no Presbyterian Hospital da cidade de Nova Iorque. Ele aparentemente conviveu com linfoma durante cerca de 4 anos, já que ele foi examinado numa clínica especializada em câncer em meados dos anos 1990. Encontra-se sepultado no Hillside Cemetery, Lyndhurst, Condado de Bergen, Nova Jérsei nos Estados Unidos.[1]

O músico tem um álbum solo (póstumo) que foi lançado em 2002, um ano após a sua morte (e ano também que os Ramones entraram para o Rock and Roll Hall of Fame). Este álbum, intitulado de "Don't Worry About Me", contém a regravação de "What a Wonderful World".

Após vários anos de desenvolvimento, seu segundo álbum solo, intitulado "Ya Know?", foi lançado em 22 de maio de 2012.

Joey Ramone Place, em Nova Iorque


Discografia[editar | editar código-fonte]

Ramones[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "Blitzkrieg Bop" (1976)
  • "I Wanna Be Your Boyfriend" (1976)
  • "I Remember You" (1977)
  • "Swallow My Pride" (1977)
  • "Sheena Is a Punk Rocker" (1977)
  • "Rockaway Beach" (1977)
  • "Do You Wanna Dance?" (1978)
  • "Don't Come Close" (1978)
  • "Needles and Pins" (1978)
  • "She's the One" (1979)
  • "Rock 'n' Roll High School" (1979)
  • "Baby, I Love You" (1980)
  • "Do You Remember Rock 'n' Roll Radio?" (1980)
  • "We Want the Airwaves" (1981)
  • "She's a Sensation" (1981)
  • "Psycho Therapy" (1983)
  • "Time Has Come Today" (1983)
  • "Howling at the Moon" (Sha-La-La)" (1984)
  • "Chasing the Night" (1985)
  • "My Brain is Hanging Upside Down (Bonzo Goes to Bitburg)" (1985)
  • "Somebody Put Something in My Drink" (1986)
  • "Something to Believe In" (1986)
  • "Crummy Stuff" (1986)
  • "A Real Cool Time" (1987)
  • "I Wanna Live" (1987)
  • "Pet Sematary" (1989)
  • "I Believe in Miracles" (1989)
  • "Poison Heart" (1992)
  • "Strength to Endure" (1992)
  • "Touring" (1993)
  • "Journey to the Center of the Mind" (1993)
  • "Substitute" (1993)
  • "7 and 7 Is" (1994)
  • "I Don't Want to Grow Up" (1995)
  • "The Crusher" (1995)
  • "R.A.M.O.N.E.S." (1996)

Trabalhos solo[editar | editar código-fonte]

Releases[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Joey Ramone