Chatham House

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Chatham House, anteriormente conhecida como Royal Institute of International Affairs, é uma organização sem fins lucrativos, não governamental, sediada em Londres, cuja missão é analisar o conhecimento e promover uma melhor compreensão dos principais temas políticos internacionais. É considerada uma das mais importantes instituições em nessa área. Seu nome é inspirado no nome da sua sede, uma casa do século XVIII situada na St. James's Square, projetada em parte por Henry Flitcroft e ocupada por três primeiros-ministros britânicos, inclusive William Pitt, 1° Conde de Chatham.

O atual presidente do Conselho da Chatham House (2013) é Stuart Popham.[1]

A atividade de pesquisa da instituição se estrutura em quatro departamentos : energia, ambiente e recursos naturais, economia internacional e direito internacional, que comprende, juntamente com o programa de direito internacional propriamente dito, programas regionais na África, Américas, Ásia, Europa, Oriente Médio e Norte da África, Rússia e Eurásia.[2]

A organização foi considerada pela revista Foreign Policy como o think-tank mais importante do mundo - fora dos Estados Unidos - incluindo-a no seleto grupo de think-tanks que são regularmente consultados para criar novas agendas e empreender novas iniciativas.[3]

Chatham House Rule[editar | editar código-fonte]

A Chatham House é a origem da regra de anonimato conhecida como Chatham House Rule ("Regra de Chatham House"), que prevê que os participantes de um seminário possam discutir externamente o que foi dito durante o encontro, sem no entanto mencionar quem participou da reunião ou o que um determinado participante disse. A regra foi criada para facilitar a discussão aberta sobre questões controversas ou impopulares, por pessoas que, de outra forma, talvez não pudessem falar livremente.[4] Entretanto, na maioria dos seminários da Chatham House a regra de anonimato não tem sido aplicada .

Chatham House Prize[editar | editar código-fonte]

O Chatham House Prize é um prêmio anual concedido ao estadista eleito pelos membros da Chatham House como sendo aquele que deu a mais significativa contribuição para a melhoria das relações internacionais, naquele ano. A seleção é feita pela equipe de pesquisa da Chatham House e pelos três presidentes: Lord Ashdown, Sir John Major e a Baronesa Patricia Scotland. A escolha se dá por votação secreta, da qual participam todos os membros da Chatham House.

No ano de 2009 o estadista premiado com o Chatham House Prize foi o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva [5]

Referências

  1. Chatham House. Patron, Presidents, Council and Directors
  2. Chatham House. Research.
  3. McGann, James. "Foreign Policy: The Think Tank Index", Foreign Policy, 2009-02-01. Página visitada em 2010-01-04.
  4. Uma adivinhação em Berlim. Por Flávio Aguiar. Carta Maior, 5 de julho de 2013.
  5. Chatham House Prize 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Organizações não governamentais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.