Chatt al-Arab

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Chatt-al-Arab/Arvand Rūd
O Shatt-al-Arab
Comprimento c. 200 km
Nascente confluência entre Tigre e Eufrates
Foz Golfo Pérsico
País(es)  Irã,  Iraque
Mapa da região do Chatt-al-Arab.

O Chatt al-Arab, em ortografia francesa, Shatt al-Arab, em ortografia inglesa, ou Xatalárabe[1] ou Chate Alárabe, em ortografia portuguesa (شط العرب xaTT al'arab, em árabe, "Costa dos Árabes"; اروندرود) ou rio Arvand (Arvand Rūd, em persa) é um rio do Oriente Médio, formado pela confluência dos rios Tigre e Eufrates, que desagua no Golfo Pérsico após um percurso de cerca de 200 km.

O Tigre e o Eufrates confluem na cidade iraquiana de Al-Qurná, na província de Baçorá. O talvegue da porção meridional do rio, até o encontro com o golfo, constitui a fronteira entre Irão e Iraque. Sua largura varia de 232 m (em Baçorá) até 800 m (na sua foz).

Nas margens do Chatt al-Arab estão portos acessíveis a navios de alto-mar, como Baçorá e Fao, no Iraque e Khorramshahr e Abadã, conhecida pela gigantesca refinaria, no lado iraniano.

O Chatt al-Arab foi local de confrontos durante a Guerra Irã-Iraque entre 1980 e 1988.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Irão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Iraque é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.