Chaturanga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Peças de Chaturanga
Chess kll44.pngChess kdl44.png राजा (Ràja,Rei)
Chess qll44.pngChess qdl44.png काउंसेलर (Mantri,Conselheiro)
Chess rll44.pngChess rdl44.png कोच (Ratha,Carruagem ou Torre)
Chess bll44.pngChess bdl44.png Gaja (Elefante)
Chess nll44.pngChess ndl44.png Ashva (Cavalo)
Chess pll44.pngChess pdl44.png Padàti/Bhata (Infantaria) (Peão)
Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 torre preta em a8 cavalo preto em b8 bispo preto em c8 rei preto em d8 dama preta em e8 bispo preto em f8 cavalo preto em g8 torre preta em h8 8
7 peão preto em a7 peão preto em b7 peão preto em c7 peão preto em d7 peão preto em e7 peão preto em f7 peão preto em g7 peão preto em h7 7
6 6
5 5
4 4
3 3
2 peão branco em a2 peão branco em b2 peão branco em c2 peão branco em d2 peão branco em e2 peão branco em f2 peão branco em g2 peão branco em h2 2
1 torre branca em a1 cavalo branco em b1 bispo branco em c1 dama branca em d1 rei branco em e1 bispo branco em f1 cavalo branco em g1 torre branca em h1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Chaturanga: A posição das peças ao início do jogo. Note que os Ràjas não ficam frente a frente, o Ràja branco começa na casa e1 e o Ràja preto na casa d8.
Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 cruz em a8 cruz em d8 cruz em e8 cruz em h8 8
7 7
6 6
5 cruz em a5 cruz em d5 cruz em e5 cruz em h5 5
4 cruz em a4 cruz em d4 cruz em e4 cruz em h4 4
3 3
2 2
1 cruz em a1 cruz em d1 cruz em e1 cruz em h1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.
Ashtāpada, tabuleiro 8×8 sem xadrez, as vezes com marcas especiais, sobre o qual se jogava Chaturanga.

Chaturanga é um antigo jogo de tabuleiro indiano que se acredita ter originado o Jogo de Xadrez, o Shogi e o Makruk, e é relacionado com o Xiang Qi (ou Janggi). Surgiu provavelmente no Século VI d.C., sendo considerado o predecessor do Shatranj que, por sua vez, veio a originar o xadrez moderno.

Assim como nos jogos de tabuleiro atuais, o chaturanga se joga com dois jogadores, mas também há uma versão para quatro jogadores, o Chaturaji.

Origem[editar | editar código-fonte]

Não é possível estabelecer uma comparação entre o chaturanga e jogos de tabuleiro mais antigos. O conhecimento de jogos de tabuleiros indianos mais antigos é vago porque a literatura Brahmane e Sutras era religiosa e quase totalmente poética. Somente literaturas posteriores incluiam objetos seculares. Embora termos indicando jogos de tabuleiro sejam vagos em relação as regras, o termo Ashtāpada (8x8) e dasapada (10x10) são úteis pois empregam o mesmo tabuleiro monocromático que outras variantes de xadrez antigas. O significado da palavra Ashtāpada é estabelecido por Patañjali no livro Mahābhāshya escrito no século II, como um tabuleiro em que cada linha tem oito casas monocromáticas, sendo o termo um objeto familiar.[1]

Chaturanga é um adjetivo composto por duas palavras, chatur que significa "quatro" e anga que significa "membro" e tem o significado literal de "quadripartido". Em seu sentido original aparece no Rigvēda em referência as quatro partes do corpo humano e no Shatapatha Brahmana. O termo apareceu também no Mahābhārata que existe desde o século V, Ramayana (Séc. V a.C.), Nitisara (Kamandaki) do início da era cristã e no atharva veda Parsistas (~250) tanto com a palavra bata (exército) ou como substantivo neutro ou feminino no sentido de "exército composto por quatro membros" e "exército" em geral, ficando claro o uso da palavra como nome do exército em sânscrito.[2]

O significado destas quatro partes fica claro da conexão da palavra chaturanga com bigas, elefantes, cavalaria e infantaria no Ramayana, no Mahābhārata e no Amarakosa no qual o exército é expressamente chamado de hasty-ashwa-ratha-padatam que era a composição do exército desde IV a.C. de acordo com relatos gregos da invasão do noroeste indiano por Alexandre, o grande. O historiador grego Megástenes passou algum tempo na corte de Pataliputra no Séc. III a.C. e afirmou que havia seis divisões no exército: Elefantes, Bigas, Cavalaria, Soldados, suprimentos e barcos. (hasty-aswa-ratha-padati-senepati-karmakara).[3]

As regras do jogo[editar | editar código-fonte]

O jogo começa conforme a imagem ao lado.

  1. Peças pretas, da esquerda para a direita (do ponto de vista do jogador com as peças pretas): Ratha (Torre), Ashva (Cavalo), Gaja (Elefante), Mantri (Conselheiro), Ràja (Rei), Gaja, Ashva e Ratha na fileira de trás, e os oito Padàti/Bhata (Peões) na fileira da frente.
  2. Peças brancas, da esquerda para a direita (do ponto de vista do jogador com as peças brancas): Ratha, Ashva, Gaja, Mantri, Ràja, Gaja, Ashva e Ratha na fileira de trás, e os oito Padàti/Bhata (Peões) na fileira da frente.
Note que: Diferente do xadrez ocidental, aqui os reis (Ràjas) não ficam frente a frente!
  • O Ràja pode se mover uma casa para qualquer lado, podendo também fazer um único movimento de Ashva durante a partida desde que não tenha sido ameaçado (posto sob cheque) antes;
  • O Mantri move uma casa na diagonal;
  • O Gaja move duas casas na diagonal, podendo saltar uma peça que esteja no caminho.
  • O Ashva se move em "L", fazendo um movimento equivalente à diagonal de um retângulo de 3x2 casas;
  • A Ratha move para frente, para trás ou para os lados, quantas casas o jogador quiser;
  • O Padàti/Bhata move uma casa para frente, e captura em uma casa para a diagonal (para frente e para a direita, ou para frente e para a esquerda, nunca para trás).

Os Bhata podem promover quando eles chegam na última fileira do tabuleiro, mas somente para o mesmo tipo de peça que estava no início da partida na casa ao qual ele chegou. Exemplo: quando um Bhata branco move para a casa onde inicialmente estava um Ashva, ele é promovido a Ashva . Porém, a promoção só é possível se o jogador já tenha perdido a peça a ser promovida.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Murray (1913), p.32-35
  2. Murray (1913), p.42
  3. Murray (1913), p.43-44

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Murray, H. J. R. 1913. A History of Chess. Oxford University Press London.
Ícone de esboço Este artigo sobre enxadrismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.