Cherdyn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cherdyn em 1912.

Cherdyn ou Tcherdyn (em russo: Че́рдынь, transl. Tchérdyn' ; em komi: Чердін, Čerdin) é uma cidade no Krai de Perm, na Rússia. O rio Kolva cruza a cidade, que tem uma população de 5.756, de acordo com o censo russo de 2002.

História[editar | editar código-fonte]

As autoridades locais anunciam Cherdyn aos turistas como a capital do antigo Principado da Grande Pérmia;[1] [2] esta informação teria como base estudos feitos pelo historiador sueco A. M. Strinnholm,[3] e pelo célebre autor russo N. M. Karamzin.[4] Strinnholm mencionou que a última viagem dos vikings escandinavos a Bjarmia (ou seja, a "Grande Pérmia") teria ocorrido em 1222. Quatro navios bem-equipados de Haquino IV da Noruega teriam incendiados as cidades do local, e após isto o comércio de peles entre a Grande Pérmia e a Europa Ocidental teria passado a ser possível apenas através da República de Novgorod russa, que havia se tornado soberana de todo o norte da Rússia.

Após a centralização dos principados russos feita pelos grãos-duques de Moscou, os príncipes da Pérmia, que já tinham adotado nomes russos, tornaram-se seus vassalos. A região da Grande Pérmia e de Cherdyn fornecia uma grande quantidade de prata, paga como tributo de Moscou à Horda Dourada. As tensões entre Moscou e Novgorod levaram à guerra de 1471, na qual a República de Novgorod foi anexada pelo Grão-Ducado de Moscou. No ano seguinte Cherdyn, Pokcha e todas as outras cidades da Grande Pérmia foram conquistadas.

O principal forte dos moscovitas foi construído em Pokcha (Покча́), outra cidade situada a sete quilômetros ao norte de Cherdyn, porém acabou sendo incendiado pelas tribos locais no início do século XVI. Cherdyn, juntamente com toda a Pérmia, ainda era governada pela dinastia Velikopermsky de príncipes locais, até 1505; após este ano o czar passou a enviar um governador de Moscou, e Cherdyn tornou-se sua residência oficial.

Desde a conquista russa da Sibéria, ocorrida meio século mais tarde, Cherdyn perdeu sua importância. Atualmente é uma típica cidade russa antiga, célebre como o local onde Osip Mandelstam passou seu exílio, em 1934.

Referências

  1. Artigo sobre a Pérmia (em inglês.
  2. Artigo sobre Cherdyn. (em inglês)
  3. Strinnholm, A. M. Svenska folkets historia fran aldesta till narvarande tider, de 1835.
  4. Karamzin, N. M. História do Estado Russo, de 1815.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Brumfield, William. Cherdyn: Architectural Heritage in Photographs (Moscou: Tri Kvadrata, 2007) ISBN 9785946070744

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cherdyn

60° 24' 6" N 56° 28' 46" E