Chimaira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chimaira
Chimaira live in Auckland, NZ.jpg
Chimaira ao vivo em Auckland em 2008.
Informação geral
Origem Cleveland, Ohio
País  Estados Unidos
Gênero(s) Metalcore[1]
Groove metal[1] [2]
NWOAHM[3]
Período em atividade 19982014
Gravadora(s) Roadrunner Records
Ferret Music
Nuclear Blast
Página oficial chimaira.com
Integrantes Mark Hunter
Emil Werstler
Austin D'Amond
Matt Szlachta
Jeremy Creamer
Sean Zatorsky
Ex-integrantes Jason Hagar
Andrew Ermlick
Jason Genaro
Rob Arnold
Rob Lesniak
Andols Herrick
Chris Spicuzza
Jim Lamarca
Matt DeVries
Richard Evensand
Kevin Talley

Chimaira foi uma banda de Groove Metal de Cleveland, Ohio, Estados Unidos. Os rótulos musicais atribuídos à banda são Nu Metal (início da carreira) e Metalcore/Groove Metal (atualmente), Mark Hunter e companhia sempre disseram que o Chimaira pertence ao grupo de bandas como Slayer ou Kreator, e não ao Nu Metal. O nome da banda é derivado de um ser da mitologia grega chamado Chimera, um monstro com cabeças de leão, dragão e bode. Ao longo de sua história, a banda tem sido atingida por inúmeras mudanças na formação, deixando o vocalista Mark Hunter como o único membro original.

Os membros da banda Mark Hunter, Matt DeVries e Andols Herrick participaram do álbum Roadrunner United da gravadora Roadrunner.

História[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Chimaira foi fundada em 1998 pelo guitarrista Jason Hager e vocalista Mark Hunter . O par contatou amigos e recrutaram Jason Genaro na bateria e Andrew Ermlick no baixo para completar a formação. Depois de algumas sessões de prática, os quatro decidiram que a banda precisava de um som de guitarra "grosso". Com suas sugestões de adição de um segundo guitarrista, Ermlick recomendou que Rob Arnold , um ex-colega de banda de seu tempo em Commom Thread, poderia ser recrutado para a banda como guitarrista. A banda de Arnold na época, Sanctum havia se separado, fazendo com que o guitarrista estivesse disponível para se juntar ao Chimaira. Em 1999, Arnold entrou na banda logo depois como guitarrista para que Hager, então, mudasse para tocar o ritmo.

A banda gravou sua primeira demo em janeiro de 1999 e, durante a gravação, Arnold recomendou que Hunter e Hager que substituir Genaro pelo ex-baterista do Sanctum, Andols Herrick. Depois de observar uma gravação com a percussão de Herrick, a banda concordou em substituir Genaro. Herrick, em seguida, veio ao estúdio com os outros quatro e gravou a percussão para a demo no dia seguinte.

A banda passou grande parte de 1999 fazendo vários shows ao vivo em todo o Estados Unidos, e durante esse ano Andrew Ermlick deixou a banda para se concentrar em seus estudos universitários, e foi substituído por Rob Lesniak. A banda gravou uma segunda demo durante esse ano, e eles começaram a receber notoriedade difundida em várias estações de rádio das faculdades em torno da área. Depois de conseguir um show local com a música "Dead Inside" no programa de TV Farmclub.com , Chimaira assinou com a Roadrunner Records.

This Present Darkness & Pass out of Existence (2000–2002)[editar | editar código-fonte]

Eventualmente, a banda gravou seu primeiro EP, This Present Darkness, que foi lançado em 2000, via selo independente East Coast, e ficou no top 10 em Metal Radio. Pouco depois do lançamento de TPD, Chimaira recebeu atenção de Thom Hazaert (que viria a trabalhar com as importantes gravadoras independentes East Coast e THC: MUSIC), e um amigo de longa data de Chris Spicuzza , e continuaram a visitar os EUA, tocando de forma consistente com bandas como Hatebreed e God Forbid . A banda gravou versões demo de várias novas faixas, incluindo "Dead Inside" (música apresentada no Farm Club e viria a tornar-se a favorita dos fãs), "Severed" e "Taste My ...", bem como o cover "Fascination Steeet" de de The Cure, fazendo a banda ganhar o interesse de várias gravadoras grandes. Durante esse tempo, a banda também contribuiu com um cover do clássico "Balls to the Wall" do Accept para álbum Anarchy Rocks Vol. 2.

A banda passou a assinar com a Roadrunner Records e rapidamente gravou seu álbum de estréia Pass out of Existence em 2001. A essa altura, Jim Lamarca era agora baixista e Chris Spicuzza estava lidando com todos os efeitos eletrônicos. Pouco depois do lançamento do álbum e da turnê que se seguiu, Jason Hager deixou a banda quando descobriu que ia ser pai. Matt DeVries do Cleveland's Ascension, foi recrutado para assumir o cargo de guitarrista. Lançado em 2 de outubro de 2001, Pass out of Existence que também apresentou uma aparição do guitarrista Stephen Carpenter do Deftones na faixa "Rizzo".

The Impossibility of Reason (2003–2004)[editar | editar código-fonte]

A banda voltou para casa no final de 2002 para começar a escrever e gravar seu próximo álbum, The Impossibility of Reason. A produção do álbum foi documentada e, posteriormente, vista em seu primeiro lançamento em DVD chamado The Dehumanizing Process. Após o lançamento e turnês que se seguiram, o baterista Andols Herrick decidiu deixar a banda. Como evidenciado no documentário em DVD, Herrick parecia estar sem entusiasmo por estar constantemente em turnês. Ele voltou para casa para cursar a faculdade para obter um diploma de música.

Chimaira recebeu Ricky Evensand como seu novo baterista. Vindo da Suécia, foi notável por fazer parte do Soilwork por um curto período de tempo. A estadia de na banda foi relativamente curta. Devido a problemas e sua natureza temperamental, Evensand finalmente deixou a banda. Seguindo conselhos Kerry King do Slayer, Hunter entrou em contato com Kevin Talley , um experiente baterista de death metal que havia sido anteriormente nas bandas Dying Fetus e Misery Index. Com Talley a bordo, a banda terminou as suas datas restantes da turnê antes de voltar para casa por algum tempo de inatividade. Eles logo começaram a escrita e o processo de gravação do seu próximo álbum. Músicas do Impossibility of Reason foram destaque destaque no programa MythBusters, precisamente no episódio "Talking to Plants".

Chimaira e mudanças na banda (2005–2006)[editar | editar código-fonte]

Até o primeiro trimestre de 2005, a banda tinha terminado maior parte de seu próximo lançamento, e começou a excursionar mais uma vez. O álbum Chimaira, o primeiro (e único) com Talley, foi lançado em agosto de 2005, enquanto a banda estava tomando parte na turnê Sounds of the Underground. Hunter e DeVries também haviam participado de outro projeto musical daquele ano, o CD do vigésimo quinto aniversário da Roadrunner Records, intitulado The All-Star Sessions. O ex-baterista Andols Herrick também participou da gravação de várias músicas do álbum. Estas sessões de gravação reacendeu o interesse de Herrick de estar em uma banda em tempo integral.

O álbum Chimaira também mostra que a banda passou por um estilo mais Groove Metal como Lamb Of God. Este álbum também marca o próximo passo da evolução da banda em si, é mais pesado, mais escuro e muito mais influente.

Resurrection (2007–2008)[editar | editar código-fonte]

Em 2006, a banda foi liberada do contrato com a Roadrunner e eventualmente assinou com a Ferret Music para distribuição dentro dos Estados Unidos. Para operações internacionais, eles firmaram um contrato com a Nuclear Blast. A banda parecia empolgada com o rumo dos novos negócios, e lançou seu quarto álbum Resurrection em 6 de março de 2007. Eles se sentiram em nova forma após a separação com a Roadrunner e a readmissão de Herrick na bateria. O único infortúnio em meio a estes eventos foi a decisão de cancelar a participação na "Eastpack Antidote Tour" ao lado de bandas como Soilwork, Sonic Syndicate e Caliban. Chimaira foi substituído pela banda Dark Tranquillity. Em 2008, a banda se uniu a Brendan Small na "Dethklok Tour 2008" como convidada.

The Infection (2009 - Presente)[editar | editar código-fonte]

Antes do lançamento do álbum, a banda havia postado cipes curtos em sua página a respeito do próximo álbum, que foi escrito em Cleveland, Ohio, com o produtor Ben Schigel, que produziu anteriormente os discos The Impossibility of Reason e o álbum auto-intitulado . O novo álbum, intitulado The Infection, foi mixado por Zeuss, que mixou e produziu álbuns para Hatebreed e Shadows Fall. Chimaira declarou recentemente que eles estão querendo lançar o novo álbum para 21 de abril de 2009. Em seu show anual Chimaira Christmas em 30 de dezembro de 2008, estreou uma nova canção intitulada "Secrets of the Dead"

O primeiro single do álbum "Secrets of the Dead" foi lançado 3 de março de 2009. The Infection foi lançado mundialmente em 21 de abril de 2009 e estreou no número 30 na Billboard 200. Durante uma série de datas de shows na Europa, Chimaira teve Emil Werstler de Daath preenchendo o lugar de Matt DeVries, pois a namorada de DeVries teve seu primeiro filho.

O 10º show anual Chimaira Christmas foi realizado no House of Blues em Cleveland, Ohio, em 27 de dezembro de 2009 e foi filmado para um DVD ao vivo intitulado Coming Alive , que foi lançado em 2010.

No final de 2010, o baixista Jim LaMarca deixou a banda. Chimaira lançou a seguinte declaração a respeito de sua partida. "Depois de uma década de bons momentos e realizações, o nosso amigo e colega de banda, Jim Lamarca decidiu se aposentar do Chimaira. Desejamos-lhe nada, mas o melhor que ele se instala e comece uma família . Quanto à procura de um substituto ... vamos cruzar essa ponte para baixo da linha. Enquanto isso, consideraremos isso como negociável e usual, com o Chimaira você conhece e ama".

The Age of Hell, mudanças de formação e Crown of Phantoms e fim da banda (2011-2014)[editar | editar código-fonte]

Em 24 de janeiro de 2011, foi confirmado que Chimaira assinou contrato com a eOne Music.

Chimaira terminou de gravar seu sexto álbum em março de 2011, esperado para ser lançado em agosto de 2011. Além disso, em março, a banda lançou um cover de "Wild Thing" do The Troggs, como um single no YouTube e iTunes, em resposta ao "fenômeno Charlie Sheen".

Em 5 de abril de 2011, o tecladista e programador Chris Spicuzza anunciou que estaria deixando a banda (decisão que ele tomou em janeiro), citando um "ambiente negativo" e o estado geral da indústria da música. Ele também anunciou seu próximo projeto, uma empresa de jogos para celulares chamada IRL Gaming. Spicuzza não contribuiu para o novo álbum.

Em 13 de abril, o baterista Andols Herrick anunciou que ele também estaria deixando a banda devido a diferenças. Ele foi convidado a sair pelos outros membros da banda. Andols ficou tecnicamente fora da banda desde dezembro de 2010 (antes do Chimaira Christmas 11). Não foi anunciado até abril de 2011, no entanto. Andols foi convidado a se juntar à banda, mas ele recusou. Ele disse que aguarda para seguir em frente com outros projetos musicais. Ele disse que não há sangue ruim entre a banda e a si mesmo, e que todos eles continuam amigos. Andols não contribuiu para o novo álbum, porém ele estava por perto durante o tempo de produção, e garantiu aos fãs através de sua página no Facebook que o novo álbum está soando puro como sempre. Em 28 de maio, em Peabody, em Cleveland, OH, o novo álbum foi revelado para ser intitulado The Age of Hell, lançando a música "Trigger Finger", tocada ao vivo e que seria incluída no disco.

The Age Of Hell foi lançado em os EUA em 16 de agosto de 2011. O vocalista Mark Hunter diz: "Palavras não podem expressar o que levou a criar este álbum. Esperamos que você o ame tanto quanto nós. Transformamos isto, este é Chimaira no seu melhor". O álbum Também foi lançado no Reino Unido através da revista Metal Hammer. Em novembro de 2011, Mark Hunter divulgou um comunicado afirmando que os guitarristas Matt DeVries e Rob Arnold estão deixando a banda após o Chimaira Christmas 11. Ele acrescentou que eles estão deixando por "razões pessoais". Isso não foi bem recebido pelos fãs, e muitos diziam que isso poderia ser a Morte de Chimaira.

Foi confirmado que Emil Werstler vai substituir Rob Arnold como o guitarrista, enquanto isso Matt Szlachta do Dirge Within e Jeremy Creamer do Daath ficariam na guitarra líder e no baixo, respectivamente. Em 29 de dezembro de 2012, Chimaira Christmas 13 revelou uma nova música do próximo álbum de 2013, intitulado "I Despise". No mesmo dia, um teaser oficial para o novo álbum foi postado no YouTube, intitulado Chimaira 2013. Em 18 de abril de 2013 a banda lançou um vídeo teaser em seu canal do YouTube revelando o título do álbum, Crown of Phantoms, seguidamente o lançando em 30 de julho de 2013.

No dia 1 de Setembro de 2014, o guitarrista líder Emil Werstler anuncia sua saída do grupo. Um dia depois, o guitarrista rítmico Matt Szlachta, o tecladista/vocalista Sean Zatorsky, o baixista Jeremy Creamer e o bateirista Austin D'Armond se reuniram para saírem do grupo.

Em 3 de Setembro de 2014, o Chimaira anuncia oficialmente em seu site oficial, o final da banda.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

EP[editar | editar código-fonte]

DVD's[editar | editar código-fonte]

Membros[editar | editar código-fonte]

Ex-Membros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b The Infection Review (em inglês) Ultimate-Guitar.com. Visitado em 4 de maio de 2010.
  2. A really long review of Chimaira's The Infection (em inglês) MetalSucks. Visitado em 4 de maio de 2010.
  3. Review - Pass Out of Existence (em inglês) MusicMight. Visitado em 4 de maio de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]