Chiquinho (romance)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Capa da revista Claridade, onde "Chiquinho" foi publicado pela primeira vez.

Chiquinho é um romance de Baltasar Lopes da Silva, publicado em 1947. É provavelmente a obra de literatura mais conhecida de Cabo Verde, que marcou o início da literatura tipicamente cabo-verdiana, cobrindo temas locais e da cultura crioula, isto no contexto do movimento mais amplo e com o mesmo objectivo, conhecido como Claridade, no qual, além de Baltazar Lopes, participaram Manuel Lopes e Jorge Barbosa, como membros fundadores da revista que deu nome ao movimento e principais activistas do mesmo.

O romance está dividido em três partes: "Infância", "São Vicente" e "As águas".