Chiquititas (telenovela portuguesa)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Chiquititas (Portugal))
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Chiquititas
Chiquititas (PT)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 35 minutos
Criador(es) Idéia original: Cris Morena. Adaptação de Teresa Guilherme
País de origem  Portugal
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Vítor Jesus e Sandra Antunes
Elenco Marta Fernandes
Nuno Pardal
Tema de abertura "O Mundo das Chiquititas"
Tema de
encerramento
vários (rotativo)
Exibição
Transmissão original 20 de Julho de 20075 de Setembro de 2008
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 217
Cronologia
Último
Último
Floribella
Rebelde Way
Próximo
Próximo

Chiquititas foi a adaptação portuguesa da telenovela produzida pela Teresa Guilherme Produções da novela Chiquititas, mais precisamente da sua oitava temporada, originalmente produzida em 2006. As promoções tiveram início a 1 de Junho de 2007. A novela é passada num orfanato, onde uma ama muito pouco convencional ensina as crianças a viver e a sonhar através da Música. «Chiquititas», é a maior trama da Argentina (com oito temporadas e dois filmes), e estreou dia 20 de Julho de 2007. Várias foram as atrizes apontadas pela imprensa para viverem a personagem Lili, a divertida ama muito ao estilo de Mary Poppins, mas foi Marta Fernandes que conseguiu o papel. A trama é dirigida ao mesmo público de Floribella (adaptação de Floricienta, também de Cris Morena), mas, parafraseando os responsáveis da SIC: "enquanto a Floribella é ao estilo de Cinderela, Chiquititas tem a história da Mary Poppins." A telenovela foi reposta na SIC entre 2011 e 2012, aos domingos de madrugada (5h da manhã).

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Tudo começa no Lar do Monte, um orfanato para crianças que perderam os pais. Os donos do orfanato são a terrível Júlia de Mont (Patrícia Tavares) e o seu marido, Pierre de Mont (Luís Gaspar). Apesar de não terem nenhum amor às crianças que lá vivem, nem saberem os seus nomes, Júlia e Pierre, só mantêm o lar, devido ao subsídio estatal que devia ser gasto em obras de restauração, roupas e cuidados de saúde para as crianças, mas em vez disso, é desperdiçado em cabeleireiros, perfumes e viagens para Júlia e Pierre. Este casal de vilões tem dois filhos, que herdaram o dom da maldade: Marcel de Mont (Tiago Mesquita), mais inteligente que o pai e sempre pronto a fazer negócio, e Alice de Mont (Marta Peneda), uma verdadeira expert no que toca a manipular pessoas.

O lar vive dias terríveis, e as crianças que lá passam os dias não estão melhores. A verdade, é que Laidinha (Sofia de Portugal), foi contratada para gerir o lar, e veio da província para a cidade. Laidinha é uma bruta-montes, que foi habituada a tratar de animais e não de crianças. Sempre armada da sua chibata, ela impõe o respeito, mas as crianças arranjam sempre maneira de se safar aos seus castigos terríveis.

A única rapariga que não está no lar porque perdeu os pais é Augusta Pessanha (Cátia Tavares), que todos chamam Guta. Os seus pais (Rita Alagão e Paulo Matos) são ricos, e estão numa expedição pelas montanhas do Peru. A menina decidiu ficar num orfanato e lá fez muitos amigos, em especial Kiki (Carla Lopes), uma menina doce e romântica, que adora contar histórias e sonha com o seu príncipe encantado. Ele chegará?, Bem nós temos o melhor amigo de Zeca, o Chico (Nelson Reis), que gosta de Kiki, mas acaba se apaixonando por Vanda, além de surgir Françoise (Ines Costa), e é o mais querido pelas meninas no lar.

Existem também os irmãos Paula (Rita Lopes) e Zeca (César Brito). Ela tem sempre resposta pronta, é ativa e dinâmica, tem uma inimiga chamada Vanda(Joana Oliveira) que e a mais velha das meninas e daqui a pouco terá que sair do orfanato, por isso chega a ser meio malvadinha. O Zeca é corajoso, apesar de ser um pouco introvertido, e de estar sempre na defensiva. Zeca, assim que chega, deixa os coraçõezinhos das meninas apertados. Menos o de Guta, que percebe que Kiki está apaixonada por ele, e passa a discutir frequentemente com Zeca para que faça olhinhos à amiga. Mas essas brigas viram amor, e Guta e Zeca começam a namorar às escondidas, para não magoar os sentimentos de Kiki, e do medroso Susto (Francisco Fernandez), que sempre gostou de Guta,e tem muito medo de Laidinha. Os amigos Joca (Rubem Leonardo) e Bocas (João Rosa (ator)) adoram jogar bola e fazer travessuras com Laidinha.

Do outro lado da cidade, estão os escritórios da, até agora, bem sucedida, Empresa Sant'ana. À frente da direção desta firma que se encarrega da exportação de maçãs portuguesas, está o presidente Vítor Santana (Luís Mascarenhas), e a sua filha de vinte e sete anos, Madalena Santana (Marta Fernandes). Vítor é um homem frio e racional que educou a filha nos melhores colégios para que ela fosse uma empresária de sucesso. O seu sonho concretizou-se, mas teve de contornar um obstáculo. Aos dezenove anos, fruto de um namoro de um ano e pouco, Madalena engravidou. Como ainda era muito nova, o pai ordenou que vivesse a gravidez numa quinta para o interior, onde uma empregada, Rosália (Leonor Alcácer), estava incumbida de cuidar da menina. Quando Madalena pariu, o filho foi-lhe retirado dos braços, sendo entregue a um orfanato. Hoje, Madalena é uma sombra do que era antes. O pai não admite que cometeu o erro, e Madalena desespera pela busca do seu filho - ou filha. Nunca chegou a saber o sexo, mas sabe que tem sete anos.

É por isso, que pede à sua grande amiga Catarina (Sílvia Silva), que a ajude nesta busca de uma mãe desesperada. Juntas, as duas descobrem o lar «Casa do Monte», e Madalena sente uma conexão com três crianças de lá, os mais pequenos: a travessa Lua (Beatriz Monteiro), o pequeno gênio Minorca(Tiago Delfino) e a doce e meiga Anita (Catarina Rebelo). Ciente de que é naquele orfanato que está o filho, esta disfarça-se assumindo a personalidade de uma simpática governanta, um pouco distraída e rebelde que vai revolucionar o orfanato. Assim, Madalena passa a acumular o papel de Lili. Chegou a música, o amor, a alegria, os sorrisos e as gargalhadas a este orfanato. Agora, tudo vai ser diferente. Em meio às buscas por seu filho, ou filha, Lili se apaixona por Lucas (Nuno Pardal), o cozinheiro do lar, bonito, simpático e conquistador. Um dançarino de tango profissional, tem várias namoradas até conhecer Lili. Ele sempre ajudou as crianças a livrarem-se dos castigos de Laidinha, e por isso sempre foi muito querido. Já o banqueiro Mateus van Bauer (Carlos Vieira) chega a Portugal para resolver problemas financeiros do Grupo Santana, mas acaba por se apaixonar pela diretora da empresa: Madalena.

E com o lema de Lili, acompanhamos essa mágica aventura: Para qualquer situação á sempre uma solução!

Informações Gerais
Título Chiquititas
Género Infanto - Juvenil
Horário de Transmissão 09:00-10:00 (2ª a 6ª)
Transmissões Estreia: 20 de Julho de 2007
Final: 5 de Setembro de 2008
Número de Episódios 217 (5 de Setembro de 2008)
Antecessora Floribella
Sucessora Rebelde Way
Número de Episódios Previstos 217

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco Adulto[editar | editar código-fonte]

Elenco infanto-juvenil[editar | editar código-fonte]

Participações especiais (adultos)[editar | editar código-fonte]

Participações especiais (infanto-juvenis)[editar | editar código-fonte]

Guião[editar | editar código-fonte]

  • João Matos (Coordenador - Head Writer)
  • Ana Morgado
  • Raquel Schefer
  • Mafalda Ferreira

CDs[editar | editar código-fonte]

CD 1 - 24 horas[editar | editar código-fonte]

  • 1. O Mundo das Chiquititas (Chiquititas 2006/Chiquititas 2008)
  • 2. Coração com buraquinhos (Corazon Con Aguejitos/Coração com Buraquinhos)
  • 3. Tudo tudo tudo (Todo Todo/Tudo Tudo)
  • 4. Juntos podemos voar (Volar Mejor/Voar Melhor)
  • 5. 24 Horas (24 horas/24 Horas)
  • 6. Louco por ti (Estoy Loco/Estou Louco)
  • 7. Mentiras (Mentiritas/Mentirinhas)
  • 8. Há que limpar (Hasta Diez/Até Dez)
  • 9. Há certas coisas (Me Passan Cosas/Me Passam Coisas)
  • 10. Malvada (Malissima/Bruxas Malvadas)
  • 11. Onde estás (Donde Estas?/Onde Está?)
  • 12. Amigas (Amigas/Amigas)
  • 13. Era uma vez (Habia Una Vez/Era Uma Vez)
  • 14. Eu quero ser igual (Igual A Los Demas/Igual Aos Demais)

CD 2 - viva a vida[editar | editar código-fonte]

  • 1. Vida a vida (tema de Lili)
  • 2. Cantinho de luz (tema do lar Demont)
  • 3. É tão bom namorar (tema de Kiki)
  • 4. Se tu quiseres (tema geral)
  • 5. Mexe, mexe (tema de Lili com os órfãos)
  • 6. Pimpolho (tema de Minorca)
  • 7. Eu já sei (tema de Madalena Santana)
  • 8. Crescer (tema das crianças maiores)
  • 9. Estrela (tema de Catarina)
  • 10. O que vou ser quando crescer (tema de Lua)
  • 11. O chefe lucas (tema de Lucas)
  • 12. Liberdade (tema de Laidinha e os órfãos)
  • 13. Canção do golfinho

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Devido às baixas audiências de "Chiquititas" no horário em que estava a ser exibido (21h45), esta telenovela passou a ser exibida aos sábados e domingos de manhã;
  • Já no horário das manhãs de fim-de-semana, "Chiquititas" estreou a liderar duplicando os valores da estação naquele horário e garantindo, assim, a liderança;
  • O 1º CD das "Chiquititas" alcançou o 1º lugar da tabela dos mais vendidos e foi Platina (mais de 20.000 discos vendidos) numa semana! Atingiu a tripla platina;
  • Em Dezembro de 2007 foi lançado o DVD das Chiquititas que contém vários videoclips como Chiquititas, 24 Horas, Coração com Buraquinhos, Era uma Vez, Há Certas Coisas, Mentiras e Onde Estás?. O DVD ainda inclui karaoke de 3 canções e ensina a dançar algumas das coreografias;
  • No Natal de 2007 o site oficial das Chiquititas anunciou mais produtos da telenovela como brinquedos diversos, mobiliário e roupa;
  • A 10 de Março de 2008 foi lançado o tão desejado DVD das Chiquititas de Karaoke.
  • Está em reposição na SIC, desde 13 de Fevereiro, no horário de fim-de-semana às 6h da manhã.

Modificações na trama[editar | editar código-fonte]

  • Desde o primeiro capítulo a adaptação portuguesa de "Chiquititas" seguiu fielmente o texto argentino, mas na recta final da história ela sofreu algumas alteirações;
  • Em Chiquititas Sin Fin, os personagens Vítor, Lúcia (em português Catarina) e Betina (em português Benedita) morrem, enquanto na adaptação portuguesa apenas Vítor e Benedita morrem, num acidente na Suíça. Catarina sofre o mesmo acidente que mata Benedita e Vítor, porém sobrevive e fica meses internada numa clínica a recuperar. Após sair do hospital, Catarina, para felicidade de Madalena, recupera, casa-se com Diogo e juntos adoptam Lua;
  • Na versão argentina, Anita é a filha de Lili, que adopta Luna (em português Lua). Já Nano (em português Minorca) é adoptado por Diego (em português Diogo), que termina sozinho. Na adaptação portuguesa Minorca é que é o filho de Lili, Anita reencontra a sua tia, e Lua é adoptada por Diogo e Catarina;
  • O final do vilão Pierre na Argentina é triste: separa-se da sua mulher Júlia, é obrigado a vender o lar aos pais de Guta para pagar as suas dívidas, e não ir preso, e é expulso pelas crianças. Logo depois, o seu advogado rompe a amizade, e Pierre termina solitário e infeliz. Na trama portuguesa, Júlia e Pierre reconciliam-se após a separação, e após ficarem sem dinheiro e serem expulsos do lar pelas crianças, formam, ao menos, uma família unida ao lado dos filhos;
  • Na Argentina, as gravações desta temporada de "Chiquititas" terminam na época de Natal, com uma festa que até teve direito a neve. No entanto, como o episódio final de "Chiquititas" em Portugal foi exibido em Setembro, o último episódio terminou com uma comovente e mágica noite da "Festa do Amor".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]