Chloranthaceae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaClorantáceas
Sarcandra glabra em fruto

Sarcandra glabra em fruto
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Chloranthales
Família: Chloranthaceae
R. Br. ex Lindl., 1821
Gêneros
Sinónimos
  • Hedyosmaceae
  • [1]
Frutos de S. glabra

As clorantáceas (Chloranthaceae, nom. cons.) são a única família de angiospermas da ordem Chloranthales. É constituída por quatro gêneros com 80 espécies, distribuídas principalmente pelo sudeste da Ásia, ilhas do oceano Pacífico até o arquipélago das Marquesas e Nova Zelândia, Madagáscar, Américas central e do sul e Caribe.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Flores masculinas de S. glabra

Ecologia[editar | editar código-fonte]

São encontradas nas florestas úmidas desde as altitudes mais baixas até o alto das montanhas. As espécies de Hedyosmum e Ascarina apresentam aparentemente polinização anemófila, por possuírem flores sem cheiro e apresentarem longa inflorescência masculina com anteras grandes e estigmas grandes e úmidos. As espécies de Chloranthus e Sarcandra, ao contrário, com flores geralmente perfumadas, hermafroditas e de anteras pequenas, com estigmas pequenos e secos, são provavelmente entomófilas. Os frutos parecem apresentar ornitocoria.

Fitoquímica[editar | editar código-fonte]

Grande presença de óleos essenciais em idioblastos, lactonas sesquiterpênicas (do tipo germanacrólido, eudesmanólido), derivados O- e C-glicosílados de flavonas e flavonóis comuns, cumarina e N-(feniletil)-cinamoil-amidas presentes. Proantocianidinas ausentes.

Usos[editar | editar código-fonte]

Algunas espécies produzem substâncias de uso na farmacopeia traditional e moderna.

Posição sistemática[editar | editar código-fonte]

A posição sistemática desta família tem sido objeto de muita controvérsia. Em classificações recentes, tem sido colocada em Piperales, Magnoliales ou Laurales, mas considera-se que, caso exista, a maior relação parece ocorrer com Trimeniaceae, baseado em várias características. Considera-se que Sarcandra e Chloranthus estão evolutivamente mais relacionadas entre si morfológicamente que com as outras dos gêneros, que, por sua vez, formariam um outro par evolutivamente relacionado. Entretanto, as análises moleculares preconizam uma relação do tipo (Hedyosmum(Ascarina(Chloranthus, Sarcandra))). O APW (Angiosperm Phylogeny Website) considera que trata-se da única família da ordem Chloranthales (cf. AP-website).

Fósseis[editar | editar código-fonte]

Androceus fossilizados são preservados do Albiano superior no leste da América do Norte e do Santoniano superior-Campaniano no sul da Suécia (Chloranthistemon) intermediários entre Sarcandra e Chloranthus. As cutículas foliares de angiospermas do Cretáceo inferior parecem corresponder a ancestrais das atuais Chloranthaceae. Também têm sido atribuído a esta família alguns dos pólens fossilizados mais antigos conhecidos (Cretáceo inferior): Clavatipollenites do Barremiano, Asteropollis e Stephanocolpites do Albiano (até 125 milhões de anos). A abundância de Clavatipollenites e Asteropollis no Cretáceo inferior médio pode indicar que esses antepassados das Chloranthaceae foram os primeiros angiospermas anemófilos. O pólen de Asteropollis é atribuído a Hedyosmum.

Táxons incluídos[editar | editar código-fonte]

Introdução teórica em Taxonomia

Os quatro gêneros da família são os seguintes:

Sarcandra Gardner, 1846
Malásia, China, Indochina, Japão, Índia, Sri Lanka. 4 espécies.
  • Ervas ou subarbustos. Caules com vasos na xilema. Estames 3, presos em uma escama trilobulada. Pólen 4-6-colpado.
Chloranthus Sw., 1787
Ásia; 20 espécies.
  • Flores unissexuadas. Conectivo não expandido. Pólen monossulcado ou 5-6-tomossulcado. Estigmas papilosos, secos. Geralmente arbustos ou árvores, raramente ervas.
Ascarina J.R. Forster & G. Forster, 1775
Ilhas do Pacífico, desde Nova Zelândia e o arquipélago das Marquesas até Bornéu, e Madagáscar; 12 espécies.
  • Flores masculinas sem brácteas. Estame 1. Flores femininas com perianto trilobulado. Fruto em drupa.
Hedyosmum Sw., 1788
Américas central e do sul, Caribe, 43 espécies; sudeste da Ásia, 1 espécie.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies