Christian Gottfried Daniel Nees von Esenbeck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Christian Gottfried Daniel Nees von Esenbeck
Botânica
Dados gerais
Nascimento 14 de fevereiro de 1776
Local Odenwaldkreis, Alemanha
Morte 16 de março de 1858 (82 anos)
Local Breslau, Polônia
Atividade
Campo(s) Botânica

Christian Gottfried Daniel Nees von Esenbeck (Erbach, Odenwaldkreis, 14 de fevereiro de 1776Breslau, 16 de março de 1858) foi um botânico alemão.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nees von Esenbeck interessou-se precocemente pelas ciências, e após ter recebido suas primeiras instruções escolares em Darmstadt, foi para Jena onde obteve o seu doutorado em medicina em 1800. Exerceu a função de médico por algum tempo, porém o interesse despertado pela botânica na Universidade fez com que retornasse à Academia. Em 1816, associou-se à Academia Leopoldina, uma das mais prestigiosas sociedades científicas da Europa. Em 1818, assumiu o cargo de presidente da Academia, função que conservou até à sua morte. Um dos seus atos oficiais foi admitir Charles Darwin como membro. Foi contemporâneo de Goethe e conviveu com Linné. Em 1817, assumiu como professor de botânica na Universidade de Erlangen-Nuremberga; três anos depois como professor de história natural em Bonn, a cadeira de botânica de Breslau em 1831, e em Berlim em 1848. Dirigiu o jardim botânico de Erlangen e, em seguida, fundou e dirigiu o jardim botânico de Bonn (1818 a 1830).

É o autor de "Handbuch der Botanik" (dois volumes, 1820-1822), "Bryologia Germanica" (dois volumes, 1823-1831), "Naturgeschichte der europaïschen Lebermoose" (quatro volumes, 1833-1838) e "Hymenopterorum Ichneumonibus affnium, Monographiae, genera Europaea et species illustrantes" (dois volumes, 1834).

Estudou especialmente as algas de água doce e os cogumelos, e possuía uma importante coleção de insetos. Como estudioso prolífico descreveu aproximadamente 7.000 plantas.

Em 1848, envolveu-se na vida política do seu país, participando ativamente na Revolução de 1848. Devido à sua oposição ao governo, foi-lhe retirado o seu posto de professor e a sua pensão na Universidade de Breslau. Nees von Esenbeck morreu pobre.

Foi irmão de Theodor Friedrich Ludwig Nees von Esenbeck (1787-1837), botânico e farmacologista alemão.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • De Cinnamomo disputatio (1843)
  • Agrostologia brasiliensis (1829
  • Genera et species Asterearum (1833)
  • Systema Laurinarum (1836)
  • Florae Africae australioris illustration monographicae Gramineae (1841)
  • Die Algen des süßen Wassers, nach ihren Entwickelungsstufen dargestellt" (1814)
  • Das System der Pilze und Schwämme (1816)
  • Naturgeschichte der europäischen Lebermoose" mit "Erinnerungen aus dem Riesengebirge" (1833-38, 4 Bände)
  • Bryologia germanica" (mit Hornschuch und Sturm, 1823-31, 2 Bde. mit 43 Tafeln)
  • Synopsis hepaticarum" (mit Carl Moritz Gottsche und Johann Lindenberg, 1844-1847
  • Hymenopterorum Ichneumonibus affinium monographiae (1834, 2 Bde.)
  • System der spekulativen Philosophie, Bd. 1
  • Die Naturphilosophie (1841)
  • Die allgemeine Formenlehre der Natur (1852)
  • Vorlesungen zur Entwickelungsgeschichte des magnetischen Schlafs und Traums (1820)

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Em sua honra foram nomeados os seguintes gêneros:

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Stefan Vidal (2005), Biological Control, 32 : 25-33. ISSN 1049-9644
  • Jahn: Geschichte der Biologie. Spektrum 2000
  • Mägdefrau: Geschichte der Botanik. Fischer 1992
  • Bohley, Johanna: Christian Gottfried Daniel Nees von Esenbeck: ein Lebensbild. - Stuttgart: Wissenschaftl. VG, 2003. - ISBN 3-8047-2075-7
  • Engelhardt, Dietrich von (Hrsg.): Christian Gottfried Nees von Esenbeck: Politik und Naturwissenschaft in der ersten Hälfte des 19. Jahrhunderts. - Stuttgart: Wissenschaftl. VG, 2004. - ISBN 3-8047-2153-2
  • Brummitt RK; Powell CE. (1992). Authors of Plant Names. Royal Botanic Gardens, Kew. ISBN 1-84246-085-4.
  • Brown, Robert; Nees von Esenbeck, Christian Gottfried Daniel (1827) (html).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.
Ícone de esboço Este artigo sobre Botânicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.