Christine Lagarde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Christine Lagarde
Lagarde em 2011
Nascimento 1 de Janeiro de 1956 (58 anos)
Paris,  França
Residência Washington, D.C.
Nacionalidade França Francesa

Christine Lagarde (Paris, 1 de janeiro de 1956) é uma advogada e política francesa filiada no partido UMP, atual Diretora-Gerente do FMI, o cargo mais alto do organismo multilateral, o qual ela é a primeira mulher a ocupar.

Foi Ministra das Finanças, Indústria e Emprego no governo do primeiro-ministro François Fillon desde 19 de junho de 2007 até 29 de junho de 2011. Anteriormente, havia sido Ministra da Agricultura e Pescas durante um mês entre maio-junho de 2007 no governo de François Fillon, e Ministra do Comércio Exterior entre 2005-2007 no governo de Dominique de Villepin.[1]

Apesar de não ter formação acadêmica em Economia, Christine Lagarde apresentou em 25 de maio de 2011 a sua candidatura à direção do FMI, na sequência do afastamento de Dominique Strauss-Kahn,[2] [3] cujo efeito garantiu a eleição anunciada no dia 28 de junho de 2011, garantindo o posto de primeira mulher no comando do Fundo.[4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Christine Lagarde nasceu em 1956 no 9º arrondissement de Paris. Seu pai, Robert Lallouette, foi um professor de Inglês na Faculdade de Rouen, e sua mãe Nicole trabalhou como professora. Christine Lagarde cresceu em Le Havre, na Normandia, juntamente com dois irmãos e a sua mãe.

Após graduar-se em 1974 no Liceu Claude Monet em Le Havre, recebeu uma bolsa de estudo e ingressou na Holton Arms School em Bethesda, Maryland, onde completou uma licenciatura em Inglês. De regresso a França, Christine Lagarde formou-se no Institut d'Études Politiques d'Aix-en-Provence em Direito Social e frequentoun a Universidade de Paris X - Nanterre (ou Sciences Po Paris) preparando-se para a candidatura de admissão à ENA. Lagarde foi reprovada duas vezes no vestibular e acabou por receber um mestrado em Inglês, um mestrado em Direito comercial e um diploma em Direito do trabalho pela Universidade de Paris X - Nanterre.[5]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Christine Lagarde ingressou na empresa Baker & McKenzie de Chicago em 1981, tornando-se advogada associada adjunta em 1991, membro do Comité Executivo em 1995, Presidente da Comissão Executiva entre 1999-2004 e membro do Comité de Estratégia Global desde 2004. Posteriormente, trabalhou como advogada no Tribunal de apelação de Paris antes de ser nomeada ministra primeira vez em 2005.

Christine Lagarde é divorciada e tem dois filhos, Pierre-Henri Lagarde (nascido em 1986) e Thomas Lagarde (* 1988). Seu companheiro é o empresário Xavier Giocanti de Marselha.[6] [7] Ela é vegetariana e nunca bebe álcool.[8] Suas paixões são yoga, mergulho, natação e jardinagem.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.