Chtche ne vmerla Ukraini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

"A glória da Ucrânia não pereceu" (em Ucraniano: Ще не вмерла України) é o hino nacional da Ucrânia. A música foi composta em 1863 por Mehailo Verbitski, compositor natural da Galícia e sacerdote da Igreja Católica Ucraniana [1], para acompanhar um poema patriótico escrito em 1862 por Pavló Tchubinsky, notável etnógrafo da região de Kiev. Este hino foi por muito tempo uma simples música patriótica popular cantada em todo o território ucraniano e a sua letra se parece às letras dos hinos nacionais da Polônia e Sérbia.

Em 1917, esta música tornou-se o hino nacional durante a curta duração da República Popular Ucraniana.

A música Shtché ne vmérla Ukraina foi considerada como sendo o hino nacional de facto e cantada na posse do primeiro Presidente Leonid Kravtchuk no dia 5 de dezembro de 1991.

O Artigo 20 da Constituição da Ucrânia (28 de junho de 1996) declara que o hino nacional ucraniano será baseado na música de M. Verbitski:

O Hino do Estado da Ucrânia - o hino nacional será baseado na música de M. Verbitski e a letra deverá ser confirmada por lei, aprovada por não menos de dois terços dos Parlamentares da Ucrânia.

Finalmente, no dia 6 de março de 2003 o Parlamento adota a letra oficial, que difere ligeiramente da letra original de Tchubinski. As diferenças aparecem nos textos abaixo em negrito e itálico.

Letra em Ucraniano[editar | editar código-fonte]

Ще не вмерла України і слава, і воля,
Ще нам, браття молодії, усміхнеться доля.
Згинуть наші воріженьки, як роса на сонці,
Запануєм і ми, браття, у своїй сторонці.

Refrão:

Душу, тіло ми положим за нашу свободу.
І покажем, що ми, браття, козацького роду.

Transliteração portuguesa[editar | editar código-fonte]

Shtché ne vmerla Ukraine i slava, i vôlia,

Shtché nam brattia môlodiyi, usmihnétchya dôlia.

Zgenutch nashi vorizhénhke, iak rossá na sontsi,

Zapanuyem i me, brattia, u svoyiy storontsi.

Refrão:

Dushu, tilo me polozhem za nashu svobódu
I pokazhem, shtchó me, brattia, kozatskoho rodu.

Paráfrase[editar | editar código-fonte]

A Ucrânia não pereceu, nem sua glória e a sua liberdade,
O destino voltará a nos sorrir, jovens irmãos.
Desaparecerão nossos inimigos, como orvalho ao sol
E governaremos, irmãos, sobre nosso país.
Lutaremos de corpo e alma por nossa liberdade,
E mostraremos, irmãos, que somos uma nação de Cossacos.

Letra em ucraniano (pré-2003)[editar | editar código-fonte]

Ще не вмерла Україна, ні слава, ні воля,

Ще нам, браття-українці, усміхнеться доля.

Згинуть наші воріженьки, як роса на сонці,

Заживемо і ми, браття, у своїй сторонці.

Refrão:

Душу й тіло ми положим за нашу сободу
І покажем, що ми, браття, козацького роду.

Станем браття, всі за волю, від Сяну до Дону

В ріднім краю панувати не дамо ні кому.

Чорне море ще всміхнеця, дід Дніпро зрадіє,

Ще на нашій Україні доленька доспіє.

Refrão

А завзятта праця щира свого ще докаже,

Ще ся вомі в Україні піснь гучна розляже.

За Карпати відібється, згомонить степами,

України слава стане поміж народами.

Refrão

Transliteração portuguesa (pré-2003)[editar | editar código-fonte]

Shtché ne vmérla Ukraina, ni slava, ni vólia,

Shtché nam bráttia ukrayintchi, usmihnétchya dólia.

Zhenutch nashi vorijénhke, iak rossá na sontsi,

Zagevémo i me, brattia, u svoyiy storontsi.

Refrão:

Dushu, tilo me pologem za nashu svobódu
I pokagem, shtchó me, brattia, kozatskoho rodu.

Stanem, brattia, vsi za vóliu, vid Sianú do Dónu

V rídnim kráiu panuváte ne damó nikómu.

Tchórne móre shtché vsmihnétsia, did Dnipró zradíie,

Shtché na nashii Ukrayini dolenhka dospiye.

Refrão

A zavziatta pratsia shtchêra svóho shtché dokáge,

Shtché shia vómi v Ukrayini pisnh huchná rozliáge.

Za Carpáte vidibiétchsia, zhomonetch stepáme,

Ukrayini slava stane pomij narodame.

Refrão

Paráfrase (pré-2003)[editar | editar código-fonte]

A Ucrânia não pereceu, tampouco a sua glória e liberdade,

O destino voltará a nos sorrir, irmãos ucranianos.

Como o orvalho some com o sol da manhã, assim também desaparecerão nossos inimigos,

E também nós, irmãos, viveremos em terras que nos pertencem.

Refrão:

Lutaremos com corpo e espírito para obter a nossa liberdade,
E mostraremos, irmãos, que somos uma nação de Cossacos.

Todos juntos lutaremos pela liberdade, desde o Sian até o Don,

Não permitiremos que estranhos dominem a nossa pátria.

O Mar Negro sorrirá e o avô Dnipró se alegrará,

E na nossa Ucrânia a nossa sorte vai vicejar mais uma vez.

Refrão

A nossa persistência e a nossa sincera labuta será recompensada,

E canções proclamando a liberdade soarão em toda a Ucrânia.

Ecoarão do Cárpatos e retumbarão através das estepes,

A glória da Ucrânia será conhecida em todas as nações.

Refrão

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Chtche ne vmerla Ukraini