Cian O'Connor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cian O'Connor
Informações pessoais
Modalidade Hipismo
Nascimento 12 de novembro de 1979 (35 anos)
Dublin, Irlanda
Nacionalidade República da Irlanda irlandesa
Compleição Peso: 74 kg Altura: 1,75 m
Medalhas
Jogos Olímpicos
DSQ Atenas 2004 Saltos individual
Bronze Londres 2012 Saltos individual

Cian O'Connor (Dublin, 12 de novembro de 1979) é um cavaleiro irlandês de saltos de obstáculos.

Tendo começado a montar muito jovem, no ano de 1997, O'Connor já era considerado um dos melhores do seu escalão. Nesse ano, faria a sua estreia enquanto defensor das cores irlandesas num Campeonato da Europa de Juniores, alcançando o quinto lugar com o cavalo "Goliath Prinz".[1]

O'Connor manteve-se desde então entre os melhores cavaleiros europeus e mesmo mundiais. De entre os inúmeros triunfos do irlandês destacam-se as muitas vitórias em provas de "Puissance": CSIO Dublin (2002, com "Casper"); CSIO 5* Roma (2004, com "Dacapo"); CSIO 5* Dublin (2004, com "Ortwin de Laubry"); CSIO 5* Dublin (2006, com "Casper"); CSI 3* Birmigham (2006, com "Casper"); CSI-W Oslo (2006, com "Casper") e CSI 4* Oslo (2007, com "Casper").

O cavaleiro representou também muitas vezes a Irlanda em prova das nações, tendo vencido várias vezes. Ainda em representação da Irlanda participou num Campeonato do Mundo, em 6 Campeonatos da Europa, num Campeonato do Mundo de Cavalos Novos e nuns Jogos Olímpicos.

Em 2004, nos Jogos Olímpicos de Atenas, o cavaleiro conseguiu a medalha de ouro, montando Waterford Crystal. Contudo em outubro do mesmo ano a Federação Equestre Internacional revelou que haviam sido descobertas substâncias ilegais no cavalo.[2] O cavaleiro negou e pediu que os testes fossem refeitos. Mas o teste B deu também positivo. O cavaleiro viria por isso a perder a medalha de ouro, sendo desqualificado de toda a competição e banido de montar durante três meses.[3] O brasileiro Rodrigo Pessoa passou assim a ser campeão olímpico. A Irlanda foi também desqualificada da prova por equipas, sendo o seu sétimo lugar ocupado pela Itália. Retornou aos Jogos Olímpicos em Londres 2012, onde obteve uma medalha de bronze com o cavalo "Blue Loyd 12" ao perder no jump-off para o neerlandês Gerco Schröder.[4]

Atualmente continua a montar a nível mundial, estando frequentemente no Top 100 mensal da FEI. Entre os cavalos que hoje monta destacam-se: "Casper", "Rancorrado", "Splendour", "Baloufina" e "Echo Beach".

Referências

  1. My kingdom for a horse (em inglês) Independent.ie (3 de junho de 2007). Visitado em 28 de dezembro de 2014.
  2. Irlandês que perdeu ouro de 2004 elogia Baloubet e quer novo título Terra (6 de agosto de 2012). Visitado em 28 de dezembro de 2014.
  3. Ireland stripped of Olympic medal (em inglês) CNN (28 de março de 2005). Visitado em 28 de dezembro de 2014.
  4. Cian O'Connor wins Olympic bronze seven years after lost gold (em inglês) BBC (8 de agosto de 2012). Visitado em 28 de dezembro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cian O'Connor