Ciclo Kalina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O ciclo Kalina é um ciclo termodinâmico para a conversão de energia térmica em força mecânica, otimizado para uso com fontes térmicas que estejam em uma temperatura relativamente baixa em comparação com a temperatura do dissipador de calor (ou o ambiente). O ciclo utiliza um fluido de trabalho com pelo menos dois componentes (geralmente água e amônia) e uma relação entre esses componentes é variável em diferentes partes do sistema para aumentar a reversibilidade termodinâmica e, portanto, o aumento global da eficiência termodinâmica. Existem diversas variantes dos sistemas de ciclo Kalina especificamente aplicáveis para diferentes tipos de fontes de calor. Várias de usinas de energia experimentais usando o conceito de ciclo Kalina tem sido construídas[1] , incluindo sistemas de cogeração junto à unidades de produção de determinados materiais, como por exemplo, a produção de cimento.[2]

Referências

  1. NATÁLIA PEREIRA DE MORAES e PAULINO E. COELHO; Geração de energia geotermelétrica a partir de plantas do tipo Kalina; ENgenharia 2010, 597 - www.brasilengenharia.com.br
  2. Daniel Vigarinho de Campos; COGERAÇÃO EM UMA FÁBRICA DE CIMENTO - www.poli.usp.br