Cicloelevador Trampe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

63° 25′ N 10° 24′ E

Cicloelevador
Trampe
Local: Trondheim, Noruega
Construído: 1993
Atualizado: 2012
Construtor: Design Management AS
Inclinação: 20% (1:5)
Comprimento: 130m
Velocidade: 2m/s (7.4km/h)
Propulsão: Elétrica
Trampe keycards, Visa card shown for scale

O cicloelevador Trampe (do norueguês: Sykkelheisen Trampe) foi o primeiro e é o único elevador de bicicletas do mundo.[1] O primeiro protótipo foi construído em 1993 em Trondheim, na Noruega, e foi depois removido no início de 2012, para ser substituído por um outro com tecnologia bem mais moderna, denominado de CycloCable. O termo Trampe vem da língua norueguesa, e significa literalmente "pisar".[2]

Utilização[editar | editar código-fonte]

Para usar este cicloelevador, é necessário adquirir um cartão de acesso que pode ser comprado ou alugado. A compra ou aluguer do dito cartão magnético tem um custo de cerca de 100 coroas, cerca de 13 euros. O cartão permite um número ilimitado de utilizações.

Ao usar este cicloelevador, o pé direito do ciclista é colocado sobre um ponto de apoio metálico sendo que o pé esquerdo fica no pedal da bicicleta. Depois o cartão de acesso é inserido no leitor de cartões, sendo necessário de seguida carregar num botão de iniciação. Após alguns segundos, o ciclista é empurrado para a frente e para cima através de um suporte metálico para o pé, sendo que o suporte sobe ao longo de uma calha.

Nos meses de verão, o Trampe é amplamente utilizado quer por habitantes de Trondheim em viagens pendulares, quer por turistas com cartões magnéticos alugados.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências