Cicloexano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Fevereiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cicloexano
Alerta sobre risco à saúde
Cyclohexane-2D-skeletal.svg Cyclohexane-3D-space-filling.png
Cyclohexane-chair-2D-stereo-skeletal.png Cyclohexane-chair-3D-balls.png
Identificadores
Número CAS 110-82-7
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C6H12
Massa molar 84.16 g/mol
Densidade 0.779 g/ml, líquido
Ponto de fusão

6.5 °C, 280 K, 44 °F

Ponto de ebulição

80.74 °C, 354 K, 177 °F

Solubilidade em água Imiscível
Viscosidade 1.02 cP at 17 °C
Termoquímica
Entalpia padrão
de formação
ΔfHo298
-156 kJ/mol
Entalpia padrão
de combustão
ΔcHo298
-3920 kJ/mol
Riscos associados
Classificação UE Inflamável (F)
Nocivo (Xn)
Perigoso para
o ambiente (N)
Irritante severo dos olhos, pode causar opacificação da córnea
NFPA 704
NFPA 704.svg
3
1
0
 
Frases R R11, R38, R65, R67, R35
Frases S S2, S9, S16, S25, S33, S60, S61, S62
Ponto de fulgor -20 C
Compostos relacionados
cicloalcanos relacionados Ciclopentano
Metilcicloexano
Ciclo-heptano
Compostos relacionados Cicloexeno
Cicloexanol
Benzeno
Piperidina (anel com 5 carbonos e 1 nitrogênio)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.
Fórmula estrutural do cicloexano
Conformação isomérica do cicloexano

O cicloexano (ou ciclo-hexano, grafado algumas vezes como ciclohexano) é um composto orgânico formado por 6 átomos de carbono, e 12 átomos de hidrogénio, de fórmula: C6H12
Pode derivar da ciclização de compostos alifáticos, ou da redução com hidrogénio na presença de um catalisador e altas pressões de benzeno.

Aplicações[editar | editar código-fonte]

O cicloexano possui várias aplicações das quais se destacam a sua utilização como matéria prima para a produção de 1,6 hexametilenodiamina, ácido adípico e caprolactama.

O cicloexano também é utilizado como matéria-prima para a produção de cicloexanona e cicloexanol, os quais além de serem usados na fabricação de caprolactama e ácidos adipicos, possuem outras diversas aplicações como solvente. Destaca-se uma boa aceitação do cicloexano no processo de desidratação de álcool substituindo o benzeno, com menores problemas de toxicidade em relação a este último[1] .

Distingue-se dentro de seu usos como solvente: betume e cêras, borracha crua, solventes para éteres de celulose, extração de óleos essenciais, gorduras, solvente na indústria de plásticos (especialmente para resinas usadas em revestimentos de fios), óleos, removedor de pintura e verniz.

Outros usos ainda incluem a de nitrocicloexano e de cloreto de cicloexila.

É utilizado ainda na fabricação de combustíveis sólidos para aquecedores, incluindo militares, na formulação de fungicidas e na cristalização de esteróides e derivados.

É utilizado como intermediário para a produção de cicloexilamina (utilizada como inibidor de corrosão e como composto intermediário para inseticidas, produtos farmacêuticos e tintas), para fabricação de ciclamatos (adoçantes), na produção de acelerador de vulcanização da classe das sulfenamidas e como intermediário na síntese de diversos corantes orgânicos.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Processos alternativos para a produção de álcool anidro a partir de álcool hidratado - www.mte.gov.br

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Cicloexano