Cidônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

Cidônia (português brasileiro) ou Cidónia (português europeu) foi uma importante pólis na costa noroeste da ilha de Creta. Sua localização exata não é conhecida, mas está no sítio da atual cidade grega de Chania.

Em lenda Cidônia foi fundada pelo rei Cidão, filho de Hermes e de Acacális, a filha do rei Minos.

Na época da Guerra do Peloponeso, esteve em guerra com Gortina e foi aliada de Atenas. Mais tarde foi aliada de Cnossos. Depois das Guerras Sagradas, o general focídio, Falecos, atacou a cidade, mas foi derrotado durante o cerco. Lutou depois contra Cnossos e Gortina.

Quando os romanos desembarcaram, fizeram-no perto de Cidônia. Os cretenses eram dirigidos por Lastenes e Panares, e os romanos por Quinto Cecílio Metelo Crético; a primeira batalha da conquista da ilha foi travada no território de Cidônia, e Metelo venceu. Cidônia foi assediada e ocupada.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • C. Michael HOGAN, Cydonia, Modern Antiquarian, [1]
  • Robert PASHLEY, Travels in Crete, 1837, J. Murray


Ícone de esboço Este artigo sobre História da Grécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.