Cidades Mortas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cidades Mortas é um livro de contos escrito por Monteiro Lobato e publicado em 1919. Através dos contos, é retratada a decadência do Vale do Paraíba com a queda do ciclo do café.

Os contos do livro Cidades Mortas de Monteiro Lobato são:

  • Cidades Mortas
  • A Vida em Oblivion
  • Perturbadores do Silêncio
  • A Vidinha Ociosa
  • Cavalinhos
  • A Noite de São João
  • O Pito do Reverendo
  • Pedro Pichorra
  • Cabelos Compridos
  • O Resto da Onça
  • Por Que Lopes Se Casou
  • Júri da Roça
  • Gens Ennuyeux
  • O Fígado Indiscreto
  • O Plágio
  • O Romance do Chopim
  • O Luzeiro Agrícola
  • A Cruz de Ouro
  • De Como Quebrei a Cabeça à Mulher do Melo
  • O Espião Alemão
  • Café Café
  • Toque Outra
  • Um Homem de Consciência
  • Anta Que Berra
  • O Avô de Crispim
  • Era no Paraíso
  • Um Homem Honesto
  • O Rapto
  • A Nuvem de Gafanhotos
  • Tragédia de Um Capão de Pintos