Cilindro de Nabonido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cilindro de Nabonido

Trata-se de um cilindro de argila do rei Ciro II, conquistador de Império Neobabilônico. Foi encontrado no Templo de Shamash em Sippar, perto de Bagdá. A conquista de Ciro é descrita na Crônica de Nabonido. Em escrita cuneiforme, na Língua acádia, encontra-se o nome de Belsazar como o filho de Nabonido, último rei da Babilônia. O Livro de Daniel capítulos 5, 7, e 8 menciona Belsazar como um rei conhecido; nota-se também que Belsazar oferece o terceiro lugar em seu reino como um grande prêmio.[1]

Trata-se de um longo texto onde o rei Nabonido da Babilônia, (556 a.C. - 539 a.C.) descreve como reparou três templos em Harã e Sippar.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Paul-Alain Beaulieu, The Reign of Nabonidus, Rei de Babilónia 556-539 B.C. (1989) (em inglês)

Referências

  1. Nabonidus Cylinder from Ur(Tradução do referido documento Paul-Alain Beaulieu, The Reign of Nabonidus, King of Babylon 556-539 a.C. (1989)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

(em inglês)