Cinderella Man

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cinderella Man
Cinderella Man (PT)
A Luta Pela Esperança (BR)
2005 • cor • 144 minutos min 
Direção Ron Howard
Roteiro Cliff Hollingsworth
Akiva Goldsman
Elenco
Russell Crowe
Renée Zellweger
Género drama
País  Estados Unidos
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Cinderella Man (no Brasil: A Luta Pela Esperança) é um filme estadunidense, do gênero drama, lançado em 2005, dirigido por Ron Howard e produzido por Howard, Penny Marshall e Brian Grazer.

Recebeu três indicações ao Oscar. O filme foi baseado na história real do boxeador James J. Braddock.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cinderella Man (no Brasil: A Luta Pela Esperança), foi baseado na história real do boxeador James J. Braddock (Russell Crowe), que era campeão dos pesos pesados e, em 1928, perdeu uma luta e teve a mão quebrada no ringue, após o acidente Braddock precisou deixar o esporte. O ex-pugilista, sua esposa e filhos enfrentaram a Grande Depressão de 1929 com grande dificuldade, muitas vezes passando frio e fome. Com muita insistência e esperança, Braddock volta aos ringues em 1935 para enfrentar o expoente Max Baer (Craig Bierko), 4 anos mais novo, melhor preparado e muito arrogante. James Braddock e Max Baer travaram então um dos mais impressionantes combates da história do boxe.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Biheteria[editar | editar código-fonte]

O filme estreou nos Estados Unidos no dia 3 de junho de 2005 em 2.812 salas, e obteve uma bilheteria de 18.320.205 de dólares, ficando em quarto lugar na semana. Na segunda semana caiu para sexto lugar, com US$ 9.728.955. No final de 27 semanas de exibição a produção arrecadou US$ 61.649.911 na América do Norte e US$ 46.890.000 no resto do mundo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]