Cinetose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cinetose
Classificação e recursos externos
CID-10 T75.3
CID-9 994.6
OMIM 158280
DiseasesDB 11908
MeSH D009041
Star of life caution.svg Aviso médico

Cinetose, também chamada de enjôo de movimento ou mal do movimento é uma condição que se caracteriza pela sensação de enjoo ou náusea quando se anda em qualquer meio de transporte, ou se movimenta o corpo de forma inabitual, perturbando o sistema vestibular responsável pelo equilíbrio. Pode ocorrer em crianças e adultos.[1] [2]

Causas[editar | editar código-fonte]

A cinetose é causada por uma perturbação no reconhecimento do movimento feito pelo sistema vestibular, pois o corpo está parado, mas o ambiente está em movimento, gerando conflito de informações e perturbação do equilíbrio corporal.[1]

O mal-estar pode surgir em qualquer atividade que exija movimento, como andar de ônibus, carro, avião, barco, trem, metrô, elevador, andar a pé, utilizar esteira ou mesmo ao utilizar uma bicicleta ergométrica. Pode também ser desencadeado por filmes e programas de televisão que tenham muitas cores brilhantes, movimento e alterações de foco. Jogos eletrônicos 3D com visão em primeira pessoa, devido a movimentação rápida e brilho da tela, também são fatores que desencadeiam crises de cinetose. Os sintomas são desencadeados pela movimentação, que causa um estímulo exagerado do labirinto, mas alguns dos efeitos podem surgir horas depois da atividade que os desencadeou e serem agravados pela continuidade do movimento.

Sinais e sintomas[editar | editar código-fonte]

Além da náusea, a cinetose tem vários outros sintomas. São eles:[1]

  • Perda de equilíbrio
  • Problemas de memória
  • Raciocínio lento
  • Sudorese (Suor excessivo)
  • Nistagmo (Dificuldade em focalizar o olhar)
  • Enxaqueca (Dores de cabeça)
  • Visão borrada, duplicada ou fora de foco
  • Palidez
  • Vertigens
  • Fadiga (Cansaço)
  • Perda da noção de profundidade

Assim, enquanto está em um veículo em movimento, o indivíduo afetado tem dificuldade de ler, assistir TV, utilizar um tablet e em outras atividades que requerem concentração e foco.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Star of life caution.svg
Advertência: A Wikipédia não é consultório médico nem farmácia.
Se necessita de ajuda, consulte um profissional de saúde.
As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento.

O tratamento é feito através de exercícios de Terapia de reabilitação vestibular, podendo também ser usada de medicação específica para diminuição dos sintomas.

A terapia de reabilitação é realizada pelo fonoaudiólogo após o diagnóstico médico.[1]

A atropina pode ser utilizada como tratamento, por ser uma droga antimuscarínica.

O médico responsável pelo diagnóstico é um otorrinolaringologista, mas, devido aos sintomas difusos, o paciente costuma ser atendido por diversos especialistas, sem sucesso, até receber o diagnóstico correto.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Susan J. Herdman, Reabilitação vestibular, Editora Manole Ltda, 2002 ISBN 8-520-41256-4
  2. Antonio Carlos Lopes, Diagnóstico e tratamento, Volume 1, Editora Manole Ltda, 2006 ISBN 8-520-42278-0


Portal A Wikipédia possui o portal:


Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.