Citibank

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Edifícios na Avenida Paulista em São Paulo. Á direita, a sede do Citibank no Brasil.
Edifício sede do Citigroup, (controlador do Citibank) em Nova York, Estados Unidos.

Citibank é o segundo maior banco dos Estados Unidos da América com sede em Nova York, que faz parte do Citigroup Fnc, o maior banco do mundo no ramo varejista e um dos maiores em outros ramos.[carece de fontes?]

No Brasil, tem sua sede em São Paulo, na Avenida Paulista. Durante os anos 80, foi o maior credor privado da dívida externa brasileira.[carece de fontes?]

No mundo, possui ativos da ordem de US$ 2,6 trilhões, mais de 27 vezes os ativos do banco Bradesco.[carece de fontes?]

Seus números de ativos mostram que o Citibank em qualquer país do mundo é o banco que mantém o maior valor e por maior tempo estes valores em seus cofres.[carece de fontes?]

Em 2005, apresentou lucro de aproximadamente US$ 26 bilhões. Citigroup é a sétima marca mais cara do mundo, de acordo com a revista Business Week, sendo a marca mais cara do ramo bancário e de investimentos.[carece de fontes?]

Recentemente, o Citibank apresentou prejuízos de quase US$ 10 bilhões, o maior em 196 anos de história.[carece de fontes?]

Para superar a crise, o Citibank recebeu duas injeções de recursos para ficar de pé. De um grande fundo de Cingapura (US$ 6,88 bilhões) e depois de um fundo dos Emirados Árabes (US$ 7 bilhões).[carece de fontes?]


Em 14 de maio de 2013, o Citibank anunciou ao mercado a venda da Credicard ao Itaú Unibanco.

O acordo inclui a Credicard Financiamentos, além dos cartões de crédito Credicard, exceto os portfólios de cartões Platinum, American Airlines e Diners, emitidos com exclusividade pelo banco Citibank, que foram migrados nos meses seguintes para a marca Citi. Estes cartões, voltados ao segmento Premium, estão sob a gestão do Citibank, assim como os cartões Corporate.

Após a conclusão do negócio, o portfólio do Citibank terá mais de 1 milhão de cartões de crédito emitidos, além de continuarem atendendo aproximadamente 400 mil clientes pessoas físicas em 87 agências espalhadas pelo país.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um banco ou instituição financeira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.