Citoarquitetura do córtex cerebral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Citoarquitetura do córtex cerebral é o estudo da citoarquitetura neural dos corpos celulares no córtex cerebral do cérebro. Implementado originalmente pela escola de Wernike, a prática utiliza estruturas celulares variantes e organização em camadas para definir regiões funcionais do córtex.[1] Aplicada particularmente ao estudo do sistema nervoso central, a citoarquitetura é uma das maneiras de analisar o cérebro (como a imuno-histoquímica, entre outras) ao obter seções e colori-las com agentes químicos que revelam como os neurônios são "empilhados" em camadas. O pioneirismo na área é creditado ao psiquiatra austríaco Theodor Hermann Meynert, que em 1867 percebeu variações regionais na estrutura histológica de diferentes partes da massa cinzenta dos hemisférios cerebrais.[2]

Referências

  1. Kandel, et al. "Principles of Neural Science." 4ª Ed. McGraw-Hill Complanies. 2000. Nova York
  2. Meynert, T. (1872) Der Bau der Gross-Hirnrinde und seine örtlichen Verschiedenheiten, nebst einem pathologisch–anatomischen Corollarium. J.H. Heuser’sche Verlagsbuchhandlung, Neuwied & Leipzig.
Ícone de esboço Este artigo sobre Neuroanatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.