Citroën Ami

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Citroën Ami
Ami 6 1968
Visão Geral
Produção 19611978
Fabricante Citroën
Modelos relacionados Citroën 2CV
Citroën FAF
Renault 4
Mini
Último
Último
Próximo
Próximo


No ano de 1961 a Citroën tinha 2 modelos que se posicionavam nos dois extremos, o 2CV e o DS.

Havia então a necessidade de preencher uma lacuna na oferta da marca, é então que surge o Ami6.

Tendo por base a plataforma do 2CV, o Ami6 é muito mais acolhedor e confortável.

Este modelo é caracterizado sobretudo pelo óculo traseiro invertido, uma solução encontrada que visava garantir mais espaço para a bagageira sem penalizar o conforto dentro do habitáculo.

Mais tarde o Ami 6 recebe uma versão Break, que tem uma aceitação surpreendente.

Em 1969 este modelo é substituído pelo Ami8, que é uma natural evolução do Ami6 sobretudo ao nível de design, mas que mantém os mesmos princípios ao nível da mecânica.

De 1972 a 1976 é ainda produzido o Ami Super, uma versão mais musculada, com uma plataforma reforçada que permite a aplicação de um motor mais potente e que permite melhores prestações.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Em 1963 era publicado o As Jóias de Castafiore, um livro de Hergé da colecção As Aventuras de Tintim e nesta história o médico do Capitão Haddcok deslocava-se num Ami 6.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]