City of Evil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
City of Evil
Álbum de estúdio de Avenged Sevenfold
Lançamento 7 de Junho de 2005
Gravação Abril de 2005
Gênero(s) Heavy metal, hard rock
Duração 74:25
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD
Gravadora(s) Warner Bros. Records
Produção Avenged Sevenfold, Andrew Murdock
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Avenged Sevenfold
Último
Último
Waking the Fallen
(2003)
Avenged Sevenfold
(2007)
Próximo
Próximo
Singles de City of Evil
  1. "Burn It Down"
    Lançamento: 12 de Junho de 2005
  2. "Bat Country"
    Lançamento: 26 de Setembro de 2005
  3. "Beast and the Harlot"
    Lançamento: 6 de Março de 2006
  4. "Seize the Day"
    Lançamento: 7 de Julho de 2006

City of Evil é o terceiro álbum de estúdio da banda estadunidense de heavy metal, Avenged Sevenfold,lançado em 7 de junho de 2005 pela Warner Bros. Records.

Este álbum é o primeiro da banda com o estilo heavy metal e hard rock, diferentemente dos dois álbuns anteriores em que o gênero marcante era o metalcore, onde o vocalista, M. Shadows gritava excessivamente as letras das músicas. O trabalho na guitarra e nas canções também é mais técnico e em um estilo mais metal. Algo como no álbum Turbo da banda Judas Priest, causando polêmica entre os fãs mais antigos, que rotularam a banda como "vendidos", devido ao seu novo som. Por outro lado, o álbum da banda ganhou muitos fãs novos que eles não poderiam ter tido com o seu som antigo. Tem-se rumores que a verdadeira razão por trás da mudança de estilo é em razão dos rumores de que o vocalista M.Shadows teve problema nas cordas vocais, embora ele negue veementemente. O álbum foi certificado com "disco de platina" em agosto de 2009, com 1,5 milhão de cópias vendidas nos Estados Unidos e 2,7 milhões em todo o mundo.O álbum foi classificado em 63º em outubro de 2006, pela revista "Guitar World" na lista dos 100 maiores álbuns de guitarra de todos os tempos.[1] . City of Evil foi o álbum mais vendido do Avenged até 2010 quando foi superado por Nightmare.

A música Bat Country foi escrita em homenagem ao escritor e repórter Hunter S.Thompson. O nome da música vem da página dezoito do terceito capítulo do seu livro Fear And Loathing In Las Vegas, onde Raoul Duke diz: We can't stop here. This is bat country. A música Betrayed foi escrita em homenagem a Dimebag Darrell, ex-guitarrista do Pantera, assassinado em um show.

O riff da música "Beast and the Harlot" foi eleito um dos melhores riffs da história pela revista Total Guitar.[2]

Faixas[editar | editar código-fonte]

A seguir, faixas e seus respectivos compositores

  1. "Beast and the Harlot"(M. Shadows) – 5:40
  2. "Burn It Down"(Shadows, Vengeance, Gates, Rev) – 4:58
  3. "Blinded in Chains"(Shadows, Gates, Rev) – 6:34
  4. "Bat Country"(The Rev) – 5:13
  5. "Trashed and Scattered"(Shadows, Vengeance) – 5:53
  6. "Seize the Day"(The Rev) – 5:32
  7. "Sidewinder"(Gates, Rev) – 7:01
  8. "The Wicked End"(The Rev) – 7:10
  9. "Strength of the World"(Shadows, Gates, Rev) – 9:14
  10. "Betrayed"(Toda a banda) – 6:47
  11. "M.I.A." (Shadows, Gates, Rev) – 8:46

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Avenged Sevenfold é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.