Clássico Mundial de Beisebol de 2009

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Clássico Mundial de Beisebol de 2009 foi a segunda edição do torneio internacional entre seleções organizado pela Major League Baseball, com chancela da IBAF. Se passou em cinco países: Japão, México, Canadá, Porto Rico e Estados Unidos. A competição, que reuniu 16 equipes, foi disputada de 5 a 23 de março.

O Japão conquistou o bicampeonato ao derrotar a Coreia do Sul por 5 a 3, numa emocionante final disputada no Dodger Stadium, em Los Angeles.[1] Daisuke Matsuzaka, novamente, foi eleito o MVP do certame.[2]

Equipes e Grupos[editar | editar código-fonte]

Os 16 participantes foram os mesmos convidados de 2006.[3]

Cada federação nacional teve a data-limite de 19 de janeiro de 2009 para apresentar um elenco provisório de 45 jogadores.[4] Os elencos definitivos de 28 atletas, que deviam incluir um mínimo de 13 arremessadores e dois receptores, foram entregues em 24 de fevereiro.[5]

1ª fase
5-12 de março
Grupo A Grupo B Grupo C Grupo D
 Japão  México  Canadá  Porto Rico
 China  Austrália  Estados Unidos  Panamá
Coreia do Sul Coreia do Sul  Cuba  Venezuela República Dominicana
Taipé Chinesa África do Sul  Itália Países Baixos Holanda
2ª fase
14-19 de março
Grupo 1 Grupo 2
Coreia do Sul Coreia do Sul  Venezuela
 Japão  Estados Unidos
 Cuba  Porto Rico
 México Países Baixos Holanda
Fase final
21-23 de março
 Japão  Venezuela
 Estados Unidos Coreia do Sul Coreia do Sul

Sedes[editar | editar código-fonte]

Grupo A - Tóquio Grupo B - Cidade do México Grupo C - Toronto Grupo D - San Juan
Tokyo Dome Foro Sol Rogers Centre Estádio Hiram Bithorn
Capacidade: 42,000 Capacidade: 26,000 Capacidade: 49,539 Capacidade: 18,000
TokyoDome GiantsFighters.jpg Foro Sol.jpg Tigersbluejaysapril2008.jpg Hiram Bithorn Stadium 1.JPG
Grupo 1 - San Diego Grupo 2 - Miami Fase final - Los Angeles
PETCO Park Dolphin Stadium Dodger Stadium
Capacidade: 42,685 Capacidade: 38,560 Capacidade: 56,000
Petco Park Interior.JPG Marlins 2008 001.jpg Dodger-Stadium-Panorama-052707.jpg

Formato[editar | editar código-fonte]

Diferentemente da edição anterior, a primeira e segunda fases são em eliminatória dupla (double elimination).

A primeira fase é composta por quatro grupos (A, B, C e D) de quatro equipes cada.

Num grupo, os vencedores dos Jogos 1 e 2 se enfrentam no Jogo 4, tal como os perdedores no Jogo 3. O ganhador do Jogo 4, já com duas vitórias, se classifica à fase seguinte; o derrotado encara o perdedor do Jogo 3 pela outra vaga, no Jogo 5. Os perdedores dos Jogos 3 e 5, com duas derrotas, dão adeus à disputa. Obs: no Grupo C, o Jogo 3 é entre os vencedores dos Jogos 1 e 2, com os perdedores se enfrentando no Jogo 4.

Se classificam à segunda fase os dois primeiros de cada grupo. No Grupo 1, começam se enfrentando o 2º do A vs. 1º do B e 2º do B vs. 1º do A. No Grupo 2, inicia-se com 2º do D vs. 1º do C e 2º do C vs. 1º do D.

Já a fase final é jogada em eliminatória simples: os vencedores dos Grupos 1 e 2 fazem as semifinais contra os vices do outro grupo, com a final sendo entre os ganhadores de cada duelo.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

  Jogos 1, 2 e 3 Jogos 4 e 5 Classificados (Jogo 6)
                             
  China 0  
  Japão 4  
  V1   Japão 14  
  V2  Coreia do Sul Coreia do Sul 2  
  Taipé Chinesa 0
 Coreia do Sul Coreia do Sul 9  
  V5  Coreia do Sul Coreia do Sul 1
  V4   Japão 0
P2   Taipé Chinesa 1  
P1   China 4  
  V3   China 0
  P4  Coreia do Sul Coreia do Sul 14  
Jogo 1
5 de março – 18:30 (UTC+9) – Tokyo Dome
Tóquio, Japão
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 China 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 5 2
 Japão 0 0 3 0 0 1 0 0 X 4 5 0
V: Yu Darvish (1-0)  D: Chenhao Li (0-1)  
HRs:  JPN – Shuichi Murata (1)
Jogo 3
7 de março – 12:30 (UTC+9) – Tokyo Dome
Tóquio, Japão
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Taipé Chinesa 0 0 0 0 0 1 0 0 0 1 7 0
 China 1 0 0 0 2 0 0 1 X 4 9 0
V: Jiangang Lu (1-0)  D: Yueh-Ping Lin (0-1)  S: Kun Chen (1)  
HRs:  CHN – Ray Chang (1)
Jogo 5 (F/7)[6]
8 de março – 18:30 (UTC+9) – Tokyo Dome
Tóquio, Japão
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 R H E
 China 0 0 0 0 0 0 0 0 2 2
Coreia do Sul Coreia do Sul 2 0 0 2 5 5 X 14 10 0
V: Suk-Min Yoon (1-0)  D: Guoqiang Sun (0-1)  
HRs:  KOR – Bum-Ho Lee (1)
Jogo 2
6 de março – 18:30 (UTC+9) – Tokyo Dome
Tóquio, Japão
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Taipé Chinesa 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 5 0
Coreia do Sul Coreia do Sul 6 0 0 0 1 2 0 0 X 9 10 0
V: Hyun-Jin Ryu (1-0)  D: Cheng-Chang Lee (0-1)  
HRs:  KOR – Jin-Young Lee (1), Keun-Woo Jeong (1)
Jogo 4 (F/7)[6]
7 de março – 19:00 (UTC+9) – Tokyo Dome
Tóquio, Japão
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 R H E
 Japão 3 5 0 1 2 2 1 14 14 0
Coreia do Sul Coreia do Sul 2 0 0 0 0 0 0 2 4 1
V: Daisuke Matsuzaka (1-0)  D: Kwang-Hyun Kim (0-1)  
HRs:  JPN – Shuichi Murata (2), Kenji Johjima (1)  KOR – Tae-Kyun Kim (1)
Jogo 6
9 de março – 18:30 (UTC+9) – Tokyo Dome
Tóquio, Japão
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Coreia do Sul Coreia do Sul 0 0 0 1 0 0 0 0 0 1 4 0
 Japão 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 6 0
V: Jung-Keun Bong (1-0)  D: Hisashi Iwakuma (0-1)  S: Chang-Yong Lim (1)  

Grupo B[editar | editar código-fonte]

  Jogos 1, 2 e 3 Jogos 4 e 5 Classificados (Jogo 6)
                             
  África do Sul 1  
  Cuba 8  
  V1   Cuba 5  
  V2   Austrália 4  
  Austrália 17
  México 7  
  V5   México 4
  V4   Cuba 16
P2   México 14  
P1   África do Sul 3  
  V3   México 16
  P4   Austrália 1  
Jogo 1
8 de março – 12:00 (UTC-6) – Foro Sol
Cidade do México, México
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
África do Sul 0 0 0 0 0 0 0 0 1 1 4 0
 Cuba 1 2 2 0 2 1 0 0 X 8 13 0
V: Norge Vera (1-0)  D: Barry Armitage (0-1)  
HRs:  CUB – Frederich Cepeda 2 (2), Alfredo Despaigne (1), Héctor Olivera (1), Yulieski Gourriel (1), Yoennis Céspedes (1)
Jogo 3
9 de março – 20:00 (UTC-6) – Foro Sol
Cidade do México, México
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 México 1 0 2 0 0 0 3 4 4 14 16 2
África do Sul 1 0 1 0 0 0 1 0 0 3 7 2
V: Elmer Dessens (1-0)  D: Justin Erasmus (0-1)  
HRs:  MEX – Adrian Gonzalez 2 (2), Oscar Robles (1), Jorge Cantú (1)
Jogo 5 (F/6)[6]
11 de março – 20:00 (UTC-6) – Foro Sol
Cidade do México, México
Equipe 1 2 3 4 5 6 R H E
 México 0 0 4 7 1 4 16 13 0
 Austrália 0 0 0 1 0 0 1 6 0
V: Jorge Campillo (1-0)  D: David Welch (0-1)  
HRs:  MEX – Scott Hairston (1), Karim García 2 (2)  AUS – Brett Roneberg (1)
Jogo 2 (F/8)[6]
8 de março – 19:00 (UTC-6) – Foro Sol
Cidade do México, México
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 R H E
 Austrália 3 1 0 0 3 3 4 3 17 22 2
 México 5 1 1 0 0 0 0 0 7 12 1
V: Damian Moss (1-0)  D: Ricardo Rincón (0-1)  
HRs:  AUS – Luke Hughes (1), Chris Snelling 2 (2), Ben Risinger (1)  MEX – Jorge Vazquez (1), Alfredo Amézaga (1)
Jogo 4
10 de março – 20:00 (UTC-6) – Foro Sol
Cidade do México, México
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Cuba 0 0 1 0 0 1 1 2 0 5 9 1
 Austrália 0 0 0 1 0 3 0 0 0 4 6 1
V: Ismel Jiménez (1-0)  D: Rich Thompson (0-1)  
HRs:  CUB – Yoennis Céspedes (2), Yosbany Peraza (1)
Jogo 6 (F/7)[6]
12 de março – 19:00 (UTC-6) – Foro Sol
Cidade do México, México
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 R H E
 México 0 0 2 1 1 0 0 4 5 0
 Cuba 1 0 1 5 0 0 9 16 17 1
V: Yulieski González (1-0)  D: Francisco Campos (0-1)  S: Yolexis Ulacia (1)  
HRs:  MEX – Freddy Sandoval (1), Oscar Robles (2), Karim García (3)  CUB – Yulieski Gourriel (2), Ariel Pestano (1), Frederich Cepeda (3)

Grupo C[editar | editar código-fonte]

  Jogos 1, 2 e 4 Jogos 3 e 5 Classificados (Jogo 6)
                             
  Canadá 5  
  Estados Unidos 6  
  V1   Estados Unidos 15  
  V2   Venezuela 6  
  Itália 0
  Venezuela 7  
  V5   Venezuela 5
  V3   Estados Unidos 3
P2   Itália 6  
P1   Canadá 2  
  V4   Itália 1
  P3   Venezuela 10  
Jogo 1
7 de março – 14:00 (UTC-5) – Rogers Centre
Toronto, Canadá
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Canadá 1 0 1 0 0 1 1 0 1 5 7 1
 Estados Unidos 0 1 0 3 0 2 0 0 X 6 9 0
V: LaTroy Hawkins (1-0)  D: Mike Johnson (0-1)  S: J.J. Putz (1)  
HRs:  CAN – Joey Votto (1), Russell Martin (1)  USA – Kevin Youkilis (1), Brian McCann (1), Adam Dunn (1)
Jogo 3
8 de março – 20:00 (UTC-4) – Rogers Centre
Toronto, Canadá
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Estados Unidos 0 0 0 2 0 8 1 3 1 15 16 0
 Venezuela 0 0 1 2 0 2 0 0 1 6 13 0
V: Matt Lindstrom (1-0)  D: Víctor Zambrano (0-1)  
HRs:  USA – Kevin Youkilis (2), Adam Dunn (2), Ryan Braun (1)  VEN – Carlos Guillén (2)
Jogo 5
10 de março – 17:00 (UTC-4) – Rogers Centre
Toronto, Canadá
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Itália 0 0 0 0 0 0 1 0 0 1 6 1
 Venezuela 0 0 0 4 5 0 1 0 X 10 14 0
V: Enrique González (1-0)  D: Tiago da Silva (0-1)  
HRs:  VEN – Bobby Abreu (1), Miguel Cabrera (1), José López (1), Ramón Hernández (1)
Jogo 2
7 de março – 20:00 (UTC-5) – Rogers Centre
Toronto, Canadá
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Itália 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 8 1
 Venezuela 0 0 0 0 4 0 2 1 X 7 11 1
V: Félix Hernández (1-0)  D: Jason Grilli (0-1)  
HRs:  VEN – Carlos Guillén (1), Melvin Mora (1)
Jogo 4
9 de março – 18:30 (UTC-4) – Rogers Centre
Toronto, Canadá
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Itália 1 1 1 1 0 0 2 0 0 6 10 0
 Canadá 0 0 0 2 0 0 0 0 0 2 7 1
V: Dan Serafini (1-0)  D: Vince Perkins (0-1)  S: Jason Grilli (1)  
Jogo 6
11 de março – 18:30 (UTC-4) – Rogers Centre
Toronto, Canadá
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Venezuela 0 0 1 0 1 2 1 0 0 5 12 1
 Estados Unidos 0 0 0 1 0 0 0 2 0 3 7 0
V: Jan Granado (1-0)  D: Jeremy Guthrie (0-1)  S: Francisco Rodríguez (1)  
HRs:  VEN – Henry Blanco (1)  USA – Chris Iannetta (1)

Grupo D[editar | editar código-fonte]

  Jogos 1, 2 e 3 Jogos 4 e 5 Classificados (Jogo 6)
                             
 Países Baixos Holanda 3  
  República Dominicana 2  
  V1  Países Baixos Holanda 1  
  V2   Porto Rico 3  
  Panamá 0
  Porto Rico 7  
  V5  Países Baixos Holanda 0
  V4   Porto Rico 5
P2   Panamá 0  
P1   República Dominicana 9  
  V3   República Dominicana 1
  P4  Países Baixos Holanda 2  
Jogo 1
7 de março – 12:00 (UTC-4) – Estádio Hiram Bithorn
San Juan, Porto Rico
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Países Baixos Holanda 3 0 0 0 0 0 0 0 0 3 3 0
República Dominicana 0 0 0 1 1 0 0 0 0 2 8 3
V: Sidney Ponson (1-0)  D: Edinson Volquez (0-1)  S: Leon Boyd (1)  
HRs:  DOM – Miguel Tejada (1)
Jogo 3
8 de março – 16:30 (UTC-4) – Estádio Hiram Bithorn
San Juan, Porto Rico
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Panamá 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 6 2
República Dominicana 0 0 3 2 0 1 0 3 X 9 8 0
V: Johnny Cueto (1-0)  D: Ramiro Mendoza (0-1)  
HRs:  DOM – Miguel Olivo 2 (2), Nelson Cruz (1)
Jogo 5 (F/11)
10 de março – 18:30 (UTC-4) – Estádio Hiram Bithorn
San Juan, Porto Rico
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 R H E
República Dominicana 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 1 7 3
Países Baixos Holanda 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 2 2 5 1
V: Leon Boyd (1-0)  D: Carlos Mármol (0-1)  
Jogo 2
7 de março – 18:00 (UTC-4) – Estádio Hiram Bithorn
San Juan, Porto Rico
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Panamá 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 5 2
 Porto Rico 0 1 0 1 1 1 3 0 X 7 13 0
V: Javier Vázquez (1-0)  D: Bruce Chen (0-1)  
HRs:  PUR – Carlos Delgado (1), Iván Rodríguez 2 (2)
Jogo 4
9 de março – 18:30 (UTC-4) – Estádio Hiram Bithorn
San Juan, Porto Rico
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Países Baixos Holanda 0 1 0 0 0 0 0 0 0 1 5 1
 Porto Rico 0 0 0 0 0 0 0 3 X 3 8 0
V: J.C. Romero (1-0)  D: Dennis Neuman (0-1)  S: Fernando Cabrera (1)  
Jogo 6
11 de março – 17:00 (UTC-4) – Estádio Hiram Bithorn
San Juan, Porto Rico
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Países Baixos Holanda 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 6 0
 Porto Rico 1 0 0 0 2 1 0 1 X 5 10 0
V: Jonathan Sánchez (1-0)  D: Pim Walsma (0-1)  

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

Grupo 1[editar | editar código-fonte]

  Jogos 1, 2 e 3 Jogos 4 e 5 Classificados (Jogo 6)
                             
2º A   Japão 6  
1º B   Cuba 0  
  V1   Japão 1  
  V2  Coreia do Sul Coreia do Sul 4  
2º B   México 2
1º A  Coreia do Sul Coreia do Sul 8  
  V5   Japão 6
  V4  Coreia do Sul Coreia do Sul 2
P1   Cuba 7  
P2   México 4  
  P4   Japão 5
  V3   Cuba 0  
Jogo 1
15 de março – 13:00 (UTC-7) – PETCO Park
San Diego, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Japão 0 0 3 1 1 0 0 0 1 6 12 2
 Cuba 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 8 0
V: Daisuke Matsuzaka (2-0)  D: Aroldis Chapman (0-1)  
Jogo 3
16 de março – 20:00 (UTC-7) – PETCO Park
San Diego, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Cuba 1 0 1 0 3 0 2 0 0 7 11 0
 México 0 0 1 1 0 0 0 1 1 4 7 0
V: Norge Vera (2-0)  D: Jorge Campillo (1-1)  S: Pedro Luis Lazo (1)  
HRs:  MEX – Jorge Cantú (2), Cristhian Presichi (1)
Jogo 5
18 de março – 20:00 (UTC-7) – PETCO Park
San Diego, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Japão 0 0 0 2 1 0 1 0 1 5 8 0
 Cuba 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 5 1
V: Hisashi Iwakuma (1-1)  D: Yuneski Maya (0-1)  S: Toshiya Sugiuchi (1)  
Jogo 2
15 de março – 20:00 (UTC-7) – PETCO Park
San Diego, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 México 0 2 0 0 0 0 0 0 0 2 9 1
Coreia do Sul Coreia do Sul 0 2 0 1 1 0 4 0 X 8 12 1
V: Hyun-Wook Jong (1-0)  D: Oliver Pérez (0-1)  
HRs:  KOR – Bum-Ho Lee (2), Tae-Kyun Kim (2), Young-Min Ko (1)
Jogo 4
17 de março – 20:00 (UTC-7) – PETCO Park
San Diego, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Japão 0 0 0 0 1 0 0 0 0 1 7 1
Coreia do Sul Coreia do Sul 3 0 0 0 0 0 0 1 X 4 4 0
V: Jung-Keun Bong (2-0)  D: Yu Darvish (1-1)  S: Chang-Yong Lim (2)  
Jogo 6
19 de março – 18:00 (UTC-7) – PETCO Park
San Diego, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Japão 0 2 0 0 0 0 0 3 1 6 15 3
Coreia do Sul Coreia do Sul 1 0 0 0 0 0 1 0 0 2 6 3
V: Hideaki Wakui (1-0)  D: Seung-Hwan Oh (0-1)  
HRs:  JPN – Seiichi Uchikawa (1)  KOR – Bum-Ho Lee (3)

Grupo 2[editar | editar código-fonte]

  Jogos 1, 2 e 3 Jogos 4 e 5 Classificados (Jogo 6)
                             
2º D  Países Baixos Holanda 1  
1°C   Venezuela 3  
  V1   Venezuela 2  
  V2   Porto Rico 0  
2°C   Estados Unidos 1
1º D   Porto Rico 11  
  V5   Estados Unidos 6
  V4   Venezuela 10
P1  Países Baixos Holanda 3  
P2   Estados Unidos 9  
  P4   Porto Rico 5
  V3   Estados Unidos 6  
Jogo 1
14 de março – 13:00 (UTC-4) – Dolphin Stadium
Miami, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Países Baixos Holanda 0 1 0 0 0 0 0 0 0 1 6 0
 Venezuela 1 0 0 1 0 0 0 1 X 3 3 2
V: Carlos Silva (1-0)  D: Sidney Ponson (1-1)  S: Francisco Rodríguez (2)  
HRs:  VEN – Miguel Cabrera (2), José López (2)
Jogo 3
15 de março – 19:30 (UTC-4) – Dolphin Stadium
Miami, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Países Baixos Holanda 0 0 0 0 0 0 1 2 0 3 12 1
 Estados Unidos 1 2 0 3 1 1 0 1 X 9 12 1
V: Roy Oswalt (1-0)  D: Rick van den Hurk (0-1)  
HRs:  NED – Bryan Engelhardt (1)  USA – Jimmy Rollins (1), Adam Dunn (3)
Jogo 5
17 de março – 19:00 (UTC-4) – Dolphin Stadium
Miami, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Porto Rico 0 1 0 2 0 1 0 0 1 5 5 1
 Estados Unidos 0 2 1 0 0 0 0 0 3 6 10 0
V: Jonathan Broxton (1-0)  D: J.C. Romero (1-1)  
HRs:  PUR – Alex Rios (1), Carlos Delgado (2)  USA – Kevin Youkilis (3)
Jogo 2 (F/7)[6]
14 de março – 20:00 (UTC-4) – Dolphin Stadium
Miami, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 R H E
 Estados Unidos 0 0 0 0 1 0 0 1 6 0
 Porto Rico 2 4 0 0 1 0 4 11 13 0
V: Javier Vázquez (2-0)  D: Jake Peavy (0-1)  
HRs:  PUR – Felipe López (1), Carlos Beltrán (1)
Jogo 4
16 de março – 20:00 (UTC-4) – Dolphin Stadium
Miami, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Venezuela 0 0 1 0 0 0 1 0 0 2 8 0
 Porto Rico 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 5 0
V: Félix Hernández (2-0)  D: Ian Snell (0-1)  S: Francisco Rodríguez (3)  
HRs:  VEN – Ramón Hernández (2)
Jogo 6
18 de março – 19:00 (UTC-4) – Dolphin Stadium
Miami, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Estados Unidos 0 1 1 1 2 1 0 0 0 6 12 3
 Venezuela 0 6 0 1 0 3 0 0 X 10 15 1
V: Armando Galarraga (1-0)  D: Jeremy Guthrie (0-2)  
HRs:  USA – Mark DeRosa (1)  VEN – Max Ramírez (1)

Fase final[editar | editar código-fonte]

  Semifinais Final
                 
2º 1  Coreia do Sul Coreia do Sul 10  
1º 2   Venezuela 2  
      Japão 5
   Coreia do Sul Coreia do Sul 3
2º 2   Estados Unidos 4
1º 2   Japão 9  
Semifinal 1
21 de março – 18:00 (UTC-7) – Dodger Stadium
Los Angeles, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
Coreia do Sul Coreia do Sul 5 2 0 1 0 2 0 0 0 10 10 1
 Venezuela 0 0 1 0 0 0 1 0 0 2 9 5
V: Suk-Min Yoon (2-0)  D: Carlos Silva (1-1)  
HRs:  KOR – Shin-Soo Choo (1), Tae-Kyun Kim (3)  VEN – Carlos Guillén (3)
Semifinal 2
22 de março – 17:00 (UTC-7) – Dodger Stadium
Los Angeles, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 R H E
 Estados Unidos 1 0 1 0 0 0 0 2 0 4 9 3
 Japão 0 1 0 5 0 0 0 3 X 9 10 1
V: Daisuke Matsuzaka (3-0)  D: Roy Oswalt (1-1)  
HRs:  USA – Brian Roberts (1)
Final (F/10)
23 de março – 18:00 (UTC-7) – Dodger Stadium
Los Angeles, Estados Unidos
Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 R H E
 Japão 0 0 1 0 0 0 1 1 0 2 5 15 0
Coreia do Sul Coreia do Sul 0 0 0 0 1 0 0 1 1 0 3 5 1
V: Yu Darvish (2-1)  D: Chang-Yong Lim (0-1)  
HRs:  KOR – Shin-Soo Choo (2)

Seleção do torneio[editar | editar código-fonte]

Posição Jogador
C Porto Rico Iván Rodríguez
1B Coreia do Sul Tae-Kyun Kim
2B Venezuela José López
SS Estados Unidos Jimmy Rollins
3B Coreia do Sul Bum-Ho Lee
OF Japão Norichika Aoki
Cuba Frederich Cepeda
Cuba Yoennis Céspedes
DH Coreia do Sul Hyun-Soo Kim
P Coreia do Sul Jung-Keun Bong
Japão Hisashi Iwakuma
Japão Daisuke Matsuzaka (MVP)

Regras adicionais[editar | editar código-fonte]

Novamente, houve limites quanto ao número máximo de arremessos lançados pelo arremessador numa partida, embora tenham sido aumentados:

  • 70 na 1ª fase (subiu dos 60 de 2006)
  • 85 na 2ª fase (subiu dos 80 de 2006)
  • 100 na fase final (subiu dos 90 de 2006)

Caso o arremessador atinjisse seu limite enquanto enfrentava um rebatedor, lhe era permitindo terminar aquele duelo, mas ele deveria ser retirado do jogo após isso.

Qualquer arremessador que fizesse 30 ou mais arremessos num jogo era proibido de atuar no dia seguinte. Como a fase final foi jogada durante três dias consecutivos, uma regra chamada “pitcher rest equalization” foi adicionada: um arremessador que fizesse 30 ou mais arremessos numa semifinal era proibido de atuar na final. Isso negava uma vantagem que o vencedor da primeira semifinal teria na final.

O replay instantâneo está disponível aos árbitros durante o torneio. Tal como foi introduzido na Major League Baseball durante a temporada de 2008, replays só podem ser usados para julgar home runs, determinando se a bola foi válida ou não, sobre o muro ou não, e se houve interferência de torcedor.

Uma versão alternativa da recente regra da IBAF para entradas extras foi introduzida. Se o jogo permanecesse empatado após 12 entradas, cada equipe começaria a 13ª (e qualquer entrada subseqüente necessária) com jogadores na primeira e segunda bases, com nenhum eliminado.

A regra de misericórdia[6] (mercy rule) esteve em vigor.

Cobertura televisiva[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, ESPN e MLB Network dividira os direitos, com a ESPN mostrando 23 jogos, incluindo a fase final, enquanto a MLB Network exibe os 16 restantes. Transmissões em espanhol, para o público hispânico, foram feitas pela ESPN Deportes. A ESPN Internacional levou o torneio ao ar para 167 países.[7]

No Brasil, a ESPN transmitiu 19 partidas.[8]

Referências e Notas

  1. (em inglês) Ichiro lifts Japan to Classic glory MLB.com (24 de março de 2008).
  2. (em inglês) Dice-K repeats as Classic MVP MLB.com (24 de março de 2008).
  3. (em inglês) 2009 World Baseball Classic to feature same 16-team field SignOnSanDiego.com (19 de fevereiro de 2008). Visitado em 10 de março de 2009.
  4. (em inglês) World Baseball Classic provisional rosters announced MLB.com (19 de janeiro de 2009). Visitado em 10 de março de 2009.
  5. (em inglês) Rosters set for World Baseball Classic MLB.com (25 de fevereiro de 2009). Visitado em 10 de março de 2009.
  6. a b c d e f g Regra de misericórdia: o jogo é encerrado se: após 5 entradas, uma equipe liderar por diferença de 15 ou mais corridas, ou; após 7 entradas, uma equipe liderar por diferença de 10 ou mais corridas.
  7. (em inglês) MLB Network, ESPN to televise Classic MLB.com (7 de outubro de 2008). Visitado em 8 de março de 2009.
  8. Confira as transmissões do WBC ESPN.com.br (27 de fevereiro de 2009). Visitado em 8 de março de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]