Clássico Rei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Clássico Rei
América x ABC
ABC Futebol Clube 184 vitória(s), 679 gol(s)
América Futebol Clube 169 vitória(s), 587 gol(s)
Empates 146
Total de jogos 499
Total de gols 1 266
editar

O Clássico Rei é o maior clássico de futebol do estado do Rio Grande do Norte. É o confronto entre o ABC Futebol Clube e o América Futebol Clube, ambos sediados na cidade do Natal, capital do estado. Neste artigo, apenas JOGOS OFICIAIS são levados em consideração.

Estatística geral do Clássico Rei[editar | editar código-fonte]

Levando em conta apenas jogos oficias, temos as seguintes estatísticas:

  • Jogos: 499
  • Vitórias do ABC: 184
  • Vitórias do América: 169
  • Empates: 146
  • Gols do ABC: 679
  • Gols do América: 587

A última partida do Clássico Rei foi pelo Campeonato Brasileiro, que acabou com o placar de América-RN 0x0 ABC.

Maior goleada[editar | editar código-fonte]

  • A maior goleada entre ABC e América aconteceu em 14 de outubro de 1945, quando, pelo campeonato estadual o alvinegro aplicou 8 a 1 no seu maior rival. Os gols foram marcados por Tico (4), Euclides(2), Pageú (1) e Albano (1) para o ABC. Viana descontou para o América. O jogo foi realizado no Juvenal Lamartine.

Maior Invencibilidade[editar | editar código-fonte]

A maior invencibilidade no clássico é do América. Entre os anos de 1980 e 1983, o clube alvirrubro ficou 24 partidas oficiais sem perder para seu maior rival. Segue abaixo os jogos:


  • 1980 - 5 jogos
  • Campeonato Estadual – 02/11/1980 - América 4 x 1 ABC(Marinho Apolônio(3) e Paulo César Cascavel / Jonas)
  • Campeonato Estadual – 16/11/1980 - América 2 x 0 ABC(Paulo César Cascavel e Didi Duarte)
  • Campeonato Estadual – 19/11/1980 - América 2 x 1 ABC(Didi Duarte e Marinho Apolônio / Juarez)
  • Campeonato Estadual – 29/11/1980 - América 1 x 1 ABC(Paulo César Cascavel / Jonas)
  • Campeonato Estadual – 01/12/1980 – América 0 x 0 ABC


  • 1981 – 9 jogos
  • Taça Cidade do Natal -12/04/1981 – América 0 x 0 ABC
  • Taça Cidade do Natal – 15/04/1981 – América 1 x 1 ABC (Didi Duarte / Noé Soares)
  • Taça Cidade do Natal – 24/05/1981 - América 1 x 1 ABC(Norival / Juarez)
  • Taça Cidade do Natal – 27/05/1981 – América 0 x 0 ABC
  • Campeonato Estadual – 12/07/1981 – América 1 x 0 ABC (Norival)
  • Campeonato Estadual – 02/08/1981 – América 1 x 1 ABC (Norival / Alberi)
  • Campeonato Estadual – 13/09/1981 – América 1 x 1 ABC (Sandoval / Noé Soares)
  • Campeonato Estadual – 18/10/1981 – América 0 x 0 ABC
  • Campeonato Estadual – 29/11/1981 - América 3 x 2 ABC(Sandoval, Miltão e Beca / Juarez e Peri)


  • 1982 – 10 jogos
  • Taça Cidade do Natal – 24/04/1982 – América 1 x 1 ABC (Didi Duarte / Pernambuco)
  • Taça Cidade do Natal – 23/05/1982 - América 2 x 0 ABC(Curió e Didi Duarte)
  • Taça Cidade do Natal – 19/06/1982 - América 3 x 3 ABC(Tulica, Curió, Arié[contra] / Marinho Apolônio, Noé e Alberi)
  • Taça Cidade do Natal – 23/06/1982 – América 0 x 0 ABC
  • Taça Cidade do Natal – 09/07/1982 - América 1 x 1 ABC(Severinho / Marinho Apolônio)
  • Campeonato Estadual – 22/08/1982 – América 0 x 0 ABC
  • Campeonato Estadual – 10/10/1982 - América 2 x 1 ABC(Silva(2) / Neinha)
  • Campeonato Estadual – 14/11/1982 – América 0 x 0 ABC
  • Campeonato Estadual – 17/11/1982 – América 0 x 0 ABC
  • Campeonato Estadual – 21/11/1982 - América 2 x 2 ABC(Junior e Silva / Soares e Neinha)

Maiores Artilheiros[editar | editar código-fonte]

  • Maior artilheiro do clássico:

Marinho Apolônio - 22 gols.

Baíca - 15 gols

Sérgio Alves - 14 gols

Recorde de Público[editar | editar código-fonte]

  • O maior público do Clássico Rei foi no campeonato estadual de 1976, no dia 04 de Julho de 1976, no Estádio Machadão (ainda chamado de Castelão), numa partida que terminou com uma vitória do América por 2 a 1. Na ocasião as torcidas de ABC e América colocaram 50.486 pagantes no antigo estádio da Lagoa Nova.


  • Ficha Técnica:

ABC 1 X 2 AMÉRICA

Local: Estádio Castelão (Machadão):

Juiz: Oscar Scolfaro;

Renda: Cr$ 628 060,00;

Público Pagante: 50 486:

Gols: Ivanildo 29 do 1.°; Alberi 13 e Zé Carlos Olimpico 16 do 2.°;

Expulsão: Hélcio

ABC: Helio, Fidelis, Pradera, Vagner, Vuca (Orlando), Drailton, Danilo Meneses. Noé Silva, Zé Carlos (Zé Carlos Olimpico), Reinaldo e Macunaíma

America: Otávio; Olimpio, Joel, Odelio, Cosme; Juca Show, Alberi, Helcio; Ronaldo, Pedrada (Washington) e Ivanildo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.