Classe Guppy II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O Programa GUPPY (do inglês, Greater Underwater Propulsion Power Program) ou Programa de Ampliação da Força de Propulsão Submarina foi iniciado pela Marinha dos Estados Unidos após a Segunda Guerra Mundial para melhorar a velocidade submersa, manobrabilidade e a resistência dos seus submarinos. O "Y" na sigla foi adicionado para melhor pronunciabilidade.

A Marinha Norteamericana iniciou o programa por meio de testes e de Engenharia Reversa de dois submarinos alemães capturados do tipo XXI U-boat: U-2513 e U-3008. Essa análise levou a quatro resultados - o aumento da capacidade da bateria, racionalização da estrutura, adição de esnórqueis, e melhoria dos sistemas de controle de fogo. A Marinha Norteamericana imediatamente focou na criação de uma nova classe de submarinos, mas o Escritório de Navios acreditava que a vasta frota de navios da Classe Gato, Balao e Tench existentes poderia ser modificada para incorporar as melhorias desejadas. Em junho de 1946, o Chefe de Operações Navais aprovou o projeto GUPPY. O programa inicial de teste de dois barcos, implementado pelo Estaleiro Naval de Portsmouth, eventualmente cresceu em vários programas de conversão sucessivos. Essas atualizações levaram a sete variantes, na seguinte ordem: GUPPY I, GUPPY II, GUPPY IA, Fleet Snorkel, GUPPY IIA, GUPPY IB, e GUPPY III. Alguns outros barcos que passaram pela fase inicial foram novamente atualizados em uma fase posterior.

USS Greenfish (SS-351) depois da modernização GUPPY III

Marinha do Brasil[editar | editar código-fonte]

A Força de Submarinos da Marinha do Brasil comprou alguns submarinos após a Conversão GUPPY, usados a partir de 1973:

Designação Nome Nome de batismo Classe original Fase GUPPY Comissionado em Descomissionado em
S 10 Guanabara Ex-USS Dogfish Balao GUPPY II 1973 1983
S 11 Rio Grande do Sul Ex-USS Grampus Tench GUPPY II 1973 1978
S 12 Bahia Ex-USS Sea Leopard Tench GUPPY II 1973 1993
S 13 Rio de Janeiro Ex-USS Odax Tench GUPPY I 1973 1978
S 14 Ceará Ex-USS Amberjack Tench GUPPY II 1973 1987
S 15 Goiás Ex-USS Trumpetfish Balao GUPPY II e III 1973 1990
S 16 Amazonas Ex-USS Greenfish Balao GUPPY III 1973 1992