Claude Joseph Rouget de Lisle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Claude-Joseph Rouget de Lisle (Lons-le-Saunier, 10 de maio de 1760Choisy-le-Roi, 26 de junho de 1836) foi oficial do exército francês em Estrasburgo. Era um republicano moderado, o que quase levou-o à guilhotina durante o perído da Revolução Francesa conhecido como Terror.

Claude Joseph Rouget de Lisle

Rouget de Lisle é o autor da letra e da música do Chant de guerre pour l'armée du Rhin, composto em Estrasburgo na noite do 25 de abril ao 26 de abril de 1792, e que se tornou o hino nacional francês sob o nome de « la Marseillaise » (A Marselhesa).

O sucesso de sua composição acabou salvando-o. Morreu em Choisy-le-Roi em 1836. Antes de sua morte, foi imortalizado em bronze pelo renomado escultor francês Pierre Jean David[1] Os seus restos mortais encontram-se depositados no Hôtel des Invalides.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Médaillon en bronze, profil à droite, par David d’Angers. La Marseillaise - Claude Joseph Rouget de Lisle - Biblioteca da Assembléia Nacional da França.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Claude Joseph Rouget de Lisle
Ícone de esboço Este artigo sobre um compositor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.