Claude Stanley Choules

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Claude Choules
Claude Choules.jpg
Nome completo Claude Stanley Choules
Nascimento 3 de março de 1901 Pershore, Worcestershire
Morte 5 de maio de 2011 (110 anos) Perth

Claude Stanley Choules (Pershore, 3 de março de 1901Perth, 5 de maio de 2011) foi um militar supercentenário britânico.

Até morrer, em maio de 2011, Claude era considerado o combatente da Primeira Guerra Mundial com a maior longevidade após o término do conflito, em 1918, fato este, ostentado desde em julho de 2009, quando faleceu o supercentenário britânico, Harry Patch[1] .

Destróier HMS Revenge.

A adolescência de Claude foi dentro de um destróier da Marinha Britânica (HMS Revenge), pois alistou-se aos 14 anos de idade.

Claude Choules nasceu em Pershore, Worcestershire, Inglaterra[2] e após a primeira guerra, naturalizou-se australiano, servindo nas forças armadas deste país durante mais de quatro décadas. Faleceu num asilo da cidade de Perth.

Em 2009, o militar publicou suas memórias, sob o título de "O último dos últimos".

Referências

  1. Último combatente da Primeira Guerra Mundial morre aos 110 anos Folha.com - edição de 5 de maio de 2011
  2. Claude ChoulesSite Interfilmes
Wikinotícias
O Wikinotícias tem uma ou mais notícias relacionadas com este artigo: Morre o último veterano da I Guerra Mundial

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Claude Stanley Choules