Claudia Cardinale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Claudia Cardinale
Claudia por volta de 1960.
Nome completo Claude Josephine Rose Cardinale
Nascimento 15 de abril de 1938 (76 anos)
Túnis
 Tunísia
Nacionalidade Itália italiana
Ocupação Atriz
Atividade 1958 - hoje
IMDb: (inglês)

Claude Josephine Rose Cardinale (Túnis, 15 de abril de 1938) é uma atriz italiana, nascida na Tunísia.

Nascida de pais sicilianos na capital tunisina, iniciou no cinema após ganhar um concurso de beleza em 1957. Seu primeiro filme foi Goha em (1958), neste mesmo ano ela fez um pequeno papel no sucesso internacional I soliti ignoti. No início, a sua carreira foi praticamente conduzida pelo produtor Franco Cristaldi.

Nos anos 60 ela apareceu em muitos filmes italianos incluindo: O Leopardo, Rocco e seus irmãos, de Luchino Visconti e de Federico Fellini (todos de 1963) e no épico western de Sergio Leone, Era Uma Vez no Oeste, 1968.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Cardinale no Festival de Cannes de 2010.

Pode-se dizer que ela atuou em mais filmes de qualidade que os seus contemporâneos. Algumas das suas atuações consideradas memoráveis são: em Vagas estrelas da Ursa, de Visconti, onde interpreta uma sobrevivente do Holocausto que desenvolve uma relação incestuosa com o irmão. Em La Storia, de Luigi Comencini, com a sua interpretação de uma viúva durante a segunda guerra mundial. Além desses filmes, podemos citar também La ragazza con la valigia de Valerio Zurlini e Libera de Mauro Bolognini. Participou de grandes filmes na Europa, como , O Leopardo, Rocco e seus irmãos.

A sua carreira no circuito estadunidense de cinema não progrediu devido a sua falta de interesse em deixar a Europa. Os seus filmes em Hollywood incluem A Pantera Cor-de-Rosa (1963), Circus World (1964) e The Hell With Heroes (1968). Ela permanece ativa no cinema europeu, seus últimos filmes incluem Qui comincia l'avventura (1975), Fitzcarraldo (1982), La Storia (1985) e Un homme amoureux (1987).

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Claudia Cardinale se casou com Franco Cristaldi em 1966 e divorciaram-se em 1975.

Desde de 1975 vive com o diretor de cinema italiano Pasquali Squitieri.

Claudia tem dois filhos: Patrizio de um relacionamento fora do casamento com um francês, quando ela tinha 17 anos e posteriormente adotado por Squitieri e Claudia fruto da união com Squitieri.

Claudia Cardinale é uma libertária com fortes convicções políticas. Ela é uma esquerdista envolvida em questões das mulheres e dos homossexuais. Também cita o orgulho da sua herança árabe e se envolve em inúmeras causas humanitárias.

Ela escreveu uma autobiografia chamada Moi Claudia, Toi Claudia.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Il bell'Antonio (1960)
Em 8½, de Federico Fellini (1963)
O Leopardo, de Visconti (1963)
Nell'anno del Signore (1969)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons