Clementino Venceslau da Saxónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Clementino Venceslau da Saxónia
Arcebispo-Eleitor de Tréveris
Príncipe da Saxónia
Nome completo
Clementino Venceslau Augusto Humberto Francisco Xavier
Casa Wettin
Pai Augusto III da Polónia
Mãe Maria Josefa da Áustria
Nascimento 28 de Setembro de 1739
Castelo de Hubertusburg, Wermsdorf, Alemanha
Morte 27 de julho de 1812 (72 anos)
Marktoberdorf, Allgäu, Alemanha
Enterro Marktoberdorf, Allgäu, Alemanha
Religião Catolicismo

O príncipe Clementino Venceslau da Saxónia (28 de Setembro de 1739 - 27 de Julho de 1812) foi um príncipe da Alemanha da Casa de Wettin e arcebispo-eleitor de Tréveris entre 1768 e 1803, príncipe-bispo de Freising entre 1763 e 1768, príncipe-bispo de Regensburg entre 1763 e 1769 e o príncipe-bisco de Augsburg entre 1768 e 1812.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Clementino Venceslau era o nono filho do príncipe-eleitor Frederico Augusto III da Saxónia que era também rei da Polónia. Em 1760 mudou-se para Viena onde ingressou no exército da Áustria com a patente de marechal-de-campo. Participou na Batalha de Torgau a 3 de Novembro de 1760, mas decidiu que a guerra não era a sua vocação e preferiu dedicar-se à vida religiosa. A 18 e 27 de Abril de 1763 foi eleito bispo de Freising e Regensburg, respectivamente, mas acabaria por trocar estas dioceses pela posição de arcebispo-eleitor de Tréveris e príncipe-bispo de Augsburg em Fevereiro e Agosto de 1768, respectivamente, na qual era já coadjutor desde 1764.

Na sua posição de arcebispo-eleitor, Clementino Venceslau melhorou muito a educação pública e várias organizações não lucrativas para a educação e prosperidade no geral. Em 1783, publicou um decreto de tolerância. Tinha uma opinião mista no que dizia respeito a assuntos espirituais. Permitiu que os jesuítas permanecessem em Tréveris depois de abolir a sua ordem, protestou contra as reformas radicais do seu primo, o sacro-imperador José II, e acabou com várias procissões e feriados. Apesar de ser uma pessoa modesta com gostos simples, renovou o Ehrenbreitstein, transformando-o num palácio e residência magnifico. Construiu um teatro em Coblença e encorajou a música na arquidiocese. Clemente gostava de caçar e construiu uma residência de caça em Kärlich, apesar de se opor a várias formas de caça que considerava cruéis.

Quando rebentou a Revolução Francesa no final do século XVIII, Clemente Venceslau ficou preocupado. Acabou com todas as reformas e deu início a um período mais severo da sua governação. Ofereceu refugio a membros da família real francesa (ao seu Luís XVI e ao seu sobrinho) e permitiu que Coblença se tornasse o centro da monarquia francesa. Tanto ele como o seu estado foram profundamente afectados pelas forças revolucionárias francesas. Devido ao Tratado de Lunéville de 1801, Clementino perdeu todas as terras do eleitorado a ocidente do Reno, ficando apenas com alguns pequenos territórios que pertenciam a Tréveris. Em 1803 acabaria também por perder os restantes territórios, assim como o principado de Augsburg e a Abadia de Ellwangen, que foram secularizados e anexados ao principado de Nassau-Weilburg, ao eleitorado da Baviera e ao ducado de Württemberg. Clemente Venceslau passou a receber uma pensão de 100,000 florins e mudou-se para Augsburg, onde morreu na residência de episcopal de Marktoberdorf, em Allgäu, em 1812. Encontra-se sepultado nesse mesmo local.

A sua sobrinha-neta, a arquiduquesa Maria Clementina da Áustria, recebeu o nome em sua honra. A arquiduquesa Maria Clementina era filha do sacro-imperador Leopoldo II da Áustria e da princesa Maria Luísa de Espanha, filha da sua irmã, a princesa Maria Amália da Saxónia.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Clementino Venceslau da Saxónia em três gerações[1]
Clementino Venceslau da Saxónia Pai:
Augusto III da Polónia
Avô paterno:
Augusto II da Polónia
Bisavô paterno:
João Jorge III da Saxónia
Bisavó paterna:
Madalena Sibila de Brandenburg-Bayreuth
Avó paterna:
Cristiana Everadina de Brandenburg-Bayreuth
Bisavô paterno:
Cristiano Ernesto, Margrave de Brandenburg-Bayreuth
Bisavó paterna:
Sofia Luísa de Württemberg-Winnental
Mãe:
Maria Josefa da Áustria
Avô materno:
José I, Sacro Imperador Romano-Germânico
Bisavô materno:
Leopoldo I, Sacro Imperador Romano-Germânico
Bisavó materna:
Leonor Madalena de Neuburgo
Avó materna:
Guilhermina Amália de Brunsvique-Luneburgo
Bisavô materno:
João Frederico de Brunsvique-Luneburgo
Bisavó materna:
Benedita Henriqueta do Palatinado-Simmern

Referências

  1. The Peerage, consultado a 2 de Junho de 2014
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Clementino Venceslau da Saxónia