Clock Tower: The First Fear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Clock Tower
Cover art
Clock Tower
Produtora Human Entertainment
Editora(s) Human Entertainment
Plataforma(s) SNES, WonderSwan
Data(s) de lançamento 14 de Setembro de 1995
Gênero(s) Survival horror
Modos de jogo single player
Número de jogadores 1
Média cartucho; Disco óptico

Clock Tower (クロックタワー, Kurokku Tawa) é um jogo de survival horror japonês, o primeiro da série Clock Tower. Foi lançado em 14 de Setembro de 1995 pela Human Entertainment e é um dos primeiros jogos do estilo survival horror, junto de Alone in the Dark (1992), Doctor Hauzer (1994) e D (1995). Foi lançado primeiramente para SNES (Super Nintendo) e depois relançado para outras plataformas contendo gráficos similares aos do jogo original. O jogo teve um remake chamado Clock Tower: The First Fear, primeiramente lançado para o Windows 95 em 28 de Março de 1997 e depois para o PlayStation em 17 de Julho de 1997.

O jogo abusa bastante dos gráficos e sons do SNES. É possível notar os sons dos passos da garota Jennifer, ou até mesmo o barulho das portas abrindo e fechando, além de cenários e personagens bem desenhadas, que dão um toque especial ao jogo.

O jogo também se especializa em lógica. Você controla um mouse, e, consequentemente, escolhe as direções e itens que deseja que a personagem vá e pegue. Você é uma garota de 14 anos a qual é perseguida por um Serial Killer que mata usando uma tesoura gigante. A única coisa que o jogador pode fazer é correr desesperadamente e se esconder dele em baixo de camas, dentro de banheiros ou qualquer outro esconderijo que encontrar, antes que ele a estraçalhe. O jogador não pode abatê-lo com golpes ou armas, diferente da franquia dos jogos lançados na mesma época. O jogo é curto sendo possível finalizá-lo em poucos minutos, mas o principal deste é que ele acompanha nove finais diferentes, algo um tanto raro pra época em que ele foi lançado.

História[editar | editar código-fonte]

O jogo se passa no mesmo mês em que foi lançado: setembro de 1995 e toma lugar na cidade de Oslo, Noruega. O jogo mostra a história de Jennifer Simpson, uma órfã de 14 anos que mora em um orfanato e é adotada junto com outras três garotas (Lotte, Laura, e Anne) por uma professora do orfanato chamada Mary Barrows, a qual é casada com um homem rico chamado Simon. Assim que são adotadas, Mary leva jennifer e as outras para conhecer Simon que reside em uma mansão isolada do resto da cidade a qual tem uma grande torre com um relógio (por isso o título do jogo), a chamada "Mansão Barrows".

Quando o grupo chega até a mansão, Mary deixa as garotas conversando em um hall da mansão enquanto saí para, supostamente, chamar o seu marido. Porém Mary demora muito, e Jennifer se oferece para procurá-la. Quando Jennifer saí do hall para procurar por Mary, ela ouve as outras gritando e ao retornar, elas desapareceram. O jogo então começa com Jennifer procurando Mary e suas amigas.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Jennifer Simpson: Jennifer é a personagem principal do jogo. Quando Jennifer ainda era um bebê, seu pai (um médico obstetrícia e ginecologia) desaparece misteriosamente sendo chamado para fazer um parto (ninguém sabe aonde) e nunca mais retornando. Após o desaparecimento do pai, Jennifer ficou sob os "cuidados" de sua mãe, que após alguns meses se interessou por outro homem e fugiu com o mesmo abandonando Jennifer em uma lixeira. Depois disso, Jennifer foi mandada para o orfanato Granite, onde viveu todo o resto da infância como uma garota solitária e que não gosta de grupos até seus 14 anos, quando foi adotada junto com as outras. Jennifer tem uma certa desconfiança quanto a adoção, afinal qual seria o motivo da mesma? Ela se veste com uma saia azul e uma blusa branca.
  • Scissorman: Assim referido no manual do jogo (scissor = tesoura, man = homem) esse é um monstro que ataca e persegue Jennifer várias vezes ao longo do jogo. Tem a forma de uma criança deformada e com a pele cinza e usa uma enorme tesoura de jardinagem para matar as vítimas. Ele aparece pela primeira vez logo após o desaparecimento de Mary e as três amigas de Jennifer. É só mais uma das "coisas" existentes na casa.
  • Lotte: Lotte é outra garota adotada por Mary, ruiva de cabelo curto que usa uma blusa vermelha. E que assim como Jennifer, é uma garota solitária o que faz com que as duas se deem bem se tornando pessoas mais próximas.
  • Laura Harrington: Laura é outra estudante do orfanato Granite e a melhor amiga de Anne (algo que é pouco explorado ao longo do jogo) e sempre tenta ser gentil e elegante com todos. É a garota loira com um longo vestido azul, seu sobrenome foi revelado na novela oficial do jogo.
  • Ann: Ann é outra garota adotada junto de Jennifer. Ela demostra estar realmente feliz e empolgada com a adoção, tanto que é mostrada em Clock Tower Prolougue (uma HQ que acompanhava o lançamento para Playstation do jogo) comemorando a "sorte" com as outras. É a garota de cabelos castanhos vestindo uma blusa bege e uma saia verde.
  • Mary Barrows: Mary é uma estranha mulher que cinco anos antes dos eventos jogo começou a trabalhar como professora no orfanato de Jennifer e suas amigas, logo sendo conhecida por ter um comportamento irregular e histérico. Apesar disso ela demostra ser gentil e receberá bem suas filhas adotivas. Ela é loira, veste uma blusa branca e calças pretas, Mary tem 35 anos apesar de parecer mais velha durante o jogo.
  • Simon Barrows: Este é o rico homem proprietário da mansão Barrows, Mary aparece no inicio do jogo levando as quatro garotas para, supostamente, conhecê-lo. Em Clock Tower: Prologue, ao ser questionada sobre o motivo da adoção, Mary se justifica dizendo que "o senhor Barrows é apaixonado por crianças". Não chega a ser confirmado, mas alguns fãs acreditam que Simon era um pintor, o que explicaria todo o material para pinturas encontrado ao longo do jogo.
  • Unknown purple creature: Assim também referido no manual do jogo (em tradução livre, "criatura roxa desconhecida") essa é uma criatura bizarra escondida numa caverna localizada no subsolo da mansão, têm a forma de um bebê gigante, roxo e deformado com os olhos vermelhos.

Palavras-chave[editar | editar código-fonte]

As informações contidas abaixo não são mostradas ao longo do jogo, elas foram reveladas nos livros da série e também pelo diretor do jogo, Hifumi Kouno:

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Theodore Barrows[editar | editar código-fonte]

Esse é um personagem mencionado somente nos livros da série, mas é indiretamente o responsável por gande parte dos eventos jogo. Theodore é um ancestral da família Barrows, um senhor de terras que viveu na Inglaterra em meados do século 15 por volta da Guerra dos 100 anos. Theodore tinha um medo extremo da morte e por conta disso ele entrou para uma espécie de culto demoníaco que cultuava uma espécie de deus chamado "O Grande Pai". Diz-se que quem matasse pessoas jovens em adoração ao Grande Pai receberia a imortalidade em troca, e numa tentativa de obter essa imortalidade, Theodore sequestrou crianças por toda Inglaterra e as sacrificou em rituais canibalistas fazendo um verdadeiro massacre. Porém algo deu errado, e em vez da imortalidade, tudo o que Theodore conseguiu foi amaldiçoar a família Barrows fazendo com que de gerações em gerações, nascessem demônios chamados "Os filhos do Grande Pai" para continuar o massacre que Theodore iniciou.

Bobby e Dan Barrows[editar | editar código-fonte]

Esses são os verdadeiros nomes do monstro com a tesoura e do bebê roxo que atacam Jennifer ao longo do jogo. Mesmo o ritual de Theodore dando errado, as gerações subsequentes da família Barrows continuaram cultuando o Grande Pai. Durante o jogo, se é revelado que Mary faz parte dessa seita e Bobby e Dan são filhos dela, resultantes da maldição causada por Theodore.

"Os filhos do Grande Pai"[editar | editar código-fonte]

Também conhecidos como "devil children" ("crianças-demônio"), esses são demônios que nascem na família Barrows de geração em geração devido a maldição e são "apóstolos" do Grande Pai como Bobby e Dan. Eles nascem como crianças deformadas para que não consigam viver na Terra e morram naturalmente logo após de nascer.

No entanto, Mary conseguiu salvar Bobby e Dan desligando o relógio presente na torre da mansão, pois assim, "o tempo está parado" e eles conseguiram escapar da morte. Porém, Dan e Bobby não podiam se afastar da mansão Barrows porque o que os mantinha vivos era um poder vindo do grande pai, o qual só estava presente na mansão.

O corpo roxo de Dan na verdade é um "casulo" criado com a carne o sangue de várias vítimas jovens, e a real intenção de Mary ao adotar as garotas era matá-las e usar a carne e o sangue delas para criar outro "casulo" para Bobby. Esses casulos curariam os corpos deformandos de Bobby e Dan para que eles pudessem sair da mansão sem morrer.

Dr. Walter Simpson[editar | editar código-fonte]

Esse é o pai de Jennifer, ele foi chamado para fazer um parto quando desapareceu. Perto do fim do jogo se é revelado ele équem fez o parto de Dan e Bobby, os gêmeos demoníacos quais pertencera a Mary, e então foi morto para que não contasse a ninguém a sua horrível experiência.

Durante o jogo é possível que Jennifer ache o cadáver do pai na sala secreta da mansão com uma carta escrita por ele antes de morrer na qual ele narra a sua própria experiência.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Recepção e sequencias[editar | editar código-fonte]

O jogo foi muito bem recebido pela mídia e é até hoje considerado um jogo pioneiro do gênero survival horror, principalmente por um jogo muito realista. Mas infelizmente, ele só teve uma continuação chamada de Clock Tower, que se passa durante as investigações dos assassinatos da mansão. Essa é uma continuação do final C do jogo, onde infelizmente, apenas Jennifer sobreviveu junto de um estranho garoto totalmente desmemoriado encontrado pelos policiais na mansão. Se tem outros jogos da série que fazem referência ao jogo, como Clock Tower 3 onde o jogador controla uma descendente da família Barrows chamada Alyssa Hamilton, e em Clock Tower 2: The Struggle Within também se tem dois gêmeos amaldiçoados. Mas os dois jogos não tem nenhuma conexão direta com the First Fear.

Links externos[editar | editar código-fonte]

Clock Tower: The First Fear no GameFAQs

Site com imagens do jogo

Referências[editar | editar código-fonte]

Clock Tower Official Strategy Guide: Guide for Victory, guia oficial do jogo contendo informações sobre o enredo e os personagens, entre outros.