Cloreto de ferro (II)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cloreto de ferro (II)
Alerta sobre risco à saúde[1]
Nome IUPAC Cloreto de ferro (II)
Outros nomes Cloreto ferroso,
Rokühnita (dihidrato)
Identificadores
Número CAS 7758-94-3,
16399-77-2 (Di-hidrato)
13478-10-9 (Tetra-hidrato)
Código ATC B03AA05
Propriedades
Fórmula química Cl2Fe
Massa molar 126.75 g mol-1
Densidade 3,13 g·cm–3[1]
1,93 g·cm–3[2]
Ponto de fusão

674 °C[1]
105–110 °C (Abgabe von Kristallwasser)[2]

Ponto de ebulição

1026 °C[1]

Solubilidade em água 685 g·l–1 (20 °C)[1]
Solubilidade em THF
Etanol
solúvel
100 g/100 mL
Pressão de vapor 1,33 hPa (700 °C)[1]
Estrutura
Estrutura cristalina Monoclínico
Geometria de
coordenação
octaédrico ao Fe
Riscos associados
NFPA 704
NFPA 704.svg
0
3
0
 
Frases R R22, R38, R41
Frases S S26, S39
LD50 450 mg·kg-1 (oral, Rato)[2]
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Sulfeto de ferro (II)
Fluoreto de ferro (II)
Brometo de ferro (II)
Outros catiões/cátions Cloreto de cobalto (II)
Cloreto de manganês (II)
Cloreto de cobre (II)
Cloreto de ferro (III)
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Cloreto de ferro (II), também conhecido como cloreto ferroso, é o composto químico de fórmula FeCl2. É um sólido de alto ponto de fusão, paramagnético, usualmente obtido como um sólido quase branco. FeCl2 cristaliza-se de soluções aquosas como um sólido esverdeado tetrahidrato, forma na qual o sal é mais comumente encontrado no comércio e em laboratório.

Síntese[editar | editar código-fonte]

A síntese clássica deste haleto metálico envolve a ação do ácido clorídrico sobre o metal:

Fe + 2 HCl → FeCl2 + H2

Para o FeCl2, a síntese é mais convenientemente conduzida usando uma solução de ácido clorídrico concentrado em metanol. A reação desta com o ferro dá o solvato de metanol [Fe(MeOH)6]Cl2, o qual sob aquecimento no vácuo a aproximadamente 160 °C dá FeCl2 puro.[3] FeBr2 e FeI2 podem ser preparados analogamente.

Uma síntese laboratorial alternativa de FeCl2 inclui a reação de FeCl3 com clorobenzeno:[4] [5]

2 FeCl3 + C6H5Cl → 2 FeCl2 + C6H4Cl2 + HCl

FeCl2 preparado por este meio apresenta conveniente solubilidade em tetraidrofurano, um solvente comum para reações químicas.

Para uma de suas clássicas sínteses de ferroceno, Wilkinson produziu FeCl2 ao aquecer FeCl3 com pó de ferro.[6]

Cloreto ferroso hidratado e aquoso[editar | editar código-fonte]

FeCl2 forma complexos com muitos ligantes. Seu mais comum derivado é o hidrato, FeCl2(H2O)4.

Formas hidratadas de cloreto ferroso são produzidas pelo tratamento de resíduos de produção de aço com ácido clorídrico. Tais soluções são denominadas ácido gasto, especialmente quando o ácido clorídrico não é completamente consumido. O "ácido gasto" requer tratamento antes de sua eliminação.

Reações[editar | editar código-fonte]

FeCl2 reage com dois equivalentes de [(C2H5)4N]Cl para dar o sal [(C2H5)4N]2[FeCl4]. Compostos relacionados que podem ser preparados similarmente incluem os sais [MnCl4]2-, [MnBr4]2-, [MnI4]2-, [FeBr4]2-, [CoCl4]2-, [CoBr4]2-, [NiCl4]2- e [CuCl4]2-.[7]

Referências

  1. a b c d e f Registo de CAS RN 7758-94-3 na Base de Dados de Substâncias GESTIS do IFA, accessado em 1 de Agosto de 2007
  2. a b c Sicherheitsdatenblatt (Merck)
  3. G. Winter, Inorganic Synthesis, 1973, volume 14, pp. 101-104.
  4. P. Kovacic and N. O. Brace, Inorganic Synthesis, 1960, volume 6, p. 172.
  5. P. Kovacic and N. O. Brace, J. Am. Chem. Soc., 1954, volume 76, p. 5491.
  6. G. Wilkinson, "Ferrocene", Organic Syntheses, Coll. Vol. 4, p.473 (1963); Vol. 36, p.31 (1956).
  7. N. S. Gill & F. B. Taylor, Inorganic Synthesis, 1967, volume 9, pp. 136-142.
Ícone de esboço Este artigo sobre um composto inorgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.