Coast City

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Coast City é uma cidade fictícia criada para as histórias em quadrinhos (ou banda desenhada) da DC Comics[1] . A cidade era o lar do Lanterna Verde Hal Jordan, até que foi destruída[1] com um bombardeio por Superciborgue e Mongul[2] . Segundo o Atlas of the DC Universe, um suplemento do DC Heroes RPG publicado pela Mayfair Games em 1990, Coast City está situada no nordeste da Califórnia[2] , entre San Francisco e a fictícia Star City, de Arqueiro Verde.

A cidade foi um importante elemento no desenvolvimento das histórias do Lanterna Verde, pois, após a saga O retorno do Super-Homem, que mostrou a destruição de Coast City , veio Crepúsculo Esmeralda (Emerald Twilight), que mostrava um Hal Jordan destroçado por não ter evitado o extermínio de toda a sua cidade, numa cruzada insana em busca de poder que culminou no fim da Tropa e dos Guardiões. O Lanterna Verde havia se tornado um assassino. Foi o fim de décadas de tradição. A destruição da cidade também culminou com a aparição de um novo Lanterna, Kyle Rayner; escolhido aleatoriamente pelo último Guardião, era um jovem desenhista sem vocação para atos heróicos. Paralelamente, a trajetória de Jordan como vilão, continuou na mega-saga Zero Hora, de Dan Jurgens, versão menor do épico Crise nas Infinitas Terras. Chamando-se Parallax, o ex-herói buscava redefinir o universo inteiro segundo seus propósitos.[1] [2]

Sobreviventes[editar | editar código-fonte]

É importante ressaltar que alguns de seus ex-habitantes conseguiram se salvar pois não estavam nela no momento da destruição. Isto inclui Carol Ferris (namorada de Hal Jordan e alter ego da vilã Safira Estrela), que estava a negócios em outra cidade; Tom Kalmaku, o ex-mecânico dos jatos que Jordan pilotava, pois havia se unido aos Novos Guardiões; vários inimigos de Hal Jordan (como foi mostrado no funeral de Jordan em a Noite Final) e os próprios Guy Gardner e Hal Jordan, que não estavam na cidade naquele momento.

Referências

  1. a b c Hal Jordan: O herói retorna... ou não UOL Omelete (17 de maio de 2001). Visitado em 17 de março de 2013.
  2. a b c O Retorno do Super-Homem UOL Omelete (17 de novembro de 2012). Visitado em 17 de março de 2013.