Cobras & Lagartos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cobras & lagartos)
Ir para: navegação, pesquisa
Cobras & Lagartos
Cobras & Lagartos (BR)
Logotipo da telenovela
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Comédia
Drama
Romance
Duração 60 minutos
Criador(es) João Emanuel Carneiro
País de origem  Brasil

Inadequado para menores de 12 anos i DEJUS (Brasil) [1] (original)

Inadequado para menores de 10 anos i DEJUS (Brasil) [2] (reprise)

Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Wolf Maya
Elenco Mariana Ximenes
Carolina Dieckmann
Taís Araújo
Daniel de Oliveira
Henri Castelli
Lázaro Ramos
Carmo Dalla Vecchia
Cléo Pires
Otávio Augusto
Herson Capri
Eliane Giardini
Ângela Vieira
Francisco Cuoco
Cássia Kis Magro
Marília Pêra
Totia Meireles
Milton Gonçalves
Leonardo Miggiorin
ver mais
Tema de abertura Alô! Alô! Marciano - Elis Regina
Tema de
encerramento
Alô! Alô! Marciano - Elis Regina
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 24 de abril de 2006 - 17 de novembro de 2006
N.º de episódios 179
Cronologia
Último
Último
Bang Bang
Pé na Jaca
Próximo
Próximo
Programas relacionados Da Cor do Pecado
A Favorita
Avenida Brasil

Cobras & Lagartos é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo no horário das 19 horas, entre 24 de abril e 17 de novembro de 2006, em 179 capítulos,[3] substituindo Bang Bang e sendo substituída por Pé na Jaca.

Foi escrita por João Emanuel Carneiro, com a colaboração de Antônia Pellegrino, Denise Bandeira, Vincent Villari, dirigida por Cininha de Paula, Cláudio Boeckel e Marco Rodrigo, sob a direção geral e núcleo de Wolf Maya.

Contou com Mariana Ximenes, Carolina Dieckmann, Taís Araújo, Daniel de Oliveira, Henri Castelli, Lázaro Ramos, Cléo Pires, Otávio Augusto, Herson Capri, Eliane Giardini, Ângela Vieira, Francisco Cuoco, Cássia Kis Magro, Marília Pêra, Totia Meireles, Milton Gonçalves e Leonardo Miggiorin nos papéis principais.

Foi reapresentada no quadro Novelão da Semana do Vídeo Show entre 16 e 20 de julho de 2012, em 5 capítulos, substituindo Celebridade e sendo substituída por Estrela-Guia.

Está sendo reapresentada atualmente na faixa Vale a Pena Ver de Novo desde 28 de julho de 2014, substituindo Caras & Bocas.[4] [5]

Enredo

Trama principal

Omar Pasquim (Francisco Cuoco), um homem que trabalhou duro durante anos e conseguiu construir um império. Quando jovem, começou como empregado em uma pequena loja no centro da cidade, pertencente à família de Otaviano (Herson Capri). Não demorou muito tempo, comprou o negócio do patrão. Atualmente, Omar Pasquim é dono da Luxus, uma loja de departamentos que vende desde joias exclusivas até animais exóticos, aviões e carros de corrida.

Omar é irmão de Milu (Marília Pêra), uma mulher ressentida e que vive às custas do dinheiro do irmão. Ela, no entanto, sente-se injustiçada, achando que ele lhe dá menos do que ela merece. Milu diz ser decoradora, mas, na realidade, nunca trabalhou na vida. É mãe de Leona (Carolina Dieckmann) e Tomás (Leonardo Miggiorin) e criou os filhos à sua imagem e semelhança: os dois são ambiciosos, invejosos e fazem qualquer armação possível para se darem bem na vida sem muito esforço.

Logo no início da história, Omar descobre que está doente e tem pouco tempo de vida. O trágico diagnóstico o faz ficar preocupado com o futuro de sua herança. O milionário, então, decide se disfarçar de Pereira, um faxineiro da Luxus, e se aproximar das pessoas que o cercam. Seu plano é identificar um homem que seja íntegro e generoso e elegê-lo seu herdeiro, através de um testamento, ao lado de sua sobrinha predileta, a doce Bel (Mariana Ximenes), filha de seu falecido irmão Sami.

Omar admira a generosidade da sobrinha e sua paixão por essências e pela música. O único que sabe de seu disfarce é Jair (Milton Gonçalves), mordomo de Omar há mais de 30 anos e seu fiel companheiro.

Um dia, disfarçado de Pereira, Omar quase é assaltado por um grupo de marginais. O milionário é salvo por Duda (Daniel Oliveira), um jovem motoboy. Do encontro inusitado, nasce uma amizade verdadeira. Omar descobre que tem inúmeras coisas em comum com Duda. Assim como o milionário, por exemplo, o jovem é órfão e apaixonado por música. Preocupado em ajudar o novo amigo, que aos seus olhos é um pobre senhor que precisa trabalhar como faxineiro para sobreviver, Duda o convida para morar com ele na casa de sua tia Silvana (Totia Meireles), dona de uma loja de essências e perfumes artesanais na Saara, no Centro do Rio de Janeiro. A certeza de que Duda é o homem ideal para Bel vem quando Omar entra no quarto do rapaz e encontra uma pintura com o rosto da sobrinha. Duda conta que comprou o quadro de um artista de rua, porque se encantou com o lindo rosto daquela mulher.

Quem se envolve na trama principal da novela é Foguinho (Lázaro Ramos), um homem cheio de paradoxos. É um tremendo vagabundo, mas tem um coração de ouro. É ignorante, mas esperto e muito carismático. Seu pai, Ramires (Ailton Gonçalves), é casado com Shirley (Elizângela), com quem tem mais dois filhos: Sandrinha (Maria Maya) e Téo (Iran Malfitano). Considerado um desclassificado por toda a família, ninguém demonstra nenhum afeto por Foguinho. Seu pai o obriga a trabalhar como homem-sanduíche de sua loja de penhores, serviço que ele odeia. Ramires, Shirley e os filhos gostam de demonstrar que têm mais dinheiro do que na verdade têm. Vivem entrando no cheque especial e fazendo dívidas e mais dívidas, mas não perdem a pose.

Foguinho é apaixonado por Ellen (Taís Araújo), uma mulher linda, ambiciosa e amoral, filha de Jair, mordomo de Omar. O objetivo de vida de Ellen é enriquecer. Por isso, apesar de já ter namorado Foguinho quando era mais nova, ela o despreza, de olho em um homem rico e bem-sucedido.

Quando Duda conhece Bel, por intermédio de Omar, o motoboy descobre que sua amada está noiva de Estevão (Henri Castelli), um mau-caráter que só está interessado na fortuna do tio dela. Aos olhos de Omar, Estevão é um homem generoso e íntegro, mas quando está com Pereira, ele se revela uma má pessoa. O discurso de bom moço não passa de puro disfarce. Na verdade, o rapaz tem uma forte sede de vingança. Ele é filho de Otaviano e acredita que todo o patrimônio de Omar lhe pertence. Quando Otaviano estava à beira da falência, entregou de mãos beijadas a firma da família para Omar, um simples empregado. Estevão, então, jurou que recuperaria o patrimônio de seu pai. Para aumentar a raiva de Estevão, Omar teve um caso com Teresa (Cássia Kis Magro), mãe dele, e a rejeitou, o que a fez enlouquecer.

Estevão mantém um romance às escondidas com a prima de Bel, Leona. Linda e muito sensual, Leona é o oposto de Bel, de quem finge ser muito amiga. Ela trabalha como gerente de vendas do departamento de modas da Luxus e não aceita o fato de Bel ser a sobrinha preferida de Omar. Por isso, dissimulada e interesseira, Leona vive bajulando o tio milionário. Para ficar com a fortuna de Omar, Leona e Estevão são capazes de tudo.

Apesar da doença, Omar morre vítima das armações de Leona. Depois de levar um tiro da sobrinha, o empresário fica caído no armazém da Luxus, e a vilã, em parceria com Estevão, decide aproveitar-se da situação e incendeia o local. Jair tenta salvá-lo e também morre. Com a morte de Omar, seu testamento é aberto. Para surpresa de todos, metade de sua herança é destinada à Bel, e a outra metade ao desconhecido Daniel Miranda.

Daniel Miranda é o nome de Duda, mas também de Foguinho, e, por uma desastrosa confusão, Foguinho é quem herda o patrimônio de Omar. A partir daí, sua vida se transforma inteiramente. Todos que não davam a mínima para ele passam a bajulá-lo, especialmente seus familiares. Até Ellen, que sempre o esnobara por ele ser pobre, reaproxima-se, declarando-se apaixonada.

Enquanto isso, Bel sofre por estar noiva de um homem e amar outro, pois, depois que conheceu Duda, não conseguiu esquecê-lo. Apesar de se sentir atraída por ele, tenta controlar seus sentimentos. Leona, percebendo o interesse da prima pelo rapaz, empenha-se para afastar Duda do caminho de Bel. Para tal, a ambiciosa vilã quer que Estevão antecipe seu casamento com a prima. Completamente apaixonado e seduzido por Leona, Estevão aceita fazer tudo o que ela manda.

Foguinho sabe que ele não é o Daniel Miranda a quem Omar se refere no testamento, mas acaba não revelando a verdade. Antes de morrer, Omar pediu que Foguinho entregasse uma carta a Silvana em que esclarecia toda a verdade sobre a identidade verdadeira de Pereira, declarava seu amor a ela e dizia que toda sua fortuna seria deixada para Duda e Bel. Foguinho fica atormentado com a situação, mas mantém a mentira. A partir daí, ele se deixa seduzir pela vida de luxo e riqueza que nunca teve, com todos aos seus pés; Leona e Estevão lutam para tentar dar um golpe em Bel e deixá-la sem nada; e Bel e Duda vivem um amor cheio de desencontros.

A trama dá uma reviravolta quando Leona se apaixona por Duda, e os dois começam a namorar. Estevão fica louco de ciúmes e de ódio, e Bel não entende por que a prima está apaixonada por Duda, a quem sempre criticou. Para conquistar o amor de Duda, Leona, apaixonada e perturbada, decide vestir-se e agir igual à prima e se transforma inteiramente. Duda, no entanto, não consegue levar o namoro adiante e rompe com Leona. Ao descobrir que ela é amante de Estevão, no entanto, ele decide reatar o namoro para proteger Bel. Esperta, Leona logo descobre as intenções de Duda, e todos passam a agir falsamente.

A poderosa e arrogante Ellen passa a travar uma luta contra a família de Foguinho. Ela não poupa críticas à madrasta e à irmã do novo-rico e delimita espaços diferenciados na mansão, onde todos passam a morar. Em determinado momento da trama, Ellen descobre a carta de Omar, prova de que Foguinho não é seu herdeiro. Com o documento em mãos, ela passa a chantageá-lo, exigindo que ele a nomeie presidente da Luxus. Ele, sem alternativas, obedece-a. Ela também o faz de mordomo particular, o que rende cenas hilárias à trama. Quem não gosta nada do poder de Ellen é Leona e Estevão. Diferente de Foguinho, a vilã é muito ambiciosa e representa um perigo. Ellen descobre que os dois têm um caso e decide chantageá-los também: ela quer ser sócia no plano do casal para dar um golpe em Bel.

Bel acaba descobrindo estar sendo enganada por Leona e Estevão, declara-se apaixonada por Duda e promete vingança. Enquanto isso, Foguinho se sente muito arrependido por enganar Bel e Duda e sofre com as aparições do fantasma de Omar, que pede que ele acabe com a farsa e denuncie toda a corja que o cerca. Decidido a revelar toda a verdade, Foguinho é sempre impedido pela ambiciosa Ellen. A trama dá uma nova reviravolta quando Estevão encontra a carta deixada por Omar e fica com total controle sobre Ellen e Foguinho. Paralelamente, Leona descobre que está grávida de Duda, abalando o namoro dele com Bel.

Duda junta as peças e descobre que Omar e Pereira são as mesmas pessoas e que a herança deixada pelo milionário era para ele. Leona começa a ficar com mania de limpeza e começa a enlouquecer. Um dia, perturbada, ela leva seu filho, Daniel, e Duda até a Luxus e incendeia a loja de departamentos enquanto abre uma garrafa de champanhe. Duda consegue escapar com o filho, mas Leona e Foguinho, que também estava na empresa, morrem. Ellen sofre com a morte de Foguinho e revela que o ama de verdade. Foguinho ressuscita, depois de um encontro com Omar Pasquim e uma aventura em um animado baile funk. Ele se reconcilia com Ellen, e os dois, felizes, passam a vender profiteroles na Saara. Depois de inúmeras falcatruas e armações, Estevão morre assassinado por Madá (Nanda Costa), a quem ele prometeu dinheiro e não pagou. Livres de todas as cobras que os cercavam, Bel e Duda terminam juntos e em paz. Ela engravida de gêmeos e, junto com o pequeno Daniel, formam uma linda família.

A família de Eva

Eva (Eliane Giardini) é uma carola casada com um ladrão de joias, Serafim (Otávio Augusto). Os dois são pais de Kika (Christiana Kalache), Madá (Nanda Costa), Jonas (Gustavo Falcão) e Lurdinha (Bruna Marquezine). Dona de uma loja de tecidos na Saara, no Centro do Rio de Janeiro, Eva educa os filhos com muita rigidez e religião, mas sofre ao perceber que sua prole tem um talento para a malandragem, assim como o pai.

Henriqueta

Teresa (Cássia Kis Magro), mãe de Estevão (Henri Castelli) e Luciano (Carmo Dalla Vecchia), fugiu do hospício, onde foi internada depois de enlouquecer por ter sido rejeitada por Omar (Francisco Cuoco), e passou a ser chamada de Henriqueta. Calada e solitária, ela trabalha como a chaveira de fino acabamento na Saara. Um dia, Henriqueta encontra um bebê abandonado e decide adotá-lo. O menino chama-se Sushi (Matheus Costa). Otaviano (Herson Capri), pai de Estevão, casou-se com Celina (Ângela Vieira), com quem teve mais duas filhas: Letícia (Cléo Pires) e Júlia (Luiza Mariani). Letícia é a ovelha negra da família e vive entrando em conflito com os pais. Já Júlia, considerada um exemplo, sofre de anorexia.

Letícia e Luciano

A história de Letícia e Luciano também movimenta a trama de Cobras & Lagartos. Luciano, filho de Teresa, é um homem introspectivo, misterioso e que não sabe muito sobre seu passado. Ele se apaixona por Letícia, mas os dois acham que são irmãos, filhos do mesmo pai, Otaviano. No desenrolar da trama, descobre-se que Luciano é filho de Teresa com Omar (Francisco Cuoco) e, portanto, também é herdeiro da fortuna do milionário. O rapaz, por conta disso, acaba sofrendo com as perseguições de Estevão (Henri Castelli), Leona (Carolina Dieckmann) e Otaviano, que querem afastá-lo desse dinheiro e chegam a fazê-lo prisioneiro. No final da trama, depois de sua mãe morrer em um acidente de carro, Luciano consegue escapar das tramoias do trio. Para tal, conta com a ajuda de Duda (Daniel de Oliveira), Bel (Mariana Ximenes) e Letícia, com quem termina a novela.

Conchita

Silvana (Totia Meireles) foi casada com Orã (Luís Melo) e se separou dele ao flagrá-lo vestido de mulher – com suas roupas e maquiagens. Orã acabou viajando para a Argentina, e Silvana resolveu dizer para os filhos – Nicolas (Kayky Brito) e Geraldo, o Geléia (Rafael Ciani) – que o pai era um marinheiro errante. Ele inventou que tem uma irmã, Conchita, para se disfarçar. Depois dez anos, Orã decide voltar para ver os filhos, e Silvana não sabe se revela ou não a verdade aos meninos.

Elenco

Ator/Atriz Personagem
Mariana Ximenes Maria Isabel Gonçalves Pasquim (Bel) [6]
Daniel de Oliveira Daniel Miranda (Duda) [6]
Carolina Dieckmann Leona Pasquim Montini [6]
Taís Araújo Ellen dos Santos [6]
Henri Castelli Estevão Pacheco [6]
Lázaro Ramos Daniel Miranda Café (Foguinho) [6]
Cléo Pires Letícia Pacheco [6]
Carmo Dalla Vecchia Luciano Botelho / Martim [6]
Marília Pêra Maria Lúcia Pasquim Montini (Milu) [6]
Herson Capri Otaviano Pacheco [6]
Eliane Giardini Eva Padilha / Esmeralda [6]
Otávio Augusto Serafim Padilha [6]
Ângela Vieira Celina Gonçalves Pacheco [6]
Francisco Cuoco Omar Pasquim / Vicentino Pereira [6]
Cássia Kiss Henriqueta / Teresa Pacheco [6]
Milton Gonçalves Jair dos Santos [6]
Leonardo Miggiorin Tomás Pasquim Montini [6]
Elizângela Shirley Miranda Café [6]
Ailton Graça Ramires Miranda Café [6]
Totia Meireles Silvana Salgado Munhoz [6]
Nanda Costa Maria Madalena Padilha (Madá) [6]
Tânia Kalil Nicole Ortega (Nikki) / Carla Braga / Lilian Leme [6]
Maria Maya Sandra Miranda (Sandrinha) [6]
Iran Malfitano Teotônio Miranda (Téo) / Olavo Menezes de Aragão (Olavinho) [6]
Luíza Mariani Júlia Pacheco [6]
Walter Breda Tufi (Tufo) [6]
Kayky Brito Nicolas Salgado Munhoz [6]
Bruna Marquezine Lurdes Padilha (Lurdinha) [6]
Mara Manzan Marilene [6]
Fafy Siqueira Valquíria [6]
Gustavo Falcão Jonas Padilha [6]
Christiana Kalache Francisca Padilha (Kika) [6]
Matheus Costa Fernando Alvim (Sushi) [6]
Rafael Ciani Geraldo Salgado Munhoz (Geléia) [6]
Cássio Reis Murilo Ortega [6]
Stepan Nercessian Bandeira [6]
Victor Peralles Igor [6]
Renato Rabello DJ Macarrão [6]
Leonardo Jabbour Gus Melutti [6]
Guilherme Winter Flu Melutti [6]
Renata Ghelli Magali [6]
Carolina Magalhães Diana [6]
Tina Kara Karina [6]
Luís Melo Orã Munhoz / Conchita [6]
Odilon Wagner Alberto Botelho [6]
Miguel Nader Cardoso [6]

Curiosidades

  • Cobras & Lagartos foi a primeira novela do ator Lázaro Ramos, que brilhou como o atrapalhado e carismático Foguinho.
  • Algumas cenas do ator Otávio Augusto, o ladrão Serafim, foram gravadas em uma penitenciária.
  • A campanha de lançamento da novela foi inovadora. A Central Globo de Comunicação (CGCom) criou, em parceria com a empresa Rio 360º Comunicação, uma campanha bem-humorada, com ações promocionais no Rio de Janeiro e em São Paulo. Durante alguns dias antes da estreia da novela, pipas e marionetes gigantes, com formato de cobras e lagartos, foram exibidas nos principais pontos de concentração de público das duas cidades. Na véspera da estreia da novela, um domingo, dia 23 de abril de 2006, carros de som passearam pelas duas cidades ao som de uma marchinha, especialmente composta para o evento, distribuindo máscaras de cobras e lagartos.

Classificação indicativa

O folhetim "Cobras & Lagartos", de João Emanuel Carneiro, terminou no dia 17 de novembro de 2006, na Globo, após recuperar a audiência do horário das sete e atingir mais de 50 pontos no Ibope, marca de novela das oito. Uma outra novela, porém, começa paralelamente: uma ação do Ministério Público Federal contra a emissora.

A ação civil pública pede indenização por dano moral coletivo de R$ 6,8 milhões, valor relativo a 0,5% do faturamento bruto da emissora em 2005. O motivo seria a exibição, fora do horário permitido, de fortes cenas exibidas em "Cobras & Lagartos". A faixa das 19h tem classificação indicativa livre e a maioria dos telespectadores é formada por crianças e adolescentes, diz o Ministério Público.

Iniciada a partir de ofício feito pela Coordenação de Classificação Indicativa do Dejus (Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação), do Ministério da Justiça, a ação diz que foram ao ar "cenas com linguagem depreciativa de conteúdo discriminatório, nudez e insinuação de sexo, excessivo consumo de drogas lícitas, atos criminosos com lesões corporais ou contra vida, além de conteúdo violento com presença de armas brancas ou de fogo".

Segundo a ação, a Globo, mesmo tendo sido comunicada da existência de conteúdo impróprio por meio de duas recomendações e ter se comprometido a mudar o conteúdo inadequado, não cumpriu o acordo.

Se paga, a multa milionária será revertida ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos.

O Ministério Público Federal moveu ação civil pública contra a TV Globo em decorrência das fortes cenas exibidas na novela das sete, "Cobras e lagartos", consideradas inapropriadas para o horário. Esse horário tem classificação indicativa livre e a maioria dos telespectadores é formada por crianças e adolescentes.

Segundo a ação, a TV Globo, mesmo tendo sido comunicada da existência de conteúdo impróprio por meio de duas recomendações do Ministério Público Federal e ter se comprometido a não exibir mais conteúdo inadequado, não cumpriu o acordo. Nesta sexta-feira vai ao ar o último capítulo da novela. A ação destaca que a constatação dessas inadequações ao horário configuram a ocorrência de dano moral coletivo, já que as cenas já foram absorvidas pelo telespectador durante todo o período de exibição da novela.

A ação partiu de um procedimento administrativo instaurado no Ministério Público Federal a partir do envio de um ofício da Coordenação de Classificação Indicativa do Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação (DEJUS) do Ministério da Justiça, onde foram noticiadas cenas com linguagem depreciativa de conteúdo discriminatório, nudez e insinuação de sexo, excessivo consumo de drogas lícitas, atos criminosos com lesões corporais ou contra vida, além de conteúdo violento com presença de armas brancas ou de fogo.

O MP pede, na ação, a condenação da Globo a pagar indenização, por dano moral coletivo, pelo descumprimento à classificação indicativa atribuída à novela, nos termos da Constituição Federal. Essa indenização é fixada no valor relativo a 0,5% do faturamento bruto da emissora no ano de 2005, tomando-se por parâmetro os dados equivalentes a R$ 6,840 milhões, que serão revertidos ao Fundo de Defesa dois Direitos Difusos, destinado a reparar danos ao meio ambiente, ao consumidor e ao patrimônio cultural, entre outros.

Procurada pelo O GLOBO ONLINE, a emissora enviou a seguinte nota, assinada pela Central Globo de Comunicação: "Não temos conhecimento desta ação, pois a TV Globo ainda não foi comunicada da mesma."

Portanto a classificação indicativa da novela em sua exibição original é "Não recomendado para menores de 12 anos" que antes só poderia ser exibida após as 20h.[7] [8]

Em sua reprise no Vale a Pena Ver de Novo, a trama é considerada 'Não recomendado para menores de 10 anos'.[9]

Reclassificação

No dia 19 de maio de 2014, o Ministério da Justiça (MJ) atendeu a novo pedido da Globo, que solicitou uma reclassificação de Cobras & Lagartos. A novela finalmente foi liberada para maiores de 10 anos. Com isso, a emissora poderá reprisá-la no Vale a Pena Ver de Novo na sequência de Caras & Bocas.

Recentemente, o MJ havia vetado a novela de João Emanuel Carneiro, um dos maiores sucesso do horário das 19 horas - com média de 39 pontos no Ibope. O folhetim foi considerado impróprio para menores de 12 anos por conter cenas consideradas impróprias para o horário vespertino.

A Globo reenviou 10% da novela reeditada para o governo federal. A emissora se comprometeu em manter a obra toda "adequada à classificação de 'não recomendada para menores de dez anos'".[9] [10]

Exibição

Cobras & Lagartos é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo no horário das 19 horas, entre 24 de abril e 17 de novembro de 2006, em 179 capítulos,[3] substituindo Bang Bang e sendo substituída por Pé na Jaca.

Foi reapresentada no quadro Novelão da Semana do Vídeo Show entre 16 e 20 de julho de 2012, em 5 capítulos, substituindo Celebridade e sendo substituída por Estrela-Guia.

Está sendo reapresentada atualmente na faixa Vale a Pena Ver de Novo desde 28 de julho de 2014, substituindo Caras & Bocas.[4] [5]

Exibição internacional

Audiência

O capítulo de estréia de Cobras & Lagartos teve média de 35 pontos de audiência, com pico de 38.[11] Nos primeiros meses, a trama manteve uma audiência de razoável a baixa. No dia 12 de junho de 2006, a trama marcou 40 pontos de audiência, recorde até então. Sua maior audiência foi de 51 pontos, alcançado em 31 de julho de 2006. Em seu último capítulo a novela conseguiu 46 pontos de média, uma audiência tão alta que se for comparar nos dias atuais é uma audiência difícil de chegar até mesmo no horário das nove.[12] [13] . Teve média geral de 39 pontos , conquistando o segundo lugar das novelas das 19 horas mais assistidas da década , perdendo apenas para Da Cor do Pecado , ambas do mesmo autor. Alcançou a mesma audiência de Avenida Brasil em sua média geral, ambas são do mesmo autor.

Está na lista das novelas das sete mais assistidas nos últimos anos.

Reprise

Está sendo reapresentada atualmente na faixa Vale a Pena Ver de Novo desde 28 de julho de 2014, substituindo Caras & Bocas.[4] [5]

Pela segunda vez, a Rede Globo reapresentou duas novelas ao mesmo tempo, Cobras & Lagartos foi ao ar juntamente com a última semana de Caras & Bocas no Vale a Pena Ver de Novo, as exibições das novelas simultaneamente ocorreram entre os dias 28 de julho e 1º de agosto de 2014. No início de 2014 ocorreu o mesmo, Caras & Bocas foi ao ar juntamente com a última semana de O Cravo e a Rosa no Vale a Pena Ver de Novo e no capítulo da reestreia, em 13 de janeiro, que foi ao ar sem intervalos comerciais e conquistou uma ótima audiência, a exibição foi entre os dias 13 e 17 de janeiro de 2014.[4]

O capítulo de estréia da reprise no Vale a Pena Ver de Novo exibido de 17h35 e 17h58, registrou 18 pontos com pico de 19, aumentando ainda mais a audiência de Caras & Bocas. [14] No Rio de Janeiro, o primeiro capítulo da reprise chegou a superar a audiência das novelas inéditas , de acordo com dados consolidados do Ibope no Rio, a trama estreou com 24 pontos de média, e acabou à frente de diversas outras novelas da emissora: Caras & Bocas (22), Malhação (22), Meu Pedacinho de Chão (23), Geração Brasil (23) e O Rebu (23). A novela de João Emanuel Carneiro não superou, somente, a audiência de Império e do Jornal Nacional. [15]

Em seu segundo capítulo da reprise, exibido no dia 29 de julho, a trama conseguiu 18 pontos, juntamente logo após o sucesso de Caras & Bocas que também se destacou muito no Vale a Pena Ver de Novo.[16]

Trilha sonora

Nacional

Trilha Nacional
Trilha sonora
Gravação 2006
Gênero(s) Rock, soul, pop
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Download Digital
Gravadora(s) Rede Globo
Cronologia de
Último
Último
Internacional
(2006)
Próximo
Próximo


Capa: Mariana Ximenes

N.º Título Música Personagem Duração
1. "Pra Ser Sincero"   Marisa Monte Bel e Duda 02:50
2. "O Sol"   Jota Quest Letícia 04:18
3. "Tiro Onda"   Jair Oliveira Foguinho 04:04
4. "Quando a Chuva Passar"   Ivete Sangalo Bel 04:06
5. "Outra Vez"   Ivo Pessoa Eva e Serafim 03:39
6. "Totalmente Demais"   Perlla Ellen 03:04
7. "Muito Perigoso"   Preta Gil Nikki 03:33
8. "Erva Venenosa"   Rita Lee Leona 03:57
9. "Fullgás"   Marina Lima Júlia 03:59
10. "Vento No Litoral"   Legião Urbana Pereira e Silvana 06:05
11. "Alô! Alô! Marciano"   Elis Regina Tema de Abertura 03:59
12. "The Frog"   Sergio Mendes Luxus 03:50
13. "Porto Dos Sonhos"   Ricardo Ottoboni & Iuri Cunha Henriqueta 03:29

Internacional

Trilha Internacional
Trilha sonora
Lançamento 2006
Gênero(s) Rock, soul, pop
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Download Digital
Gravadora(s) Rede Globo
Cronologia de
Último
Último
Nacional
(2006)
Saara
(2006)
Próximo
Próximo


Capa: Daniel de Oliveira

N.º Título Música Personagem Duração
1. "Ooh La La"   Goldfrap Geral 03:18
2. "Incredible"   The Shapeshifters Festas 03:50
3. "Stickwitu"   The Pussycat Dolls feat. Avant Romântico geral 03:32
4. "Story Of My Life"   Frankie J. Letícia e Luciano 04:44
5. "From The Bottom Of My Heart"   Stevie Wonder Bel e Duda 04:02
6. "Jerk It Out"   The Caesars Lagartos Voadores 03:23
7. "Advertising Space"   Robbie Williams Leona e Duda 04:50
8. "Bom Bom Bom"   Living Things Martim 03:06
9. "The World Is Mine"   David Guetta Ellen 06:10
10. "Time 2 Love"   Ramada & Gottsha Geral 03:53
11. "No Worries"   Simon Webbe Luciano e Celina 03:38
12. "Why Dont’t You Kiss Her?"   Jesse McCartney Nikki 03:32
13. "Young at Heart"   Barry Manilow   09:55
14. "Stormy Weather"   Etta James Celina 03:11
15. "So Deep"   House Brothers Festas 07:39

Saara

Trilha Saara
Trilha sonora
Lançamento 2006
Gênero(s) Rock, soul, pop
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Download Digital
Gravadora(s) Rede Globo
Cronologia de
Último
Último
Internacional
(2006)
Próximo
Próximo


Capa: Logotipo da telenovela

N.º Título Música Duração
1. "Show"   Mc Leozinho 03:19
2. "Meu Gol De Placa"   Latino 03:11
3. "Rap Do Real"   Pedro Luís e a Parede 03:38
4. "Vira De Ladinho"   Malha Funk 03:23
5. "Malandragem, Se Segure"   Wilson Sideral, Rogério Flausino e Motirô 04:53
6. "Pega Geral"   Dudu Nobre 03:14
7. "Cuidado Com O Negão"   Alexandre Pires 03:05
8. "Piriripiti"   Babado Novo 03:56
9. "Pega Leve"   Cariciar 03:42
10. "Eu Já De Você"   Gino & Geno 03:25
11. "Os Corações Não Iguais"   Hugo e Tiago 04:32
12. "Adio Mânei"   Gleison Túlio -
13. "Levanta a Mão"   Melody Gardot 02:43
14. "Lovin You"   Leilah Moreno 03:48
15. "Areia Pro Meu Caminhão"   The Originals 03:40

Prêmios

Melhores do Ano (Domingão do Faustão)

  • Melhor atriz: Taís Araújo
  • Melhor ator: Lázaro Ramos
  • Melhor atriz coadjuvante: Cléo Pires
  • Melhor ator ou atriz mirim: Rafael Ciani

Troféu TH

  • Melhor novela
  • Melhor ator: Lázaro Ramos
  • Melhor diretor: Wolf Maya

Homem do Ano - Revista Vip

  • Lázaro Ramos

Melhores do Ano - Isto é Gente

  • Melhor ator: Lázaro Ramos
  • Melhor atriz: Taís Araújo

Troféu Internet 2006

  • Melhor ator: Lázaro Ramos

TV & Lazer - jornal "O Estadão" (SP)

  • Melhor ator: Lázaro Ramos

Melhores do Ano - Revista "Minha Novela"

  • Melhor ator: Lázaro Ramos
  • Melhor atriz: Taís Araújo

Prêmio Faz Diferença 2006 da Revista da TV

  • Lázaro Ramos
  • Carolina Dieckmann

Prêmio Contigo

  • Melhor ator: Lázaro Ramos

Meus Prêmios Nick

  • Atriz favorita: Mariana Ximenes
  • Ator favorito: Lázaro Ramos
  • Gata do ano: Cléo Pires

Prêmio APCA 2006

  • Melhor ator: Lázaro Ramos

Prêmio Extra de Televisão

  • Melhor ator: Lázaro Ramos

Troféu Raça Negra 2006 – Prêmio especial

  • Lázaro Ramos

Prêmio FestNatal

  • Melhor atriz: Eliane Giardini

Referências

  1. Classificação indicativa. Ministério da Justiça. Página visitada em 17 de abril de 2014.
  2. Classificação indicativa. Ministério da Justiça. Página visitada em 17 de abril de 2014.
  3. a b Memória Globo. Cobras & Lagartos - Ficha Técnica. Página visitada em 21 de dezembro de 2008.
  4. a b c d Ator baiano irá alegrar suas tardes na volta de Cobras e Lagartos. Rede Globo (7 de julho de 2014). Página visitada em 9 de julho de 2014.
  5. a b c Vale a Pena Ver de Novo: Cobras & Lagartos volta ao ar no dia 28/07 (17 de julho de 2014). Página visitada em 20 de julho de 2014.
  6. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at Memória Globo. Cobras & Lagartos - Ficha Técnica. Página visitada em 21 de dezembro de 2008.
  7. Ministério Público processa Globo por "Cobras & Lagartos". UOL (17 de novembro de 2006).
  8. Ministério Público processa Globo por "Cobras & Lagartos". UOL (16 de novembro de 2006).
  9. a b Globo recorre e Ministério da Justiça libera reprise de Cobras & Lagartos. O Planeta TV (19 de maio de 2014).
  10. Ministério volta atrás e libera Cobras & Lagartos no Vale a Pena. UOL (19 de maio de 2014).
  11. [1]
  12. Classificação indicativa. O Fuxico. Página visitada em 17 de novembro de 2006.
  13. http://www.terra.com.br/istoegente/381/pda/o_ano_de_lazaro_ramos_e_tais_ar.htm
  14. Estreia de Cobras & Lagartos aumenta audiência do Vale a Pena Ver de Novo. O Planeta TV. Página visitada em 28 de julho de 2014.
  15. Cobras & Lagartos estreia com 24 pontos no Rio. O Planeta TV. Página visitada em 29 de julho de 2014.
  16. Império cresce no consolidado; confira as audiências desta terça (29/07)!. O Planeta TV. Página visitada em 30 de julho de 2014.

Ligações externas