Cock and ball torture

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tortura num pênis

Cock and Ball Torture (do inglês, em português - literalmente: tortura do pênis e dos testículos) é uma atividade sexual BDSM sadomasoquísta envolvendo os genitais masculinas.[1]

Essa prática induz o prazer a partir da dor extrema, localizada diretamente nos testículos, glande e pênis. Os praticantes usam diversas técnicas e aparatos, desde anéis apertados ao redor dos testículos, agulhas, cera quente, tapas, chutes e até choques elétricos para provocar dor e alcançar seus objetivos que culminam com o orgasmo.

Exemplos de CBT[editar | editar código-fonte]

Uma das várias formas do Cock and Ball Torture[2] é o Ballbusting,[3] na qual mulheres ( no caso heterosexual) ou homens (no caso homosexual) chutam, pisam, torcem, apertam a bolsa escrotal dos homens por diversão sexual, sendo que em alguns casos os homens querem sentir seus testículos esmagados em baixo das solas de sapatos, sandálias ou mesmo dos pés descalços, provocando-lhes um prazer indescritível pois mesmo com uma dor parecendo terrível chegam a ter orgasmos alucinantes. Muitas vezes contém nudez (de homens e de mulheres, mas na maioria das vezes é só de homens). Nessa técnica, como nas demais, há um quê de humilhação.

Anéis, pesos e espaçadores são colocados nos testículos de forma a esticá-los e provocar dor extrema e modificação corporal.

Cera quente é aplicada diretamente sobre o genital e ao redor como forma de punição ou recompensa.

Agulhas são introduzidas na glande e nos testículos, em geral o homem é imobilizado e amordaçado.

Na técnica de eletrochoque, alguns eletrodos são colocados ao redor dos testículos e na glande.

Também é comum a colocação de sondas através da uretra.


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre sexo ou sexualidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.