Cocos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cocos
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 14 de agosto
Fundação 14 de agosto de 1958
Gentílico coquense
Prefeito(a) Antonio Artur (PR)
(2009–2012)
Localização
Localização de Cocos
Localização de Cocos na Bahia
Cocos está localizado em: Brasil
Cocos
Localização de Cocos no Brasil
14° 11' 02" S 44° 32' 02" O14° 11' 02" S 44° 32' 02" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Extremo Oeste Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Santa Maria da Vitória IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Jaborandi, Coribe e os estados de Minas Gerais e Goiás
Distância até a capital 878 km[2]
Características geográficas
Área 10 084,274 km² (BR: 133º)[3]
População 18 182 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 1,8 hab./km²
Altitude 559 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,596 baixo PNUD/2010[5]
PIB R$ 128 491,937 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 7 175,11 IBGE/2008[6]
Página oficial

Cocos é um município brasileiro do estado da Bahia. O município localiza-se no Oeste Baiano a 684 km de Brasília e à 878 km de Salvador.

História[editar | editar código-fonte]

Deu início o arraial de Cocos, nos meados do ano de 1712, que segundo informações, os habitantes primitivos deste território, eram os índios caiapós, que tinham aldeia localizada nas proximidades de Carinhanha, onde o arraial era subordinado, dominando toda a vasta extensão da serra do ramalho. Anos depois, chegou ali, o famoso bandeirante Manuel Nunes Viana, conhecido naquela época como homem civilizado, dando então, o início de construção das primeiras casinhas de taipa, algumas cobertas de plantas secas ou palhas de coqueiro e outras de telhas de barro, cujos moradores procediam de diversos lugares. Com a elevação do arraial de Rio Alegre, hoje Coribe, em 28 de agosto de 1923, à categoria de vila, ficou o arraial de Cocos pertencendo à vila de Rio Alegre, que funcionou como município durante oito anos, tendo como Intendentes durante esse período, os Senhores Jonas de Castro Lessa e José de Araújo Castro. Decorridos alguns anos, o município de Rio Alegre foi supresso, passando a vila de Rio Alegre a pertencer ao município de Santa Maria da Vitória e o arraial de Cocos, a pertencer ao município de Carinhanha. Com o passar dos anos, o arraial de Cocos foi se desenvolvendo, passando a categoria de Vila no mês de junho de 1931.

A denominação do arraial de Cocos originou-se em decorrência de uma Senhora de idade avançada que residia às margens do rio Itaguarí, que habitualmente vendia cocos e onde também os feirantes se hospedavam e entre eles assim se expressavam, vamos hospedar na casa da velha que vende cocos, tornando-se, desse modo, vulgarmente conhecido o arraial, isso aconteceu em vista da grande quantidade de coco babaçu existente naquela região.

Até 13 de agosto de 1958, o Distrito de Cocos pertencia ao município de Carinhanha, porém, com a Lei Estadual nº 1 025 de 14 de agosto de 1958, publicada no Diário Oficial do Estado da Bahia do dia 15 de agosto de 1958, o Distrito de Cocos foi emancipado, cuja instalação ocorreu solenemente em 07 de abril de 1959, pelo Dr. Fidelis Carvalho do Bonfim, DD Juiz de Direito da Comarca de Bom Jesus da Lapa, tendo sido nesta data instalada também a Câmara de Vereadores, que em seguida empossou o primeiro Prefeito Alípio José de Moura.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população estimada em 2004 era de 18.446 habitantes. O municipio fica em divisa com Minas Gerais

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rio Itaguari, Rio Carinhanha, Rio de Cocos e vários outros córregos e pequenos rios.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

A principal rodovia que corta Cocos é a BR/BA-135, que vai desde Correntina a Januária, em Minas Gerais.

Administração[editar | editar código-fonte]

. Presidente Da Camara Nilva Abreu Lopes Macedo( Neguinha )

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. Guia de distância entre cidades da Bahia Aondefica.com. Visitado em 9 de julho de 2011.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 16 de agosto de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  7. IBGE - cidades@ - Histórico - Cocos (BA) ibge.gov.br. Visitado em 16 de novembro de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.