Cocotá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cocotá
Cocotá.svg
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
Área: 49,01 ha (em 2003)
Fundação: 23 de julho de 1981
IDH: 0,861[1] (em 2000)
Habitantes: 4 877 (em 2010)[2]
Domicílios: 1 880 (em 2010)
Limites: Cacuia, Bancários, Tauá, Jardim Carioca
e Praia da Bandeira[3]
Região Administrativa: XX R.A.(Ilha do Governador)

Cocotá é um bairro de classes média e média baixa da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Se localiza na Ilha do Governador.

Faz limite com os seguintes bairros: Cacuia, Bancários, Tauá, Jardim Carioca e Praia da Bandeira.[4]

Seu IDH, no ano 2000, era de 0,861, o 41º melhor da cidade do Rio de Janeiro.[5]

História[editar | editar código-fonte]

O bairro recebeu este nome por abrigar a Praia de Cocotá. Floresceu pela proximidade com o bairro Cacuia. Possui um comércio bem diversificado e alguns referenciais históricos, como a antiga Estação de Bondes de Santa Cruz, a Biblioteca Regional, o Parque Poeta Manoel Bandeira e a Paróquia de São Sebastião.

Possui, como característica marcante, suas festas comemorativas realizadas no entorno do Parque Poeta Manoel Bandeira.

Na década de 70, o Esporte Clube Cocotá, clube dos mais tradicionais da Ilha do Governador, funcionava como palco dos ensaios semanais da famosa escola de samba do bairro, a União da Ilha.

Localizam-se, no bairro, o Fórum da Ilha do Governador, um posto de vistoria do Detran e uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), nas proximidades da Praia da Olaria. Possui ligação hidroviária com o Centro da cidade, porém somente de segunda a sexta-feira[6] .


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]